RIO BRANCO

Geral

Governo empossa 48 novos servidores para atuar na Sehab

Profissionais de nível médio e superior foram empossados na manhã desta terça-feira, 1°, pelo governo do Estado, para atuar na Secretaria de Estado de Habitação e Interesse Social (Sehab).

Publicados

Geral

Profissionais de nível médio e superior foram empossados na manhã desta terça-feira, 1°, pelo governo do Estado, para atuar na Secretaria de Estado de Habitação e Interesse Social (Sehab).

 Por  Nayanne Santana 

Governo empossa 48 novos servidores

São 48 novos servidores públicos de diversas áreas, entre elas: auxiliar administrativo, administrador, arquitetura, engenharia civil, engenharia elétrica, gestão ambiental e outras.

“São pessoas muito bem-vindas, que vão contribuir com todos os setores da Sehab, seja na área administrativa, na parte das obras lembrando que a secretaria é responsável por cinco contratos de PAC [Programa de Aceleração do Crescimento], portanto são obras importantes que o governo do Estado deve entregar até o final de 2018”, disse Janaína Guedes, secretária de Habitação.

Sawana Carvalho, secretária de Estado de Gestão Administrativa, ressaltou que a partir desse concurso foi possível criar um corpo de servidores públicos para a Secretaria de Estado de Habitação. “A Sehab executa um trabalho essencial dentro da gestão de governo. Realiza sonho de cidadãos que almejam a casa própria por meio de um projeto espetacular, a Cidade do Povo, implantado pelo governador Tião Viana”, pontuou.

Leia Também:  Prefeito Ilderlei Cordeiro intensifica os trabalhos de limpeza da vias públicas do município

Sonho realizado

Governo empossa 48 novos servidores 1

Entre os 48 novos servidores está a assistente social Thalita Lima. Por 10 anos ela trabalhou com contrato terceirizado e por meio concurso simplificado viu a possibilidade de conquistar a segurança no trabalho.

“Comecei trabalhando fazendo cadastro nas Zonas de Atendimento Prioritário [ZAP], era contratada por uma empresa terceirizada. Meus colegas e eu sempre carregávamos o medo de ser demitido. Era tudo muito incerto. Agora, pela benção de Deus, fiz esse concurso e passei. É um sonho realizado. Estou muito feliz e farei o melhor no trabalho”, declarou a empossada.

Um Estado de resistência

Governo empossa 48 novos servidores 8

Andréa Zílio, secretária de Comunicação, frisou que mesmo diante da crise financeira e política que o país enfrenta o governo do Acre faz investimentos na contratação de servidores públicos.

“Vemos Estados que estão pagando salários parcelados, mas o Acre é um Estado de resistência. Mesmo diante desse cenário o governo está promovendo concursos públicos. Isso é inédito em um período de crise no qual há governos pagando salários parcelados, outros sequer pagaram décimo terceiro e iniciaram o ano endividados. A gente conseguir isso é para provar que o Acre é mesmo aguerrido, um estado de resistência”, concluiu Andréa Zílio.

Leia Também:  Exclusivo: Deputados do Acre acabam com auxílios e qualquer forma de vantagem indevida

Governo empossa 48 novos servidores 7

Governo empossa 48 novos servidores 6

Governo empossa 48 novos servidores 5

Governo empossa 48 novos servidores 3

Governo empossa 48 novos servidores 2

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Geral

Pelo segundo ano, procissão de São Sebastião é substituída por carreata em Xapuri devido à pandemia

Publicados

em

Fiéis celebram o dia de São Sebastião, padroeiro de Xapuri no AC com carreata — Foto: Maria Eduarda/Arquivo pessoal

Devido o aumento dos casos de Covid-19 no Acre, a Paróquia de Xapuri, no interior do Acre, substituiu a tradicional procissão que celebra a festa do padroeiro do município, São Sebastião, por uma carreata.

“Vamos optar por fazer uma grande carreata, porque vêm muitas pessoas e não queremos ser responsáveis pela disseminação do vírus, então, optamos por fazer a carreata”, disse o pároco da cidade, padre Antônio Menezes.

Conforme o boletim diário da Secretaria Estadual de Saúde do Acre (Sesacre), no mês de janeiro foram registrados mais de 3 mil casos de Covid-19, sendo que nessa quarta-feira (19), foi o recorde desde o início da pandemia, com 1.172 casos positivos.

As celebrações do padroeiro começaram ainda no dia 12 deste mês e encerram nesta quinta-feira (20), com a carreata. Ao longo dos últimos dias foram feitas missas e quermesse.

Em 2021, a festa também ocorreu apenas com a carreata. Este é o segundo ano em que a procissão é substituída. O padre ressalta que é importante que a celebração aconteça porque é uma forma de os fieis cultivarem a fé, que também é um refúgio no momento de pandemia.

Leia Também:  Segurança realiza reunião para redefinir metas de combate ao crime

“O ser humano é perpassado pela esperança, nada pode nos limitar e o Espírito Santo vai agir, hoje, através dessa carreata. Não vamos andando, mas vamos de carro e estamos felizes porque, graças a Deus, tudo está acontecendo dentro dos conformes, todo mundo se precavendo e participando. Mesmo em tempo de pandemia, estamos fazendo uma linda festa, não podemos fazer a procissão, mas não deixamos de celebrar”, acrescentou.

Durante os dias de novenário, o padre informou que o movimento com presença dos fieis chegou a dobrar, e passou de 200 para até 400 pessoas durante os encontros que ocorreram diariamente em vários horários.

Além disso, o padre pontuou que foram respeitados os protocolos de segurança e prevenção contra a Covid-19.

“Estamos usando máscaras, álcool em gel, a quermesse fora e não dentro do salão paroquial para ser em espaço aberto. Estamos nos precavendo e, claro, se for preciso a gente suspender [a presença de público] e ser uma festa on-line vamos cumprir. Queremos cumprir todos os decretos possíveis e estamos rezando que São Sebastião, que é o patrono e grande defensor das festas, nos proteja. Cremos que ele vai fazer o melhor por nós”, explicou quando a festa foi lançada. Por G1 Acre.

Leia Também:  Tião Flores e Raimundão Fazem Visitas nos Bairros de Epitaciolândia

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Em meio a maior crise do sistema de transporte coletivo dos últimos tempos, a população de Rio Branco vive um dilema e acorda todo dia sem saber se terá ônibus passando em sua região. O prefeito Tião Bocalom tentou amenizar o problema repassando R$ 2 milhões e quatrocentos mil para as empresas quitar os débitos com empregados, acordo não cumprido e que foi um dos motivos para a intervenção no setor.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA