Tudo sobre Política

Filho de Jair Bolsonaro posta foto de homem sendo sufocado por sacola plástica, em uma demonstração de tortura

O vereador explicou que não teve a intenção de fazer apologia à tortura, e se limitou a dizer que apenas compartilhou o conteúdo de autoria de outra pessoa.

Publicados

Tudo sobre Política

O vereador explicou que não teve a intenção de fazer apologia à tortura, e se limitou a dizer que apenas compartilhou o conteúdo de autoria de outra pessoa.

Crédito: reprodução/Instagram/@carlosbolsonaroCarlos Bolsonaro faz publicação que remete à tortura e internautas o acusam de homofobia

Nesta terça-feira, 25, o vereador do Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro (PSL) fez uma publicação perturbadora em seu Stories do Instagram.

O filho do candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) postou uma foto em que mostra um rapaz sendo sufocado por uma sacola plástica e com muito sangue à mostra, em uma clara demonstração de tortura. O jovem carrega a hashtag #EleNão pintada em seu peito, em menção à campanha das redes sociais em repúdio ao candidato do PSL.

A imagem foi acompanhada da seguinte frase “Sobre pais que choram no chuveiro!”, e gerou diversas especulações nas redes sociais.

Por conta da publicação, Carlos Bolsonaro foi acusado de fazer apologia à tortura de LGBTs, já que a frase “sobre pais que choram no chuveiro” é comumente usada para fazer referência a pais de LGBTs que não aceitam a orientação sexual ou a identidade de gênero dos filhos.

Leia Também:  Infraestrutura: Prefeita Socorro Neri autoriza ações de reforço na regional do Calafate

Após ver seu post viralizar nas redes sociais, o vereador se manifestou por meio de sua conta no Twitter.

“Novamente inventam como se eu tivesse divulgado uma foto dizendo que quem escreve a hashtag #elenao mereceria alguma maldade. Não, canalhas! Foi apenas a replicação da foto de alguém que considera isso uma arte. Me agradeçam por divulgar e não mintam como sempre! Segue a verdade:”

Por catracalivre.com

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Tudo sobre Política

Jesus Sérgio aprova requerimento para ministro de Minas e Energia esclarecer os aumentos dos combustíveis

Publicados

em

A Comissão de Minas e Energia aprovou nesta quarta-feira (18), o requerimento de autoria do deputado Jesus Sérgio (PDT), que solicita uma audiência pública com a presença do novo ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, para prestar esclarecimentos sobre a política de preço da Petrobras que resulta do aumento da gasolina e no gás de cozinha.

Além disso, o requerimento do parlamentar também insere na discussão a construção de gasoduto e os programas Mais Luz para a Amazônia e Luz para Todos.

“Precisamos saber o que o Ministério de Minas e Energia pode fazer para impedir esses sucessivos aumentos no preço da gasolina e do gás de cozinha. A população anda pagando um preço muito alto nos combustíveis, por isso, precisamos de uma posição mais eficaz do governo”, afirmou Jesus Sérgio.

O presidente da Comissão, deputado Fábio Schiochet, afirmou que em breve o ministro Adolfo Sachsida, estará na Câmara para se reunir com os parlamentares.

Veja o Vídeo:

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Deputada Perpétua Almeida defende PL que suspende parcelas de financiamento de veículos para taxistas
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA