RIO BRANCO

Tudo sobre Política

Folha reconhece “fracasso inegável” do governo Bolsonaro, que apoiou na eleição de 2018

Publicados

Tudo sobre Política

Jornal Folha de S.Paulo e o presidente Jair Bolsonaro – Foto: Webysther/CC | Alan Santos/PR

O jornal Folha de S.Paulo desistiu em definitivo de Jair Bolsonaro e resolveu reconhecer o fiasco de seu governo. “Decorridos dois terços do governo Jair Bolsonaro, o saldo é um fracasso inegável e, tudo indica, irreversível”, afirma  editorial da família Frias. Em 2016, o jornal foi um apoiador entusiasmado do golpe contra Dilma Rousseff e, em 2018, apresentou uma suposta “neutralidade” que teve como objetivo atacar de maneira brutal Fernando Haddad.

Num editorial em 29 de setembro de 2018, sob o título “A hora do compromisso”, o jornal publicou: “A agressão constante a decisões legítimas da Justiça e do Congresso, bem como o recurso sistemático à corrupção nas gestões petistas, ainda não foi objeto de autocrítica da legenda nem de seu candidato”. Fez críticas a Bolsonaro, mas voltou-se, com esperança, para o presidente que agora abandona: “É o momento de corrigir, em linguagem clara, esse conjunto de afrontas ao patrimônio civilizatório”.

Os ataques continuados ao PT e a Haddad fizeram com que o ex- candidato desistisse de ser colunista do jornal em 9 de janeiro deste ano. Ponderou Haddad sobre a situação em artigo de despedida de sua função: “Quando fui convidado para ser colunista da Folha, relutei em aceitar. Na época, me incomodava o posicionamento do jornal no segundo turno das eleições de 2018. Pareceu-me uma falsificação inaceitável um órgão de imprensa que apoiou o golpe militar de 1964 equiparar, em editorial, um professor de teoria democrática a uma aberração saída dos porões da ditadura. Àquela altura, a Folha já sabia que a família Bolsonaro era autoritária e corrupta, mas entendia que a agenda econômica neoliberal de Paulo Guedes compensaria o risco. Teria sido mais correto assumir isso publicamente”.

Leia Também:  Prefeito Zequinha cobra providências de agências bancárias por aglomeração em filas de benefício

Sobre Bolsonaro, no editorial desta quarta-feira, a Folha continua: “Não se vê em Brasília pensamento, liderança ou mera disposição para levar adiante uma agenda que permita ao país chegar ao final de 2022 em condições melhores que as herdadas pelo mandatário”.

O jornal destaca que “não houve nova política, muito menos combate à corrupção”. “O centrão ganhou protagonismo inédito, a Procuradoria-Geral perdeu em autonomia e a Polícia Federal teve dirigentes trocados ao sabor das preocupações do Planalto com aliados e familiares”, diz.

“O malogro de seu governo se deve ao despreparo e à indolência, não a sabotagens e conspirações imaginárias. A perspectiva de derrota nas urnas, que desencadeou toda a atual gritaria golpista, decorre tão somente da constatação do óbvio pelo eleitorado”.

E veja também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: O empresário do ramo da construção civil, Candiru, transmitiu uma live para fazer alguns questionamentos semelhantes aos que o vice-governador Major Rocha fez recentemente, como por exemplo, os que tem vez no governo de Gladson Cameli que segundo Candiru e o vice são os parentes, os amigos mais próximos e as empresas de Manaus.

Leia Também:  TSE inclui financiamento dos atos de 7 de setembro no inquérito contra Bolsonaro

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Tudo sobre Política

Gladson Cameli está prestes a perder emenda de R$ 2 milhões destinado por Mara Rocha para construção de centro de apoio aos deficientes visuais por falta de empenho de Secretaria de Educação

Publicados

em

Ainda em 2019, a Deputada Mara Rocha se reuniu com representantes dos Deficientes Visuais e assumiu o compromisso de indicar emenda para Construção de um Centro de Apoio aos Deficientes Visuais, ligado à Secretaria de Estado da Educação.

Em cumprimento ao seu compromisso, Mara Rocha apresentou a emenda 40380013, no valor de R$ 2 milhões, junto ao FNDE, tendo como beneficiária a Secretária de Educação do Governo do Estado, Estes valores foram disponibilizados no começo de 2020, para que o Governo apresentasse o projeto e cumprisse as exigências para liberação dos recursos. E o processo não teve maiores mudanças no período.

Preocupada com a demora, a parlamentar buscou auxílio junto à Secretaria de Governo, na tentativa de agilizar os trâmites do projeto e foi informada que o projeto está parado por falta de atendimento, por parte do governo do Estado, das diligências pedidas pelo FNDE.

“A ideia sempre foi de construirmos um projeto, em conjunto com a Secretaria de Educação e representantes das pessoas com deficiência para que o Acre tivesse um centro de atendimento aos deficientes visuais. Infelizmente soube hoje que a emenda está paralisada e sequer foi gerado o termo de compromisso para começo das obras porque o Governo do Estado não respondeu aos pedidos feitos pelo FNDE”, informou a parlamentar.

Leia Também:  “André Pepitone da ANEEL enche linguiça na Aleac e conta de energia vai continuar cara

Isso é algo que me deixa muito frustrada, pois esse Centro foi um compromisso firmado pelo antigo Secretário de Educação com os deficientes visuais e comigo. Estamos falando de R$ 2 milhões que o Governo do Estado, através da sua Secretaria de Educação, está abrindo mão. Não posso acreditar que essa atitude seja motivada por questões políticas, pois isso seria um desrespeito aos deficientes, que sonham com esse Centro. É inadmissível que a Secretaria de Educação não consiga responder às diligências solicitadas. A verdade é que há chances reais de perdermos essa emenda”, finalizou Mara Rocha.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Vereadora Neiva Badotti – “Não me manda recado, mais! Este tipo de recado é de quem deve, é de quem está com medo, eu vou continuar fiscalizando, denunciando doa a quem doer. Eu tenho certeza que essas denuncias não vão passar despercebidas, eu confio plenamente no Poder Judiciário na Policia Federal que não vão usar dois pesos e duas medidas para ninguém. Ninguém está acima da Lei, nem a senhora prefeita, nem o Governo do Estado e nem o presidente da República interfere na PF, não me mande mais recado!!”, concluiu a parlamentar.

Leia Também:  Presidente da Câmara de Brasileia Rogério Pontes prestigia confraternização da Escola Municipal Valdomiro Barroso

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Página do Instagram 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA