RIO BRANCO

Tudo sobre Política

Prefeitura leva atendimento de saúde a moradores da zona rural de Cruzeiro do Sul

Publicados

Tudo sobre Política

Na sexta-feira, 8, o Programa Saúde na Comunidade levou as equipes de profissionais até as comunidades Morro da Pedra e Igarapé Monteiro, no Liberdade. Ambas são comunidades de difícil acesso, onde os moradores tem muita dificuldade em se deslocar até o Posto de Saúde localizado próximo a ponte.

Segundo o professor Ronaldo Marques Farias, da comunidade Monteiro, em dez anos, apenas uma única ocasião a comunidade havia recebido uma ação de saúde itinerante.

“Nós primeiramente temos que agradecer a Deus por este momento, por estar usufruindo deste trabalho que nosso prefeito está prestando na nossa comunidade. Em dez anos que vivo aqui esse trabalho foi realizado uma única vez e de lá pra cá a comunidade estava esquecida, agora a equipe de saúde veio para cá, agradeço muito”, disse.

Dona Maria da Glória Feitosa, 55, é moradora há mais de 40 anos no igarapé Monteiro, e conhece as dificuldades de acesso à Saúde Básica.

“Estou achando maravilhoso. Aqui é muito difícil mesmo para chegar até a ponte do rio Liberdade, e agora estamos vendo as equipes chegando até aqui, daqui a pouco já vou ser consultada”, conta.

O presidente da Aleac, Deputado Nicolau Júnior, acompanhou a ação da saúde municipal nas comunidades do Rio Liberdade.

“Esta é uma ação da prefeitura que me deixa muito feliz pelo seu resultado. Quero aqui agradecer à gestão do prefeito Zequinha, pois este é um gesto de humanidade. Nesses oito meses de gestão estamos vendo esta preocupação de chegar até as pessoas que mais precisam. É muito importante esse empenho da gestão em fazer chegar as ações de saúde básica para uma comunidade como esta, distante e de difícil acesso. Venho acompanho este trabalho e só tenho a agradecer. A orientação e prevenção em saúde é muito importante pois este atendimento básico ajuda muito a evitar problemas futuros de saúde, então faz toda a diferença”, declarou na ocasião o presidente.

Leia Também:  Jenilson pede que Gladson não terceirize saúde; "para contratar já temos o decreto de calamidade", diz deputado

O prefeito Zequinha Lima tem participado desta que se tornou uma rotina de atendimentos nas comunidades rurais toda sexta-feira.

“O objetivo deste programa é chegar até as comunidades mais isoladas, onde as pessoas mais precisam porque a gente sabe que é mais fácil o profissional de saúde chegar até essas pessoas do que estas pessoas chegarem a ir até a cidade, ao posto de saúde ou ao hospital. É gratificante porque a gente vê nos olhos a alegria das pessoas de terem a oportunidade de ficarem frente a frente com o dentista, de estarem se consultando com um médico, de tomarem a vacina, e dar a vacina das crianças que estejam atrasadas, se vacinar contra o covid, de fazer exame e teste rápido de hepatite, são inúmeras as ações que nós, estamos realizando através destes procedimentos. Então para nós é uma satisfação poder estar vendo a gestão chegar nas pessoas que mais precisam”, disse o prefeito.

Na comunidade Morro da Pedra foram realizados 59 atendimentos médico, 27 atendimentos odontológicos, 124 testes rápidos (Hepatites B, C, Sífilis e HIV), 17 vacinações contra Covid, 10 vacinações de rotina, 18 agendamentos de exames laboratoriais, 08 exames de malária e 55 dispensas de medicamentos por receituário médico.

Leia Também:  Presidente Jair Bolsonaro Envergonha o Brasil

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Deputado Edvaldo Magalhães lamentou que as escolas estão pedindo açúcar emprestado na taberna do bairro”, as três escolas situadas na cidade de Feijó não iniciaram o ano letivo por falta de organização da Secretaria de Estado de Educação (SEE) do governo Gladson Cameli. As Escola de Ensino Médio José Gurgel, por exemplo, ficou sem iniciar as atividades por falta de energia elétrica. Além disso, está faltando merenda. “Aonde tem merenda, estão servindo bolacha com ki-suco. O governo anunciou um programa que deixaria todos os alunos bem alimentados, mas não tem merenda. Não conseguiram contratar e entregar merenda para iniciar o ano letivo, diz deputado

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Página do Instagram 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Tudo sobre Política

Jenilson Leite conclui agenda no Pará na Embrapa da Amazônia Oriental em busca da expansão da produção de açaí no Acre

Publicados

em

Nesta segunda-feira (6), o deputado estadual Jenilson Leite ( PSB) e a comitiva acreana de parlamentares, prefeito, secretários, vereadores e técnicos agrícolas que foram ao Estado do Pará com o objetivo de conhecer a cadeia produtiva e a indústria de açaí, concluíram a agenda com uma reunião com os pesquisadores da Embrapa da Amazônia Oriental. Ainda nesta segunda-feira, parte da comitiva esteve mais uma vez no Banco da Amazônia para discutir as linhas de créditos disponíveis para investir na produção em solo acreano.

Para o deputado Jenilson Leite, que articulou a ida da comitiva ao Pará, a ideia é desenvolver no Acre o mesmo modelo de cultiváveis do açaí, observando as peculiares do nosso estado, mas para isso é preciso do apoio da Embrapa e do Basa. ” Concluímos nossa agenda buscando apoio técnico e financeiro para investir na produção de açaí no Acre. Com o apoio do Basa e da Embrapa da Amazônia Oriental, os produtores paraenses conseguiram transformar o estado no maior produtor de açaí do Brasil. Alguns produtores trocaram a criação bovina e passaram a investir no plantio de açaí. O resultado tem sido positivo, gerando milhares de emprego, criação de mais de 300 indústrias e cinco bilhões reais por ano no PIB do estado, somente com a venda do fruto”, afirma Leite.

Na sede da Embrapa, a comitiva foi recebida pelos pesquisadores João Tomé de Farias Neto e Márcia Mota Maués, e o chefe geral da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Walkymário Lemos.

Leia Também:  Presidente Jair Bolsonaro Envergonha o Brasil

Na palestra à comitiva, o pesquisador João Tomé, destacou a importância de fazer a confecção de mudas, adubação, espaçamento , polinização e o manejo da cultura da fruta como um todo. ” Não tenho dúvidas que neste evento todo mundo ganhou , porque foi uma troca de ideia entre o pesquisador e várias pessoas que são produtores de açaí. Para que realmente comece a dar certo é preciso que seja bem planejado, ou seja, implementar essas cultiváveis com sucesso”, destacou. Ele também enfatiza que para o Estado do Para, ” o açaí é a segunda cultura mais importante da Amazônia , depois da mandioca. Isso é uma alternativa econômica viável para o pequeno, médio e grande produtor, seja do Pará, seja do Acre”.

No tocante a produção do açaí, o pesquisador destaca que o estado produz em média 60 milhões de toneladas anualmente. ” Essa quantidade representa um volume bastante expressivo, porque totaliza quase 93% do fruto do açaí produzido na região da Amazônia. Se a gente transformar a produção em poupa para vender no estado e para exportações, chegamos a cifra de bilhões que o açaí promove na economia. Isso é mais importante do que toda a cadeia produtiva do cacau no Brasil”, destaca.

A pesquisadora Márcia Maués lembrou da importância de conversar áreas de florestas naturais no entorno dos plantios de açaí. ” Nós estamos estudando as interações plantas polinizadoras do açaí. E vimos que ele atrai uma mega diversidade de insetos florais, com destaque para as abelhas nativas com ferrão e sem ferrão. E para que ocorra a produção do fruto é muito importante que essas abelhas estejam presentes nas áreas cultiváveis e elas vem das florestas naturais, no entorno da plantação. Por isso, é importante conversar as florestas, porque sem abelhas não temos produção”.

Leia Também:  No Bujari, PRB fecha aliança com PCdoB e apoia candidatura de Romualdo Souza

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Vereador diz que o prefeito Kiefer Cavalcante paga mais de 5 mil para dono de empresa que faz faculdade em Rio Branco – Vereador Ronaldo Reis de Feijó, gravou um vídeo onde fez graves denúncias contra a atual gestão do prefeito Kiefer Cavalcante a quem acusa de perseguição política e possível pagamentos irregulares em sua gestão. De acordo com o vereador, o prefeito demitiu a sua esposa só aconteceu depois que trouxe a tona um pagamento supostas irregularidades o que confirma a perseguição política que vem sofrendo por parte do gestor.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA