RIO BRANCO

Tudo sobre Política

Prefeita Socorro Neri visita obras de infraestrutura e assina ordem serviço para recuperação viária na Regional 6 de Agosto

Publicados

Tudo sobre Política

A prefeita de Rio Branco, Socorro Neri, iniciou esta quarta-feira, 5, visitando algumas obras de infraestrutura que estão sendo realizadas neste segundo semestre.

Na ocasião, a gestora assinou a ordem de serviço para manutenção viária na Regional 6 de Agosto, intensificando a recuperação de ruas em 10 bairros da capital durante o período de estiagem.

Um dos trechos percorridos por Socorro Neri foi a pavimentação da Rua Francisco Sales, que interliga a Avenida Amadeo Barbosa aos bairros Canaã, Santa Inês, Belo Jardim e Parque Industrial, na BR-364.

A obra integra um conjunto de ações que inclui, também, revitalização e implantação de guarda-corpo da ponte do Igarapé Judia.

O trabalho na Regional 6 de Agosto é feito pela Empresa Municipal de Urbanização (EMURB), com recursos da Prefeitura. “Esta obra é de grande importância, uma vez que significa mais um trecho para otimizar o fluxo de veículos e de pessoas na cidade”, observou o engenheiro civil Marco Antônio Rodrigues.

Marcos Venicio de Oliveira, subsecretário de Infraestrutura e Mobilidade Urbana, ressaltou que o Ramal São José recebeu pavimento asfáltico em 2.740 metros, além de sinalização horizontal. “Neste ramal nós vamos fazer a manutenção de outro trecho com piçarramento em pontos críticos, estamos trabalhando com o objetivo de garantir a acessibilidade para a comunidade em geral”, observou.

Leia Também:  Michel Temer: Golpe desmoraliza o Brasil diante do mundo

Durante a visita técnica, a prefeita estava acompanhada de secretários municipais e presidentes de bairros. Respeitando as medidas de isolamento social, a prefeita Socorro Neri, conversou com servidores da UBS Antenor Francisco Ramos, localizada no bairro Canaã.

Para a prefeita, a visita às obras, bem como a ordem de serviço, é resultado de um trabalho criterioso da gestão que possibilitou executar e oferecer um serviço capaz de melhorar a qualidade de vida dos rio-branquenses.

“Eu só acreditei quando a obra começou, porque essa é uma promessa de décadas e ninguém fazia. Agora, uma realidade que beneficia a todos nós moradores. Antes, no período de chuva, a gente levava horas para chegar ao centro da cidade. Hoje, é cinco minutos. Fico contente, louvado seja Deus por essa conquista. Nós esperamos 20 anos por isso”, disse dona Aldecir Sampaio da Silva moradora do Ramal São José.

O líder comunitário Nilzomar Brito de Souza, observou: “a prefeita Socorro Neri sempre nos escutou. Desde quando assumiu a gestão, não só realizou a pavimentação das ruas principais do Canaã, mas também cuidou do tapa-buracos em outras vias e agora com a assinatura da ordem de serviço na nossa regional vai acelerar ainda mais, é uma grande conquista”.

Leia Também:  Tchê e Gerlen na arena! Estão com crise de identidade!

Sentimento comungado pelo presidente do bairro Belo Jardim, Israel dos Reis, o Mineiro. “Para nós dessa região, a pavimentação do Ramal São José é a segunda melhor obra, depois do Canal da Maternidade. Essa interligação é maravilhosa para essa comunidade”.

“Tá sendo feito um serviço muito bom, passo a passo. Na minha opinião, a prefeita Socorro Neri, em dois anos de mandato, tem sido mais eficiente que 10 anos de outros gestores”, comentou Lúcio Fonseca, morador do bairro Belo Jardim.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Tudo sobre Política

Jenilson Leite conclui agenda no Pará na Embrapa da Amazônia Oriental em busca da expansão da produção de açaí no Acre

Publicados

em

Nesta segunda-feira (6), o deputado estadual Jenilson Leite ( PSB) e a comitiva acreana de parlamentares, prefeito, secretários, vereadores e técnicos agrícolas que foram ao Estado do Pará com o objetivo de conhecer a cadeia produtiva e a indústria de açaí, concluíram a agenda com uma reunião com os pesquisadores da Embrapa da Amazônia Oriental. Ainda nesta segunda-feira, parte da comitiva esteve mais uma vez no Banco da Amazônia para discutir as linhas de créditos disponíveis para investir na produção em solo acreano.

Para o deputado Jenilson Leite, que articulou a ida da comitiva ao Pará, a ideia é desenvolver no Acre o mesmo modelo de cultiváveis do açaí, observando as peculiares do nosso estado, mas para isso é preciso do apoio da Embrapa e do Basa. ” Concluímos nossa agenda buscando apoio técnico e financeiro para investir na produção de açaí no Acre. Com o apoio do Basa e da Embrapa da Amazônia Oriental, os produtores paraenses conseguiram transformar o estado no maior produtor de açaí do Brasil. Alguns produtores trocaram a criação bovina e passaram a investir no plantio de açaí. O resultado tem sido positivo, gerando milhares de emprego, criação de mais de 300 indústrias e cinco bilhões reais por ano no PIB do estado, somente com a venda do fruto”, afirma Leite.

Na sede da Embrapa, a comitiva foi recebida pelos pesquisadores João Tomé de Farias Neto e Márcia Mota Maués, e o chefe geral da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Walkymário Lemos.

Leia Também:  Acreano de 15 anos se destaca em teste e é contratado pelo Avaí

Na palestra à comitiva, o pesquisador João Tomé, destacou a importância de fazer a confecção de mudas, adubação, espaçamento , polinização e o manejo da cultura da fruta como um todo. ” Não tenho dúvidas que neste evento todo mundo ganhou , porque foi uma troca de ideia entre o pesquisador e várias pessoas que são produtores de açaí. Para que realmente comece a dar certo é preciso que seja bem planejado, ou seja, implementar essas cultiváveis com sucesso”, destacou. Ele também enfatiza que para o Estado do Para, ” o açaí é a segunda cultura mais importante da Amazônia , depois da mandioca. Isso é uma alternativa econômica viável para o pequeno, médio e grande produtor, seja do Pará, seja do Acre”.

No tocante a produção do açaí, o pesquisador destaca que o estado produz em média 60 milhões de toneladas anualmente. ” Essa quantidade representa um volume bastante expressivo, porque totaliza quase 93% do fruto do açaí produzido na região da Amazônia. Se a gente transformar a produção em poupa para vender no estado e para exportações, chegamos a cifra de bilhões que o açaí promove na economia. Isso é mais importante do que toda a cadeia produtiva do cacau no Brasil”, destaca.

A pesquisadora Márcia Maués lembrou da importância de conversar áreas de florestas naturais no entorno dos plantios de açaí. ” Nós estamos estudando as interações plantas polinizadoras do açaí. E vimos que ele atrai uma mega diversidade de insetos florais, com destaque para as abelhas nativas com ferrão e sem ferrão. E para que ocorra a produção do fruto é muito importante que essas abelhas estejam presentes nas áreas cultiváveis e elas vem das florestas naturais, no entorno da plantação. Por isso, é importante conversar as florestas, porque sem abelhas não temos produção”.

Leia Também:  Prefeitura de Rio Branco abre inscrições para os Cursos de Aperfeiçoamento da Secretaria Municipal de Saúde

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Vereador diz que o prefeito Kiefer Cavalcante paga mais de 5 mil para dono de empresa que faz faculdade em Rio Branco – Vereador Ronaldo Reis de Feijó, gravou um vídeo onde fez graves denúncias contra a atual gestão do prefeito Kiefer Cavalcante a quem acusa de perseguição política e possível pagamentos irregulares em sua gestão. De acordo com o vereador, o prefeito demitiu a sua esposa só aconteceu depois que trouxe a tona um pagamento supostas irregularidades o que confirma a perseguição política que vem sofrendo por parte do gestor.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA