RIO BRANCO

Tudo sobre Política

Ex-empregado afirma que ex-mulher de Bolsonaro forjou roubo de Land Rover para receber seguro

Publicados

Tudo sobre Política

A Reportagem teve acesso ao processo que Ana Cristina moveu contra a Porto Seguro na 1ª Vara Cível da Barra da Tijuca – Foto: Reprodução

O ex-empregado da família Bolsonaro Marcelo Luiz Nogueira dos Santos afirmou, em entrevista à coluna, que Ana Cristina Valle, ex-mulher de Jair Bolsonaro, forjou o roubo de um carro, em fevereiro de 2008, para receber o valor de R$ 135.135 referente ao seguro do veículo. As informações e do site Metrópoles

De acordo com Marcelo Luiz, o episódio ocorreu quando Ana Cristina já estava separada de Bolsonaro. O automóvel seria da marca Land Rover, cujo modelo mais barato hoje não sai por menos de R$ 200 mil.

Marcelo Luiz afirmou que o golpe foi aplicado por ela e por um miliciano de Rio das Pedras, favela da Zona Oeste do Rio de Janeiro, controlada por milicianos.

O suposto miliciano, também chamado Marcelo, teria sido um namorado de Ana Cristina, com quem ela se envolveu após se separar de Bolsonaro.

O carro teria sido escondido na oficina do suposto miliciano, no bairro da Penha, na Zona Norte da capital fluminense. Nos fundos da oficina, funcionava, segundo o ex-empregado do clã, um desmanche de carros.

Ana Cristina e o miliciano, de acordo com Marcelo Luiz, teriam fechado um acordo para ele esconder o carro enquanto ela reportaria o roubo e pediria o valor do seguro à seguradora Porto Seguro.

Marcelo Luiz diz que Jair Bolsonaro soube da tentativa de golpe e teria avisado a Porto Seguro sobre o plano, travando o pagamento e fazendo com que Ana Cristina ficasse sem o dinheiro e sem o carro.

“Bolsonaro desconfiou e a denunciou para a Porto Seguro. Tanto que o seguro foi embargado, e não saiu até hoje. Tem esse processo. Ela arrumou essa treta e ficou no prejuízo, porque o cara ficou com o carro, já era um acordo, e ela tomou prejuízo. Tomou esse golpe”, disse Marcelo Luiz. A sentença do processo movido por Ana Cristina, entretanto, aponta que a Porto Seguro foi condenada a arcar com o pagamento integral do seguro.

Mais de uma década depois, em 2018, Ana Cristina declarou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ter apenas um automóvel: um Honda Fit de 2013, com valor de R$ 60 mil.

Leia Também:  Prefeito de Assis Brasil, Antônio Barbosa, se reúne com Defesa Civil do Estado para receber suporte relacionado aos imigrantes

Procurada, a seguradora Porto Seguro afirmou que não se pronuncia sobre eventuais clientes.

Ação judicial

A coluna teve acesso ao processo que Ana Cristina moveu contra a Porto Seguro na 1ª Vara Cível da Barra da Tijuca. Ela entrou com a ação alegando que o automóvel tinha sido roubado e que deveria ser ressarcida até o dia 2 de abril – dia seguinte ao suposto roubo – em R$ 135.135. Segundo a ação, a Porto Seguro alegou que o pagamento foi suspenso por determinação da autoridade policial, o que levou Ana Cristina a mover uma nova queixa, exigindo o pagamento de danos morais.

Ana Cristina foi denunciada pelos crimes de fraude para recebimento de indenização ou valor de seguro e pelo de comunicação falsa de crime, mas acabou absolvida em fevereiro de 2011 por falta de provas.

Já a seguradora foi condenada a pagar os R$ 135.135 para Ana Cristina e a arcar com os honorários do processo. A ação por danos morais foi rejeitada pela juíza Erica Batista De Castro.

Em maio de 2011, o desembargador André Andrade, da Sétima Câmara Cível, rejeitou a apelação de Ana Cristina, que pedia a condenação da seguradora por danos morais, e acolheu um pedido da Porto Seguro para que corrigisse os juros que seriam aplicados ao montante devido à ex-mulher de Bolsonaro. O desembargador também julgou que os honorários teriam de ser divididos entre as partes.

Como foi o divórcio de Ana Cristina e Jair Bolsonaro?

Nessa partilha de bens, na época, ela arrumou um monte de tretas, sumiu. Lembra da história do Banco do Brasil? Ela tinha dois cofres no Banco do Brasil. Depois da separação, ela disse que furtaram. Sumiu tudo o que estava no cofre. Tinha joias, dinheiro… Ela entrou com um processo contra o Banco do Brasil, mas quando foi intimada, não foi. Ela viu que fez merda e por isso nem apareceu. O processo ficou rolando. Ela que limpou o cofre. E ainda teve a história da Land Rover, que estava no nome dela. Ela forjou o furto da Land Rover e deu entrada no seguro.

Leia Também:  Prefeitura de Brasileia celebra Dia do Conselheiro Tutelar

Como ela forjou o furto?

Saiu com o carro e disse que foi assaltada.

Onde ela colocou o carro?

Na época, ela saía com um miliciano no Rio das Pedras, um tal de Marcelo.

Ela namorava esse miliciano?

Sim. Foi depois da separação [de Jair Bolsonaro]. Ela conheceu esse miliciano, que era dono de uma pizzaria chamada Fortaleza. Acho que está até preso. Junto com ele, Ana Cristina forjou esse roubo.

E ela escondeu a Land Rover com esse namorado?

É. Foi armação dos dois. Ele tinha uma oficina na Penha, mas, na verdade, no fundo era um desmanche de carros. Aí essa Land Rover foi parar lá, porque eles fizeram um trato de ele ficar com o carro e ela dar entrada no seguro. Forjaram o roubo, e ela foi dar entrada no seguro, que era da Porto Seguro na época. Só que Bolsonaro desconfiou e a denunciou à Porto Seguro, tanto que o seguro foi embargado. Foram para a Justiça e tudo. E ela arrumou essa treta e ficou no prejuízo, porque o cara ficou com o carro, já era um acordo, e ela tomou prejuízo, tomou esse golpe.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: O deputado Edvaldo Magalhães usou a tribuna da para expor a sua indignação tanto com o governo do estado, bem com os colegas deputados da base do governador que resolveram defender a Energisa. Empresa esta que tem tornado a vida dos acreanos mais difícil. Hoje, os acreanos pagam uma conta altíssima que na maioria das vezes o trabalhador não consegue pagar pois a inflação está nas alturas e como se não bastasse recentemente foi anunciado mais um aumento.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Tudo sobre Política

Diretores de escolas do Guajará, estão revoltados com os “kits de merenda escolar” enviados pela prefeitura a famílias dos estudantes

Publicados

em

Foram dois anos de economia com recursos da educação, isso por conta da Pandemia da Covid-19, que paralisou as atividades escolares no Brasil inteiro e nem assim, alguns gestores não tiveram responsabilidade com os recursos da educação.

Nossa redação recebeu uma denúncia da direção de uma escola de Guajará – AM, cidade que faz fronteira com o Acre e que é administrada pelo prefeito Ordean Silva (PP) e que vem sendo bastante criticado por alguns atos que foram feitos durante essa pandemia; sem nenhuma transparência.

A gestora diz que é uma falta de respeito o que a secretaria de educação de Guajará tem feito com a comunidade escolar do município, mandando um kit alimentação de dar angústia e revolta.

“Gente estamos postando aqui os kits que a prefeitura mandou para nossa escola, não sei se para as outras foi assim, mas isso aqui é o que ele acha justo? Foram quase dois anos sem aulas presenciais e o correto seria a prefeitura fazer uma cesta básica todo mês para cada família de estudante; ”isso como que fosse a merenda escolar que não tiveram, disse a gestora revoltada.

Leia Também:  Prefeitura de Rodrigues Alves adquire duas máquinas através do Calha Norte, por meio da emenda parlamentar da Deputada Jéssica Sales

A mesma não quis se identificar por questões pessoais, mas nos mostrou o kit que a prefeitura mandou fazer para as famílias dos estudantes da rede municipal.

Os itens são: 01 kg’ de arroz, um kg de farinha, um kg de feijão, macaxeira, um pacotinho de biscoito de goma, banana grande quase estragando, um coloral e uma melancia.

“Isso é cesta básica que se entregue para uma família? Indagou a gestora. O prefeito deveria ter vergonha de uma situação dessa, será que ele se sentiria feliz de receber uma cesta básica com esses itens? Finalizou a mulher revoltada.

Nossa reportagem tentou fazer contato com o prefeito Ordean Silva, mas até o fechamento da matéria não obtivemos sucesso.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Não vou munda meu voto, tenho costume de orar com minha palavra, diz vereador Jurandir. O clima na Câmara de Vereadores esquentou, após parte dos servidores da prefeitura de Brasileia tumultuar a sessão e descumprirem o Regimento Interno, por esse motivo, os vereadores chamou a atenção da Presidente da Casa, Arlete Amaral, por conta da sua inércia diante da situação vexatória. 

Leia Também:  Prefeito de Assis Brasil, Antônio Barbosa, se reúne com Defesa Civil do Estado para receber suporte relacionado aos imigrantes

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA