RIO BRANCO

Tudo sobre Política

Jean Carlos assume Amax e anuncia mudanças para duelo com Atlético-AC

Diretor técnico fica no comando da equipe como treinador interino.

Publicados

Tudo sobre Política

Diretor técnico fica no comando da equipe como treinador interino, no lugar de Paulo Capão, afastado do clube por cirurgia. e reiniciou treinos nesta terça (1º).

O diretor técnico da Amax, Jean Carlos Ferreira, vai comandar a equipe como treinador interino, no lugar de Paulo Capão, que ficará afastado do clube por causa de uma cirurgia odontológica. Jean Carlos não tem prazo determinado para ficar no cargo e iniciou os treinos com o elenco do Azulão na noite desta terça-feira (1º), no estádio Álvaro Felício Abrahão, em Xapuri, a 188km de Rio Branco.

Segundo ele, a ideia é intensificar os treinamentos táticos no decorrer da semana. O treinador interino pretende fazer mudanças entre os titulares para a partida contra o Atlético-AC, no sábado (5), na capital, pela terceira rodada do Campeonato Acreano. A definição do time principal deve sair durante o coletivo apronto, marcado para quinta-feira (3).

– Ficarei até o retorno do Paulo (Capão), que não sabemos ainda até quando fica afastado. Mas o foco agora é conseguir os primeiros pontos. Voltamos aos treinos e veremos o que é possível. É preciso mexer, principalmente na parte ofensiva – ressalta.

Leia Também:  Vox Populi aponta o prefeito de Rio Branco Marcus Alexandre liderando a Pesquisa para Governo do Estado

A Amax, sétima coloca no estadual, encara o Atlético-AC, terceiro, no sábado (5), a partir das 17h45 (local), no estádio Antônio Aquino, o Florestão, em Rio Branco.

Amax ainda não venceu no Campeonato Acreano 2016 e ocupa a sétima e penúltima posição (Foto: João Paulo Maia)

Amax ainda não venceu no Campeonato Acreano 2016 e ocupa a sétima e penúltima posição (Foto: João Paulo Maia)

Por GloboEsporte.com

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Tudo sobre Política

Jenilson Leite cobra retorno do Auxílio Covid e antecipação da Etapa Alimentação aos servidores da Saúde

Publicados

em

O Acre registrou somente esta semana, entre segunda-feira (17) e quinta (20), 1.679 novos casos de Covid-19, segundo dados da Secretaria de Estado de Saúde. Além destes dados oficiais do Estado, a Secretaria Municipal de Saúde de Rio Branco, disse que nesta quinta, o drive-thru montado na Arena da Floresta positivou 724 casos, apenas na Capital.

O deputado estadual e médico infectologista Jenilson Leite (PSB), divulgou um vídeo nesta sexta-feira (20), onde pontua ações que podem ser adotadas pelo Estado para mitigar a situação da população e dos servidores da Saúde diante desta terceira onda do coronavírus.

Entre as ações propostas pelo parlamentar estão o retorno do pagamento do Auxílio Covid, que começou a ser pago aos servidores em julho do ano passado e foi encerrado em dezembro. Ele pede também que o Governo antecipe o pagamento da Etapa Alimentação.

“Com aumento de internações, vamos precisar novamente dos nossos servidores de saúde que estão enfrentando uma terceira onda, e o Governo precisa retomar com o Auxílio Covid, precisa trazer para fevereiro aquela Etapa Alimentação que tínhamos pactuado e que seria para março, e precisa anunciar o reajuste linear para todos os servidores, inclusive os da saúde que mais uma vez se expõem diante da pandemia, e precisa ainda anunciar o concurso público para saúde”, pontua Jenilson.

Leia Também:  Com metade da população feminina, Cruzeiro do Sul não tem uma mulher sequer no meio de 14 vereadores empossados

O parlamentar levanta outra questão: a necessidade de ampliação da vacinação no estado. O Acre continua no topo entre os estados que menos vacinaram contra a covid-19. Segundo dados nacionais, o estado imunizou 47,09% da população com duas doses, ficando atrás apenas de Amapá e Roraima, com 38,73% e 38,64%, respectivamente.

Com este cenário, Jenilson pede que o Governo ajude os municípios a traçar e desenvolver estratégias. “Em tese a responsabilidade direta da vacinação é dos municípios, mas em um momento como esse não podemos deixar isso só na mão das prefeituras. Precisamos criar estratégias para ampliar essa capacidade”, destacou.

O avanço da vacinação é a estratégia fundamental para evitar um colapso na rede pública de saúde e mortes, pois garante que o paciente não desenvolva um quadro grave da doença em que precise de oxigênio e ser internado em uma unidade de terapia intensiva (UTI).

“Quando estão com duas doses, essas pessoas evoluem de forma tranquila, mas temos aquelas que não tomaram nenhuma ou só tomaram uma dose e estamos vendo elas adoecerem e precisar de internação hospitalar”, alerta.

Leia Também:  Presidente da Câmara de Brasileia, Rogério Pontes e vereador Mário Jorge acompanham os trabalhos da Ponte do ramal 59 sobre o Rio Xapuri

O deputado acredita que estas medidas demonstraram o comprometimento do Governo no enfrentamento de mais uma onda de covid-19 no Acre.

Veja o Vídeo:

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA