RIO BRANCO

Tudo sobre Política

Fernando Haddad pede que Bolsonaro seja afastado e preso pelo “ataque grotesco” à democracia

Publicados

Tudo sobre Política

Fernando Haddad e o presidente Jair Bolsonaro – Foto: Reprodução/Facebook | REUTERS/Adriano Machado

O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad  qualificou as manifestações antidemocráticas convocadas por Jair Bolsonaro para esta terça-feira (7) como um “espetáculo grotesco”e defendeu que ele seja “afastado das suas funções e preso”. 

“Em um país minimamente democrático, Bolsonaro seria afastado das suas funções e preso. Só pelo espetáculo grotesco de hoje, que avacalha o Brasil diante do mundo”, postou Haddad no Twitter.

A postagem foi feita na esteira da invasão da Esplanada dos Ministérios por manifestantes bolsonaristas na noite desta segunda-feira (6). 

A invasão levou a cúpula do Supremo Tribunal Federal(STF) a avaliar a convocação das Forças Armadas para proteger a sede da Corte dos manifestantes bolsonaristas em Brasília. Fonte: Brasil 247

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: recentemente o vice-governador do Estado do Acre, Major Rocha e deputada deputada federal Mara Rocha se manifestaram contra o Projeto de Lei nº 122/2021 que determina uma quarentena de 5 anos para profissionais de segurança pública, juízes e promotores que pretendem concorrer como atualização de 2022, ou seja, para que esses profissionais possam concorrer como atualização, eles devem ter cinco anos de afastamento do serviço público.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias , seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos , seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci , seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Em evento com a presença de Marina, Rede lança seu pré-candidato a prefeito de Rio Branco

Propaganda

Tudo sobre Política

Vereadora Neiva pede investigação do MP sobre suposta troca de favores entre os Poderes Executivo e Legislativo

Publicados

em

Vereadora Neiva Badotti de Brasileia – Foto: Alemão Monteiro / 3 de Julho Notícias

Na manhã desta quarta-feira (07), parte dos vereadores do município de Brasileia foram surpreendidos por uma informação inesperada por parte da vereadora Neiva Badotti (PSB) a cerca de indícios de corrupção que estaria havendo entre os Poderes Executivo e Legislativo.

A princípio, a parlamentar apresentou um ofício para que fosse enviado para a Polícia Federal pedindo uma investigação para saber se está havendo troca de favores entre a prefeita e parte dos vereadores do município, mas como previsto boa parte foram contra.

Diante do resultado da votação, a vereadora informou que independente da vontade dos demais parlamentares a investigação irá acontecer pois a mesma já fez uma denúncia no Ministério Público mostrando as evidências que existem e agora é só aguardar.

Mas o que chamou a atenção foi o comportamento dos parlamentares diante da informação passada pela vereadora Neiva sobre a investigação onde se sentiram ofendidos por estarem sendo acusados de corrupção e pediram que fosse criado um conselho de ética para analisar a conduta da vereadora.

Leia Também:  Homem de confiança de Gladson Cameli é um preso da Máfia das Ambulâncias no Congresso

Não deu para entender tamanho alvoroço entre os vereador Elenilson Cruz (PT), Jurandir Queiroz (PROS), Leonir (PP), Marquinhos (PMDB) e Marinete (PT), pois o que está sendo tratado é uma investigação por meio de indícios que vai dizer se há ou não corrupção entre os Poderes e quem não deve não teme, deixa as investigações acontecer para saber o que de fato há por trás da relação dos poderes.

Veja o Vídeo:

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Vereador diz que o prefeito Kiefer Cavalcante paga mais de 5 mil para dono de empresa que faz faculdade em Rio Branco – Vereador Ronaldo Reis de Feijó, gravou um vídeo onde fez graves denúncias contra a atual gestão do prefeito Kiefer Cavalcante a quem acusa de perseguição política e possível pagamentos irregulares em sua gestão. De acordo com o vereador, o prefeito demitiu a sua esposa só aconteceu depois que trouxe a tona um pagamento supostas irregularidades o que confirma a perseguição política que vem sofrendo por parte do gestor.

Leia Também:  Em evento com a presença de Marina, Rede lança seu pré-candidato a prefeito de Rio Branco

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA