RIO BRANCO

Tudo sobre Política

Presidente da ALEAC acompanha inauguração da usina de energia solar na Vila Restauração, em Marechal Thaumaturgo

Publicados

Tudo sobre Política

Encravada na selva amazônica, dentro da área territorial de Marechal Thaumaturgo, a Vila Restauração ganhou hoje a primeira usina de energia solar, instalada pela Energisa, em área habitada na região norte. O ato de inauguração da central fotovoltaica aconteceu nesta segunda-feira(5), diante de dezenas de moradores que por anos esperaram a chegada da energia em suas casas. O presidente da Assembléia Legislativa, Nicolau Júnior esteve na comunidade pela segunda vez esse ano, para acompanhar o histórico momento.
“Quando a energia elétrica chega muda tudo. E aqui, vocês que estavam a tanto tempo sem esse serviço essencial, agora terão suas vidas transformadas, e para melhor”, disse.

Nicolau lembrou que o governo do Estado também está executando melhorias na comunidade. Ele citou a recuperação da pista de pouso, que passo por melhorias e a instalação de rede de água. Em maio, quando a Energisa lançou a obra, Nicolau também estava na comitiva, e prometeu aos moradores que voltaria para acompanhar a inauguração. “Eu estava tão ansioso quanto vocês, porque a gente sabe o significado desse benefício para todas as famílias. Com energia em casa a qualidade de vida vai melhorar e vai continuar melhorando com os investimentos do governo aqui”, pontuou. Na Vila Restauração moram 200 famílias. A rede de energia vai atender 293 residências com 222 unidades conectadas, sendo 14 comerciais e 15 serviços públicos.

Leia Também:  Na primeira sessão a Mesa Diretora foi bem, deputados da base não reagiram, oposição cantou de galo

Estiveram no evento José Adriano Mendes Silva, diretor da Energisa, o governador Gladson Cameli, o prefeito de Marechal Thaumaturgo Isaac Piyãko,o secretário estadual da Fazenda, Rômulo Grandidier, o presidente do Departamento de Estradas e Rodagem, Petronio Antunes, o prefeito do município de Jordão, Naldo Ribeiro, o vice-prefeito de Marechal Taumaturgo, Valdelio Furtado, o presidente da câmara dos vereadores de Marechal Taumaturgo, vereador José dos Santos Furtado e demais autoridades.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: O vereador Jurandir Queiroz tem sido uma pedra no sapato do governador Gladson Cameli, no município de Brasileia, isto porque tem mostrado os desmandos do Governo com seus setores existentes na Cidade, como é o caso do Depasa. Em outro momento, o governo anunciou a “grande” obra que seria o Departamento Estadual de Água e Saneamento do Acre (Depasa) de Brasileia, departamento este que sanaria todos os problemas com a falta de água que estava se tornando corriqueira no município.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Página do Instagram 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Leia Também:  Prefeitura promove ação Bela Vista alusiva ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Tudo sobre Política

Jenilson Leite conclui agenda no Pará na Embrapa da Amazônia Oriental em busca da expansão da produção de açaí no Acre

Publicados

em

Nesta segunda-feira (6), o deputado estadual Jenilson Leite ( PSB) e a comitiva acreana de parlamentares, prefeito, secretários, vereadores e técnicos agrícolas que foram ao Estado do Pará com o objetivo de conhecer a cadeia produtiva e a indústria de açaí, concluíram a agenda com uma reunião com os pesquisadores da Embrapa da Amazônia Oriental. Ainda nesta segunda-feira, parte da comitiva esteve mais uma vez no Banco da Amazônia para discutir as linhas de créditos disponíveis para investir na produção em solo acreano.

Para o deputado Jenilson Leite, que articulou a ida da comitiva ao Pará, a ideia é desenvolver no Acre o mesmo modelo de cultiváveis do açaí, observando as peculiares do nosso estado, mas para isso é preciso do apoio da Embrapa e do Basa. ” Concluímos nossa agenda buscando apoio técnico e financeiro para investir na produção de açaí no Acre. Com o apoio do Basa e da Embrapa da Amazônia Oriental, os produtores paraenses conseguiram transformar o estado no maior produtor de açaí do Brasil. Alguns produtores trocaram a criação bovina e passaram a investir no plantio de açaí. O resultado tem sido positivo, gerando milhares de emprego, criação de mais de 300 indústrias e cinco bilhões reais por ano no PIB do estado, somente com a venda do fruto”, afirma Leite.

Na sede da Embrapa, a comitiva foi recebida pelos pesquisadores João Tomé de Farias Neto e Márcia Mota Maués, e o chefe geral da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Walkymário Lemos.

Leia Também:  Vereadora Lene Petecão pede Audiência Pública em favor da Ufac

Na palestra à comitiva, o pesquisador João Tomé, destacou a importância de fazer a confecção de mudas, adubação, espaçamento , polinização e o manejo da cultura da fruta como um todo. ” Não tenho dúvidas que neste evento todo mundo ganhou , porque foi uma troca de ideia entre o pesquisador e várias pessoas que são produtores de açaí. Para que realmente comece a dar certo é preciso que seja bem planejado, ou seja, implementar essas cultiváveis com sucesso”, destacou. Ele também enfatiza que para o Estado do Para, ” o açaí é a segunda cultura mais importante da Amazônia , depois da mandioca. Isso é uma alternativa econômica viável para o pequeno, médio e grande produtor, seja do Pará, seja do Acre”.

No tocante a produção do açaí, o pesquisador destaca que o estado produz em média 60 milhões de toneladas anualmente. ” Essa quantidade representa um volume bastante expressivo, porque totaliza quase 93% do fruto do açaí produzido na região da Amazônia. Se a gente transformar a produção em poupa para vender no estado e para exportações, chegamos a cifra de bilhões que o açaí promove na economia. Isso é mais importante do que toda a cadeia produtiva do cacau no Brasil”, destaca.

A pesquisadora Márcia Maués lembrou da importância de conversar áreas de florestas naturais no entorno dos plantios de açaí. ” Nós estamos estudando as interações plantas polinizadoras do açaí. E vimos que ele atrai uma mega diversidade de insetos florais, com destaque para as abelhas nativas com ferrão e sem ferrão. E para que ocorra a produção do fruto é muito importante que essas abelhas estejam presentes nas áreas cultiváveis e elas vem das florestas naturais, no entorno da plantação. Por isso, é importante conversar as florestas, porque sem abelhas não temos produção”.

Leia Também:  Vereador Forneck diz que a população dos bairros mais distantes também merece ter qualidade na iluminação pública

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Vereador diz que o prefeito Kiefer Cavalcante paga mais de 5 mil para dono de empresa que faz faculdade em Rio Branco – Vereador Ronaldo Reis de Feijó, gravou um vídeo onde fez graves denúncias contra a atual gestão do prefeito Kiefer Cavalcante a quem acusa de perseguição política e possível pagamentos irregulares em sua gestão. De acordo com o vereador, o prefeito demitiu a sua esposa só aconteceu depois que trouxe a tona um pagamento supostas irregularidades o que confirma a perseguição política que vem sofrendo por parte do gestor.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA