RIO BRANCO

Política

Tião Viana participa da largada da Race Across, prova de ciclismo

Os atletas vão pedalar de forma ininterrupta até a bandeirada final.

Publicados

Política

Os atletas vão pedalar de forma ininterrupta até a bandeirada final.

Por Tatiana Campos

Governador Tião Viana pedalou todo o percurso promocional do evento (Foto: Sérgio Vale/Secom)

Governador Tião Viana pedalou todo o percurso promocional do evento (Foto: Sérgio Vale/Secom)

A chuva atrapalhou, mas não impediu os competidores da maior prova de ciclismo do Estado: o Race Across Acre. O primeiro desafio dos atletas, que enfrentarão um percurso de 640 quilômetros, foi a chuva torrencial que disparou junto com a largada dos ciclistas, que aconteceu em frente ao Palácio Rio Branco, por volta do meio-dia desta sexta-feira, 27.

O governador Tião Viana, um dos idealizadores da prova, participou da largada e pedalou o trecho inicial, até a Usina de Artes João Donato. “Esta é uma prova de mais de 600 quilômetros de integração e que demonstra todo o esforço empreendido ao longo da BR-364. É algo maravilhoso poder sair de Rio Branco, de bicicleta, em pleno inverno, e chegar a Cruzeiro do Sul, algo que seria inimaginável há alguns anos”, observou o governador.

Os atletas vão pedalar de forma ininterrupta até a bandeirada final, que será na Avenida Mâncio Lima, em Cruzeiro do Sul (Foto: Sérgio Vale/Secom)A prova conta com 17 equipes de ciclistas, mais de 280 pessoas envolvidas diretamente entre atletas, técnicos, fiscais, apoio, segurança, saúde e imprensa. Os 140 ciclistas vão percorrer todo o trecho entre Rio Branco e Cruzeiro do Sul. O término da prova está previsto para sábado, às 9 horas.

Leia Também:  Urgente: Justiça de Brasileia suspende a eleição da AMOPREBE por irregularidades

Cada equipe conta com uma estrutura de van de apoio e um batedor motociclista. Os atletas vão pedalar de forma ininterrupta até a bandeirada final, que será na Avenida Mâncio Lima, em Cruzeiro do Sul. A prova será disputada com revezamento de duplas e cada equipe é composta por seis ciclistas.

O evento simboliza a pavimentação asfáltica da BR-364, que teve inicio há mais de 40 anos e somente na gestão do governador Tião Viana foi possível manter-se aberta durante todo o ano, incluindo o período de chuvas.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Política

Leo de Brito apresenta denúncia contra presidente da Petrobras por práticas abusivas no aumento de combustíveis

Publicados

em

O deputado federal Leo de Brito (PT-AC) e parlamentares da bancada do Partido dos Trabalhadores (PT) na Câmara dos Deputados apresentaram denuncia, na Procuradoria da República no Distrito Federal, contra o presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna, alegando que ele está cometendo crime contra a ordem econômica e contra as relações de consumo praticado pela presidência da Petrobras.

A denúncia ressalta que desde 2016 o consumidor brasileiro vem sofrendo prejuízos, agravados consideravelmente ao longo do ano de 2021, em razão de práticas abusivas praticadas pela Petrobras S.A., em razão das políticas estabelecidas pelo presidente Joaquim Silva e Luna na prática de reajuste de combustíveis.

“Não existe lei. O Preço de Paridade de Importação [PPI] é uma escolha de governo, instituída por Michel Temer e mantida por Jair Bolsonaro e pelo atual presidente da Petrobras”, destaca o documento assinado por Leo de Brito.

Quanto aos crimes contra a ordem econômica e contra as relações de consumo, a denúncia destaca que vários são os princípios constitucionais reitores da ordem econômica previstos no artigo 170 da Constituição Federal. “Esse dispositivo define que, a ordem econômica tem por fundamentos a valorização do trabalho humano e a livre iniciativa e por objetivo assegurar a todos existência digna, conforme os ditames da justiça social”.

Leia Também:  Senador Petecão pede providência do governo federal sobre imigrantes peruanos retidos em Assis Brasil devido ao fechamento da fronteira

Bohn Gass, Leo de Brito, Reginaldo Lopes, Padre João, Patrus Ananias, José Guimarães, Paulão, Carlos Zarattini, Joseildo Ramos e Enio Verri pedem adoção de providências legais imediatas (administrativas ou judiciais) com vistas à apuração das infrações e da autoria das ações expostas no documento de denúncia apresentado à Procuradoria da República no Distrito Federal, propondo, ao final, as medidas cabíveis.

“Diante da gravidade dos fatos, requer-se desde já a adoção das seguintes providências preliminares: Abertura de Inquérito Civil e posterior Ação Civil Pública e promoção das demais ações judiciais pertinentes; responsabilização de todos quantos tenham, por ação ou omissão, dado causa aos ilícitos noticiados. Esperamos contar com a sempre diligente e combativa atuação do Ministério Público, em defesa da ordem democrática e da sociedade brasileira”, concluem os parlamentares da bancada do PT na Câmara.

Visita ao TCU para tratar da privatização da Eletrobras

E ainda preocupado e atento a outro aumento que vem causando transtornos aos acreanos, o deputado federal Leo de Brito foi ao Tribunal de Contas da União (TCU) para tratar sobre o processo de desestatização da Eletrobras.

Leia Também:  A Prefeita Fernanda Hassem conseguiu tornar a prefeitura adimplente, demais prefeituras estão com sérios problemas

“Acabamos de receber a notícia de que teremos mais um aumento na energia elétrica, anunciado pela Aneel [Agência Nacional de Energia Elétrica], a partir da próxima segunda-feira, dia 13. Será um aumento de quase 10% para as 280 mil unidades consumidoras no Acre. O povo não aguenta mais isso. Por isso, estou no TCU para tratar dessa maquiagem que fizeram para privatizar a Eletrobras”, afirmou Brito.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA