RIO BRANCO

Tudo sobre Política

Mara Rocha realiza audiência pública pela comissão de Agricultura da Câmara no projeto de assentamento Baixo Verde

Publicados

Tudo sobre Política

Na última sexta-feira (26/11), a Comissão de Agricultura e Pecuária da Câmara dos Deputados realizou audiência pública no Projeto de Assentamento P.A Baixa Verde, em Senador Guiomard.
A reunião foi liderada pela Deputada Federal Mara Rocha, autora do requerimento que permitiu a audiência. Nela, mais de 200 assentados puderam manifestar à Comissão de Agricultura, ao INCRA e aos representantes dos aos órgãos ambientais como IBAMA e ICMBio e ao Ministério Público Federal, a preocupação com invasões na reserva legal e a exploração irregular de madeira.

A reunião foi gravada e todos os depoimentos dos produtores, ata, documentos contendo fotos e vídeos , apresentados pelos assentados, serão encaminhados para a Presidência da Comissão de Agricultura e Pecuária da Câmara Federal.

“A nossa intenção é criar um grupo de trabalho para debater e encontrar solução para os problemas enfrentados pelos assentados, devido às invasões nas reservas coletivas. Já identificamos que esse problema ocorre em quase todos os assentamentos” informou a Deputada.

“Por não ter um responsável direto, os crimes ambientais nas reservas coletivas ficam impunes, restando injustamente aos produtores assentados as penalidades pelos crimes praticados por pessoas alheias aos projetos. Quero agradecer a importante presença do Dr Sérgio Bayum , do INCRA, Dr Humberto Aguiar do Ministério Público Federal, Dra Melissa e Sebastião do IBAMA, Carlos Nasserala, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Rio Branco, Secretário Inácio, da Secretaria Municipal de Agricultura de Rio Branco e o Tenente Randson do Pelotão Florestal que muito contribuíram para essa audiência pública”, finalizou Mara Rocha.

Leia Também:  Videoconferências têm garantido a continuidade dos trabalhos legislativos, diz Nicolau Júnior

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Não vou munda meu voto, tenho costume de orar com minha palavra, diz vereador Jurandir. O clima na Câmara de Vereadores esquentou, após parte dos servidores da prefeitura de Brasileia tumultuar a sessão e descumprirem o Regimento Interno, por esse motivo, os vereadores chamou a atenção da Presidente da Casa, Arlete Amaral, por conta da sua inércia diante da situação vexatória. 

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Tudo sobre Política

Desportistas do handebol lamentam a falta de apoio da prefeita Fernanda Hassem com a modalidade

Publicados

em

Os jogadores de handebol do município de Brasileia lamentam a falta de apoio e incentivo da prefeitura de Brasileia, que mesmo o time levando o nome do município nas maiores competições e mais importante, não receberam apoio da gestão.

Os desportistas denunciam que na gerência de esportes de Brasileia está havendo favoritismo e que para a gestão não são todas as modalidades que importam e sim aquele onde praticam secretários e vereadores do município, enquanto os jogadores de Handebol fazem cotinha para tentar arcar com as despesas do time.

Além da cota entre os jogadores, o grupo recebe apoio do presidente do clube Ressaca, Clebson Venâncio e de Rodolfo que é da Central de bebidas que tem contribuído significativamente para que o time siga sempre levando o nome de Brasileia e até mesmo conquistando títulos.

Nos foi repassado também que a deputada estadual Maria Antônia e o ex-prefeito Dêda sempre ajudam, mas o time sequer pode anunciar pois causa sérios transtornos na região de fronteira. O que o grupo busca é apenas ajuda nos custos para participar de torneios e campeonatos de forma descente e não apenas no sufoco.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Beneficiados pelo crescimento econômico no setor de confecções, representantes de sindicato agradecem governador
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA