Tudo sobre Política

Plácido de Castro perde jogo do acesso para Carcará na Série D

Apoiado por sua torcida, o Salgueiro foi para cima desde o início do jogo e dominou a primeira etapa.

Publicados

Tudo sobre Política

Apoiado por sua torcida, o Salgueiro foi para cima desde o início do jogo e dominou a primeira etapa.

Plácido de Castro

Plácido de Castro

Escrito Por Futebol Do Interior

O Tigre do Abunã não foi páreo para o Salgueiro-SE, e no jogo da vida do time acreano o Carcará de Sergipe bateu o time do interior do Acre e conquistou o acesso a Série C. Ao time acreano, resta a grande campanha na competição, para criar forças para nova luta em 2014.

 grito que estava entalado na garganta do torcedor do Salgueiro desde o ano passado finalmente saiu. Nesse domingo, o Carcará do Sertão conquistou seu lugar de volta na Série C do Campeonato Brasileiro com uma vitória por 3 X 1 sobre o Plácido de CaFerramentasstro pela partida de volta das quartas de final da Série D, no Estádio Cornélio de Barros.

Como havia empatado o jogo de ida por 1 X 1, o time pernambucano garantiu o acesso de volta a Série C, um ano após seu rebaixamento, e uma vaga na semifinal da quarta divisão nacional de 2013 para enfrentar o Botafogo-PB, que também garantiu seu acesso nesse domingo.

E apoiado por sua torcida, o Salgueiro foi para cima desde o início do jogo e dominou a primeira etapa. A pressão no começou da partida foi grande e por pouco o Carcará não abriu o placar.

Na primeira grande chance, Fabrício Ceará apareceu livre dentro da área para completar de cabeça um cruzamento, mas o goleiro Robson apareceu pela primeira vez fazendo linda defesa e tocando a bola para escanteio. Na sequência, Vitor Caicó e Clebson também tiveram boas chances de balançar as redes, mas chutaram para fora.
Acuado, o Plácido de Castro demorou para entrar no jogo, mas começou a sair em contra-ataques a partir da metade do primeiro tempo, assustando a torcida adversária, que apoiava o Salgueiro sem parar com apitos e gritos de apoio.

Mas de tanto pressionar, o gol do Carcará finalmente saiu. Aos 40 minutos, em jogada do lateral-esquerdo Daniel, que foi à linha de fundo e cruzou, o zagueiro Gato tentou cortar a bola, mas acabou marcando gol contra 1 x 0 Carcará.

O desespero do time acreano foi trunfo do Salgueiro-SE, que ampliou o placar na etapa final

O segundo tempo foi mais equilibrado. Precisando ir para cima, o Plácido de Castro colocou velocidade no jogo e a partida ficou bastante corrida. Com boas chances para os dois lados, os goleiros passaram a ser mais acionados, mas o gol não saía, para alegria dos torcedores que faziam uma linda festa nas arquibancadas.

Essa festa cresceu ainda mais aos 15 minutos, quando o meia Clebson conseguiu descolar um cruzamento para a área e o atacante Fabrício Ceará completou de cabeça, testando com consciência para o fundo do gol de Robson e ampliando o placar para 2X0.

Desesperado atrás de um gol que colocaria o Plácido de volta no jogo, o time acreano se mandou para o ataque, mas passou a dar muito espaço para contragolpes do adversário. E justamente em um lance de velocidade o Salgueiro ampliou sua vantagem. Vitor Caicó foi lançado em velocidade e ainda chegou a driblar o goleiro antes de tocar de bico para o fundo do gol.

O Plácido ainda conseguiu descontar com o atacante Neto, aos 32 minutos, mas não teve forças para reverter o placar que garantiu a festa nas arquibancadas do Cornélio de Barros com o acesso do Salgueiro.

Para disputar novamente a competição o Tigre do Abunã tem quer ser bi-campeão acreano ou vice-campeão caso o Rio Branco ganhe o campeonato acreano, pois o Estrelão já tem vaga na Série D de 2014 após o rebaixamento deste ano

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  PGR pede novamente prisão de Rocha Loures ao STF

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Tudo sobre Política

Com emenda do deputado Leo de Brito, MPAC reforça ações de enfrentamento à violência de gênero

Publicados

em

Apoio ao combate à violência de gênero e, nas ações de atenção às vítimas desse tipo de violência, também são prioridades do mandato do deputado federal Leo de Brito (PT-AC). Nesta segunda-feira, 23, o parlamentar esteve no Ministério Público do Acre (MPAC) para acompanhar a implementação dos recursos de emenda destinados pelo seu mandato ao órgão.

Os recursos, na ordem de R$ 600 mil, estão sendo utilizados para melhorias na estruturação do Centro de Atendimento à Vítima (CAV) e do Núcleo de Apoio e Atendimento Psicossocial (Natera).

“Estou muito feliz com essa parceria que estamos fazendo do nosso mandato com o Ministério Público. Feliz por saber que esses recursos, que nós encaminhamos para o MP, estão sendo muito bem investidos em ações que chegam às pessoas, principalmente aquelas que são vítimas e precisam de assistência adequada. Estamos levantando essa temática importante do combate às violências de gênero, principalmente o feminicídio. Uma situação tão nefasta que temos, infelizmente, no Acre, sendo crescente desde 2018”, declarou o parlamentar.

Leo de Brito frisou ainda que o Ministério Público do Acre tem dado bom exemplo nas ações de enfrentamento aos crimes de gênero e está sendo replicado em outros Estados. “Além disso, estamos aqui chamando a atenção do país para a realização de uma audiência pública que vamos realizar nesta terça-feira, 24, na Câmara dos Deputados sobre o feminicídio e também discutir o Estatuto das Vítimas, que hoje está sendo feita no Congresso Nacional”, acrescentou o deputado.

Leia Também:  PGR pede novamente prisão de Rocha Loures ao STF

O procurador-geral de Justiça do MPAC, Danilo Lovisaro, agradeceu a parceria do parlamentar petista com o órgão. Lovisaro recordou da época que Leo de Brito foi acadêmico do curso de Direito da Universidade Federal do Acre (UFAC) e que hoje, ambos são colegas sendo professores do quadro de docentes do curso de Direito da universidade.

“Ele é muito sensível às causas do MP, em especial essa causa que é o nosso Centro de Atendimento à Vítima e nosso Núcleo de Atenção Terapêutica, órgão auxiliar do Ministério Público que exerce um papel relevante no que diz respeito à acolhida das vítimas e também à pesquisa e estudos relacionados ao fenômeno da violência, sobretudo no recorte da violência relacionada ao feminicídio. O deputado Leo contribui de forma muito importante com o Observatório com emenda parlamentar para a implementação de forma efetiva desse observatório e nós somos muito agradecidos por isso”, afirmou o procurador-geral.

A coordenadora do CAV, procuradora de Justiça Patrícia Rego, também destacou a satisfaço em receber o apoio do mandato de Leo de Brito por meio de emenda parlamentar diante da demanda existente no Estado.

Leia Também:  Projeto apoiado por Alan Rick é apresentado pela Secretaria de Segurança Pública do Estado

A coordenadora destacou que o Acre, atualmente, está no primeiro lugar do ranking de crimes de feminicídio.

“Nós moramos num Estado que ostenta índices de violência contra a mulher altíssimos. Violência sexual, violência doméstica e feminicídio. O Acre é o lugar menos seguro para uma mulher viver no Brasil, o país que está no quinto lugar dos que mais matam mulheres. Nossa média de morte de mulheres por feminicídio é bem maior que a média nacional. Isso já acontece há quatro anos. O deputado Leo alocar emendas do seu mandato a uma estratégia de enfrentamento de violência contra a mulher, especificamente com relação ao feminicídio, para nós, é motivo de felicidade e, aliás, é um exemplo que deve ser seguido”, disse Patrícia Rego.

A coordenadora explicou que o Observatório da Violência já existe e a emenda vem para aportar as tecnologias que vão melhorar o desempenho para realizar um trabalho de excelência. Há ainda o aporte para aquisição de veículos que vão auxiliar no apoio ao trabalho realizado pelo órgão.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA