RIO BRANCO

Tudo sobre Política

Prefeitura de Cruzeiro do Sul libera recursos para execução de projetos da Lei municipal de incentivo ao esporte e à cultura

Publicados

Tudo sobre Política

Mais de 70 atividades culturais e esportivas que seriam promovidas em 2019 e 2020, com o financiamento das Leis Municipais de Incentivo ao Esporte e à Cultura de Cruzeiro do Sul, foram adiados por conta da pandemia, mas agora poderão ser executadas. Os certificados dos projetos aprovados nesses dois anos foram entregues, nesta quinta-feira (1), no Teatro dos Nauas pela Prefeitura.

O ato de entrega dos certificados teve início com a participação da Banda de Música do Exército e uma apresentação dos artistas Anailton Salgado e Aldemir Maciel. Houve ainda a participação de outros artistas de vários seguimentos que foram convidados pela Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Cultura.

Por se tratar de eventos que atraem público, os projetos aprovados em 2019 e 2020, só foram liberados para execução agora, para não causar aglomerações. O município vai aplicar mais de R$ 300 mil para o financiamento das atividades culturais e esportivas.

“É uma ajuda que não somente nós das artes marciais, mas que todo produtor cultural e esportivo necessitava. Vai incentivar para descobrirmos novos talentos na nossa cidade”, acredita Márcio Morais, que vai receber um valor de R$ 4 mil para realização do XIV Nauas Combat.

Leia Também:  Vasco-AC bate Atlético-AC e se firma no G-4 do Acreano Sub-19

O produtor cultural Rodrigo Andrade também receberá R$ 4 mil para promover uma Gincana entre as escolas de ensino médio da cidade.

“É projeto voltado para as áreas integradas. Vai envolver literatura, música, dança, teatro, esporte. Esse patrocínio da prefeitura fomenta tanto os artistas como os produtores dos eventos. Foi um passo muito importante para fortalecer o âmbito cultural da nossa cidade”, afirmou Andrade.

O secretário municipal de Esporte, Lazer e Cultura, Aldemir Maciel, explicou que, os proponentes terão até setembro de 2022 para realizar as atividades. No entanto, neste ano ainda não será permitida a promoção dos eventos culturais e esportivos.

“A preocupação principal é com a vida. Por isso, a Prefeitura dá o pontapé para a liberação desses pagamentos tudo dentro de um cronograma. Sendo assim, os projetos que terão os recursos liberados até dezembro, serão apenas para a compra de materiais e equipamentos. Os eventos todos só poderão ser realizados a partir de 2022. Pensamos que até lá essa pandemia já tenha passado e poderemos realizar com mais tranquilidade os nossos eventos culturais e especiais”, disse Maciel.

Além da certificação dos projetos, nesta quinta-feira a Secretaria de Esporte, Lazer e Cultura também fez a abertura da semana do Patrimônio Histórico Municipal com a posse dos conselheiros.

Leia Também:  Vôlei: Juventus e Quinari duelam por vaga na final

“Estamos no mês de aniversário da nossa cidade. Então, devemos ter uma série de atividades que destaquem nossa cultura e teremos uma semana de ações voltadas para o Patrimônio Histórico do nosso município. Nesta noite, certificamos todos os projetos aprovados nas áreas da cultura e do esporte de 2019.e 2020 que ainda não tinham sido realizadas por conta da pandemia”, ressaltou o prefeito Zequinha Lima.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Após os deputados Manoel Moraes e o líder do governo Pedro Longo saírem em defesa da Energisa, o deputado Roberto Duarte rasgou o verbo ao afirmar que teria vergonha de afirmar o que ambos os deputados disseram para defender uma empresa e não os interesses da população acreana.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Tudo sobre Política

Jenilson Leite cobra retorno do Auxílio Covid e antecipação da Etapa Alimentação aos servidores da Saúde

Publicados

em

O Acre registrou somente esta semana, entre segunda-feira (17) e quinta (20), 1.679 novos casos de Covid-19, segundo dados da Secretaria de Estado de Saúde. Além destes dados oficiais do Estado, a Secretaria Municipal de Saúde de Rio Branco, disse que nesta quinta, o drive-thru montado na Arena da Floresta positivou 724 casos, apenas na Capital.

O deputado estadual e médico infectologista Jenilson Leite (PSB), divulgou um vídeo nesta sexta-feira (20), onde pontua ações que podem ser adotadas pelo Estado para mitigar a situação da população e dos servidores da Saúde diante desta terceira onda do coronavírus.

Entre as ações propostas pelo parlamentar estão o retorno do pagamento do Auxílio Covid, que começou a ser pago aos servidores em julho do ano passado e foi encerrado em dezembro. Ele pede também que o Governo antecipe o pagamento da Etapa Alimentação.

“Com aumento de internações, vamos precisar novamente dos nossos servidores de saúde que estão enfrentando uma terceira onda, e o Governo precisa retomar com o Auxílio Covid, precisa trazer para fevereiro aquela Etapa Alimentação que tínhamos pactuado e que seria para março, e precisa anunciar o reajuste linear para todos os servidores, inclusive os da saúde que mais uma vez se expõem diante da pandemia, e precisa ainda anunciar o concurso público para saúde”, pontua Jenilson.

Leia Também:  Prefeitura disponibiliza internet grátis em terminais e praça de Rio Branco

O parlamentar levanta outra questão: a necessidade de ampliação da vacinação no estado. O Acre continua no topo entre os estados que menos vacinaram contra a covid-19. Segundo dados nacionais, o estado imunizou 47,09% da população com duas doses, ficando atrás apenas de Amapá e Roraima, com 38,73% e 38,64%, respectivamente.

Com este cenário, Jenilson pede que o Governo ajude os municípios a traçar e desenvolver estratégias. “Em tese a responsabilidade direta da vacinação é dos municípios, mas em um momento como esse não podemos deixar isso só na mão das prefeituras. Precisamos criar estratégias para ampliar essa capacidade”, destacou.

O avanço da vacinação é a estratégia fundamental para evitar um colapso na rede pública de saúde e mortes, pois garante que o paciente não desenvolva um quadro grave da doença em que precise de oxigênio e ser internado em uma unidade de terapia intensiva (UTI).

“Quando estão com duas doses, essas pessoas evoluem de forma tranquila, mas temos aquelas que não tomaram nenhuma ou só tomaram uma dose e estamos vendo elas adoecerem e precisar de internação hospitalar”, alerta.

Leia Também:  Todos contra o Mosquito: Prefeitura de Cruzeiro do Sul realiza um grande mutirão de combate à dengue

O deputado acredita que estas medidas demonstraram o comprometimento do Governo no enfrentamento de mais uma onda de covid-19 no Acre.

Veja o Vídeo:

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA