RIO BRANCO

Tudo sobre Política

Leo de Brito cobra de ministro solução para os 22 milhões de brasileiros que ficarão sem renda após fim do Bolsa Família

Publicados

Tudo sobre Política

Quais providências serão adotadas para atender os 22 milhões de brasileiros e brasileiras que ficarão sem auxílio após o fim do Bolsa Família e do Auxílio Emergencial, determinado pelo governo de Bolsonaro? É isso que quer saber o deputado federal Leo de Brito (PT-AC) e para prestar esse esclarecimento, o parlamentar conseguiu nesta quarta-feira, 24, a aprovação do requerimento Nº 272/2021 que solicita explicações ao ministro da Cidadania, João Roma, sobre a execução dos programas sociais Bolsa Família, Auxílio Emergencial e Auxílio Brasil.

“Com a criação do Auxílio Brasil, o governo federal deixou 22 milhões de pessoas sem nenhum auxílio. Para termos uma ideia, no Estado do Rio de Janeiro nós estamos falando de dois milhões de famílias sem renda, no Acre são quase 79 mil famílias. Estamos chegando às vésperas do Natal e essas famílias não terão nenhuma renda. Isso é muito preocupante”, afirma o deputado.

Leo de Brito reforça que a situação de vulnerabilidade econômica que esses milhões de pessoas estão sendo submetidas ao ficarem sem nenhum benefício federal requer muita atenção.

“Sabemos que a economia brasileira está patinando. A vinda do ministro da Economia, Paulo Guedes, à Câmara deixou isso ainda mais evidente. A inflação está alta. Estamos vendo isso no nosso dia a dia. Inclusive, já realizamos audiências para tratar da questão da alta da energia elétrica, sobre a questão dos combustíveis. E ainda bem que conseguimos aprovar a Lei do vale-gás, sancionado esta semana, que vai garantir o desconto de pelo menos 50% no valor da botija de gás de 13 quilos para a população de baixa renda. Mas, a situação de fome e calamidade que vive nosso povo requer providências urgentes do governo federal”, pontuou Brito.

Leia Também:  Acre tem enxadrista entre as 25 melhores dos Jogos Escolares Brasileiros, no Rio de Janeiro

O deputado acreano reafirmou que seguirá cobrando providências urgentes para a solução dos 22 milhões de brasileiros que estão sendo brutalmente afetados pelo fim do Bolsa Família e do Auxílio Emergencial e está recebendo apoio nessa luta que atinge os 27 Estados da federação.

O deputado federal Jorge Solla (PT-BA) subscreveu o requerimento apresentado por Leo de Brito e também deixou registrada sua preocupação com a situação dos milhares de brasileiros e brasileiras que estarão sem receber benefícios sociais. Solla classificou a exclusão do Bolsa Família como uma ação atabalhoada do governo de Bolsonaro e acrescentou que a criação do Auxílio Brasil é eleitoreira

“Ainda temos um ano desse governo pela frente e precisamos trabalhar para diminuir o impacto da destruição causada por Bolsonaro”, concluiu Solla.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: A presidente do SINTEAC Rosana Nascimento, falando sobre o Abono da rede municipal de Rio Branco.. “É o governador Gladson Cameli e suas presepadas…ele não respeita a Educação do Estado, não respeita os professores…ele nem sabe os valores que serão pagos.. nós estamos pedindo esse abano e o governo e a secretaria não nos recebe”, diz presidente do SINTEAC Rosana Nascimento.

Leia Também:  No Acre, após aposta com amigo, bombeiro perde 36kg em seis meses

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Tudo sobre Política

Jenilson Leite conclui agenda no Pará na Embrapa da Amazônia Oriental em busca da expansão da produção de açaí no Acre

Publicados

em

Nesta segunda-feira (6), o deputado estadual Jenilson Leite ( PSB) e a comitiva acreana de parlamentares, prefeito, secretários, vereadores e técnicos agrícolas que foram ao Estado do Pará com o objetivo de conhecer a cadeia produtiva e a indústria de açaí, concluíram a agenda com uma reunião com os pesquisadores da Embrapa da Amazônia Oriental. Ainda nesta segunda-feira, parte da comitiva esteve mais uma vez no Banco da Amazônia para discutir as linhas de créditos disponíveis para investir na produção em solo acreano.

Para o deputado Jenilson Leite, que articulou a ida da comitiva ao Pará, a ideia é desenvolver no Acre o mesmo modelo de cultiváveis do açaí, observando as peculiares do nosso estado, mas para isso é preciso do apoio da Embrapa e do Basa. ” Concluímos nossa agenda buscando apoio técnico e financeiro para investir na produção de açaí no Acre. Com o apoio do Basa e da Embrapa da Amazônia Oriental, os produtores paraenses conseguiram transformar o estado no maior produtor de açaí do Brasil. Alguns produtores trocaram a criação bovina e passaram a investir no plantio de açaí. O resultado tem sido positivo, gerando milhares de emprego, criação de mais de 300 indústrias e cinco bilhões reais por ano no PIB do estado, somente com a venda do fruto”, afirma Leite.

Na sede da Embrapa, a comitiva foi recebida pelos pesquisadores João Tomé de Farias Neto e Márcia Mota Maués, e o chefe geral da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Walkymário Lemos.

Leia Também:  Deputado Leo de Brito acionará ministérios da Justiça e da Defesa para reforçar para segurança na fronteira

Na palestra à comitiva, o pesquisador João Tomé, destacou a importância de fazer a confecção de mudas, adubação, espaçamento , polinização e o manejo da cultura da fruta como um todo. ” Não tenho dúvidas que neste evento todo mundo ganhou , porque foi uma troca de ideia entre o pesquisador e várias pessoas que são produtores de açaí. Para que realmente comece a dar certo é preciso que seja bem planejado, ou seja, implementar essas cultiváveis com sucesso”, destacou. Ele também enfatiza que para o Estado do Para, ” o açaí é a segunda cultura mais importante da Amazônia , depois da mandioca. Isso é uma alternativa econômica viável para o pequeno, médio e grande produtor, seja do Pará, seja do Acre”.

No tocante a produção do açaí, o pesquisador destaca que o estado produz em média 60 milhões de toneladas anualmente. ” Essa quantidade representa um volume bastante expressivo, porque totaliza quase 93% do fruto do açaí produzido na região da Amazônia. Se a gente transformar a produção em poupa para vender no estado e para exportações, chegamos a cifra de bilhões que o açaí promove na economia. Isso é mais importante do que toda a cadeia produtiva do cacau no Brasil”, destaca.

A pesquisadora Márcia Maués lembrou da importância de conversar áreas de florestas naturais no entorno dos plantios de açaí. ” Nós estamos estudando as interações plantas polinizadoras do açaí. E vimos que ele atrai uma mega diversidade de insetos florais, com destaque para as abelhas nativas com ferrão e sem ferrão. E para que ocorra a produção do fruto é muito importante que essas abelhas estejam presentes nas áreas cultiváveis e elas vem das florestas naturais, no entorno da plantação. Por isso, é importante conversar as florestas, porque sem abelhas não temos produção”.

Leia Também:  Deputado Leo de Brito diz que Paulo Guedes atesta o fracasso da política econômica do governo Bolsonaro

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Vereador diz que o prefeito Kiefer Cavalcante paga mais de 5 mil para dono de empresa que faz faculdade em Rio Branco – Vereador Ronaldo Reis de Feijó, gravou um vídeo onde fez graves denúncias contra a atual gestão do prefeito Kiefer Cavalcante a quem acusa de perseguição política e possível pagamentos irregulares em sua gestão. De acordo com o vereador, o prefeito demitiu a sua esposa só aconteceu depois que trouxe a tona um pagamento supostas irregularidades o que confirma a perseguição política que vem sofrendo por parte do gestor.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA