RIO BRANCO

Variedades

Governo apresenta prejuízos na área rural durante alagação

Comissão de danos levanta os prejuízos na produção rural provocada pela enchente

Publicados

Variedades

Comissão de danos levanta os prejuízos na produção rural provocada pela enchente 

Por Leônidas Badaró

A Comissão Estadual de Socorro e Levantamento para a Avaliação de Danos, composta de representantes do governo do estado, governo federal e prefeitura de Rio Branco, criada para levantar os prejuízos e discutir as ações de apoio aos produtores rurais que perderam a produção agrícola durante a enchente histórica do Rio Acre, apresentou na manhã desta terça-feira, 17, uma análise prévia dos danos causados pela cheia a engenheiros agrônomos, técnicos agrícolas e engenheiros florestais.

“O objetivo desse encontro é socializar os números que demonstram os prejuízos de nossos produtores. Precisamos do apoio de todos os profissionais que trabalham com os agricultores”, destaca Glenílson Figueiredo, secretário de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof).

Os números, mesmo que ainda preliminares, já demonstram o tamanho do prejuízo na produção familiar. Nos municípios de Rio Branco, Assis Brasil, Epitaciolândia, Brasileia, Xapuri, Capixaba, Porto Acre, Sena Madureira e Tarauacá, onde a pesquisa foi realizada, o prejuízo estimado ultrapassa os 170 milhões de reais em perdas na agricultura, pecuária e em infraestrutura rural.

Leia Também:  Em Feijó, adolescentes participam do Carnaval Tradicional Popular

Apoio aos produtores

Outra preocupação da comissão é com os produtores que possuem financiamentos em instituições bancárias. João Rodrigues, representante do Banco da Amazônia, também participou da reunião e já trouxe uma boa novidade aos produtores rurais atingidos pela cheia: aos agricultores que têm parcela de financiamento a vencer, o banco anunciou que o vencimento foi prorrogado para o mês de julho.

O secretário Estadual de Agropecuária, José Carlos Reis, afirma que é preciso dar condições para que os produtores rurais se recuperem do prejuízo. “O governo de posse desses dados vai poder montar uma estratégia para ajudar esses agricultores, desde a ajuda na alimentação dos animais, até a carência de quem fez financiamento bancário”, afirma.

Na próxima sexta-feira, 20, a comissão deve fazer a entrega do relatório completo dos impactos da enchente na produção rural ao governador Tião Viana.

Foto: Edna Medeiros

Foto: Edna Medeiros

 

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Política

Governo entrega mais de 300 novas vagas na Unidade Penitenciária de Sena Madureira

A área de convivência familiar e o alojamento dos agentes penitenciários também foram melhorados.

Publicados

em

Por

A área de convivência familiar e o alojamento dos agentes penitenciários também foram melhorados.

Por Samuel Bryan

O governador Tião Viana entregou na manhã desta quinta-feira, 1, dois novos blocos de convivência para reeducandos da Unidade Penitenciária Evaristo de Moraes, em Sena Madureira, que agora, com 312 novas vagas, zera o déficit prisional do município.

Foram investidos R$ 5 milhões. Além dos blocos, o espaço também teve uma ampliação da muralha, com novas guaritas elevadas, calçamento e todo o cercamento do alambrado em torno da unidade. 

A entrega faz parte das três mil novas vagas em unidades prisionais de todo o Acre abertas pelo governador Tião Viana durante sua gestão, num investimento que chega a R$ 70 milhões no sistema prisional do estado, com obras de reforma e ampliação em todos os presídios.

“Com mais essa entrega, as regionais de Sena Madureira, Tarauacá, Cruzeiro do Sul e Rio Branco estão completamente reestruturadas e com os agentes valorizados com plano de carreira. E o problema da violência não é falta de vagas nas escolas, onde aqui no Acre elas estão sobrando. É mais complexo, com a pressão do narcotráfico destruindo gerações porque as fronteiras da Amazônia estão abertas”, conta o governador Tião Viana.

Leia Também:  Sesacre abre concurso com 107 vagas para médicos

Os novos blocos entregues seguem o padrão composto por circuito interno de videomonitoramento, cela com acessibilidade, alojamentos para agentes penitenciários, solário, guarita e alambrado.

O diretor-presidente do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen), Aberson Carvalho, completa: “Aqui no presídio de Sena Madureira nós triplicamos o número de vagas. Isso reflete uma qualidade na ressocialização e na atividade laboral dos agentes penitenciários. Aumentamos o conforto dos nossos servidores, o que leva à melhoria da qualidade do trabalho.”

Veja o Vídeo da Prefeita Fernanda Hassem que está em Brasília em busca de recursos para Brasiléia.

A Prefeita, Fernanda Hassem, está em Brasília em busca de mais recursos para o município de Brasiléia. E para isso está participando de audiências com os parlamentares da bancada acreana mostrando as necessidades da cidade, e de sua população. Esse é um momento decisivo para aqueles que querem ajudar Brasiléia, e seus moradores.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA