RIO BRANCO

Tudo sobre Política

Em busca da 1ª vitória, Alto Acre pega Rio Branco, que quer embalar

Duelo abre a 5ª rodada do Campeonato Acreano, neste domingo (29), no estádio Florestão, na capital.

Publicados

Tudo sobre Política

Duelo abre a 5ª rodada do Campeonato Acreano, neste domingo (29), no estádio Florestão, na capital. Papagaio da Fronteira é 7º e Rio Branco o 4º na classificação

Empate na última rodada deixou Alto Acre longe do G-4 do Acreano. Lateral-direito Pedro Balú deve reestrear com a camisa do Rio Branco neste domingo.  (Foto: João Paulo Maia)

Empate na última rodada deixou Alto Acre longe do G-4 do Acreano. Lateral-direito Pedro Balú deve reestrear com a camisa do Rio Branco neste domingo. (Foto: João Paulo Maia)

Alto Acre e Rio Branco abrem, neste domingo (29), às 15h30 (local), no estádio Florestão, na capital acreana, a 5ª rodada do Campeonato Acreano de futebol profissional. Enquanto o Papagaio da Fronteira busca a primeira vitória na competição, o Estrelão quer ampliar o bom momento e seguir no G-4.

Na temporada passada, os dois times se enfrentaram duas vezes e o Rio Branco não teve dificuldades triunfar, com vitórias por 3 a 0, no primeiro turno, e 4 a 0, no segundo.

Os ingressos para os jogos deste domingo no Florestão podem ser adquiridos nas bilheterias do estádio, pelos preços de R$ 10 e R$ 5 (meia). O jogo entre Alto Acre e Rio Branco terá transmissão em Tempo Real – lance a lance – do GloboEsporte.com.

Leia Também:  Bolsonaro diz que desempregados deveriam virar patrões para verem o que é "barra pesada"

ALTO ACRE FAZ MISTÉRIO

Depois de empatar com o Vasco-AC por 3 a 3, na última quarta-feira (25), o Alto Acre deve entrar em campo com mudanças neste domingo. Apesar de não revelar a escalação do time principal, o técnico Serginho Góis garantiu que serão feitas mudanças. Ele não gostou da atuação do setor defensivo contra o Cruz-Maltino e novidades podem aparecer. 

As modificações, segundo Góis, são para dar mais equilíbrio à equipe, característica que ele considera ter faltado no empate. O objetivo do Papagaio da Fronteira é tentar jogar de igual para igual com o Rio Branco e quem sabe bicar uns pontos para subir na classificação.

O provável time para iniciar a partida deve ser: Wallison, Macaxeira, Maradona, Márcio, Bolão; Tal, Geovane, Mauro, Mateus; Jô e Pedro Tarauacá.

RIO BRANCO TEM ESTREANTES 

Depois do empate com o Atlético-AC, na última quarta-feira (25), o Rio Branco quer seguir pontuando no Campeonato Acreano para se manter no G-4. Quarto colocado, com cinco pontos, o Estrelão faz neste domingo a última partida antes do duelo contra o Vasco, pela primeira fase da Copa do Brasil, na quarta-feira (1º).

Leia Também:  Depois de demitir 80 funcionários, prefeito de Sena diz que economizará quase R$ 400 mil de dispensa de servidores aposentados

Diante disso, o técnico José Araújo, o Zezito, avisou que quer ver um time que tome a iniciativa da partida desde o início para buscar a vitória, que garante, no mínimo, o terceiro lugar provisório na classificação, ou até mesmo a vice-liderança, caso o Plácido de Castro não vença o Náuas em Cruzeiro do Sul, também neste domingo.

O Estrelão se reforçou durante a semana e trabalhou rápido para regularizar os jogadores. O esforço deu certo e o goleiro Filipe e o lateral-direito Pedro Balú, ambos ex-Jacobina-BA, que se apresentaram nas últimas quinta e sexta-feira, estão à disposição de Zezito e podem iniciar a partida contra o Papagaio da Fronteira. 

A formação titular para o duelo deste domingo deve ter: Filipe (Edivandro), Pedro Balú (Marquinhos), Victor Hugo, Tyrone, Tiaguinho; Kinho, Joel, Marquinhos (Paulinho Pitbull), Evandro; Jeferson e Tonho Cabanãs.

Por GloboEsporte.com Rio Branco, AC

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Tudo sobre Política

Jenilson Leite cobra retorno do Auxílio Covid e antecipação da Etapa Alimentação aos servidores da Saúde

Publicados

em

O Acre registrou somente esta semana, entre segunda-feira (17) e quinta (20), 1.679 novos casos de Covid-19, segundo dados da Secretaria de Estado de Saúde. Além destes dados oficiais do Estado, a Secretaria Municipal de Saúde de Rio Branco, disse que nesta quinta, o drive-thru montado na Arena da Floresta positivou 724 casos, apenas na Capital.

O deputado estadual e médico infectologista Jenilson Leite (PSB), divulgou um vídeo nesta sexta-feira (20), onde pontua ações que podem ser adotadas pelo Estado para mitigar a situação da população e dos servidores da Saúde diante desta terceira onda do coronavírus.

Entre as ações propostas pelo parlamentar estão o retorno do pagamento do Auxílio Covid, que começou a ser pago aos servidores em julho do ano passado e foi encerrado em dezembro. Ele pede também que o Governo antecipe o pagamento da Etapa Alimentação.

“Com aumento de internações, vamos precisar novamente dos nossos servidores de saúde que estão enfrentando uma terceira onda, e o Governo precisa retomar com o Auxílio Covid, precisa trazer para fevereiro aquela Etapa Alimentação que tínhamos pactuado e que seria para março, e precisa anunciar o reajuste linear para todos os servidores, inclusive os da saúde que mais uma vez se expõem diante da pandemia, e precisa ainda anunciar o concurso público para saúde”, pontua Jenilson.

Leia Também:  Filho de Jair Bolsonaro posta foto de homem sendo sufocado por sacola plástica, em uma demonstração de tortura

O parlamentar levanta outra questão: a necessidade de ampliação da vacinação no estado. O Acre continua no topo entre os estados que menos vacinaram contra a covid-19. Segundo dados nacionais, o estado imunizou 47,09% da população com duas doses, ficando atrás apenas de Amapá e Roraima, com 38,73% e 38,64%, respectivamente.

Com este cenário, Jenilson pede que o Governo ajude os municípios a traçar e desenvolver estratégias. “Em tese a responsabilidade direta da vacinação é dos municípios, mas em um momento como esse não podemos deixar isso só na mão das prefeituras. Precisamos criar estratégias para ampliar essa capacidade”, destacou.

O avanço da vacinação é a estratégia fundamental para evitar um colapso na rede pública de saúde e mortes, pois garante que o paciente não desenvolva um quadro grave da doença em que precise de oxigênio e ser internado em uma unidade de terapia intensiva (UTI).

“Quando estão com duas doses, essas pessoas evoluem de forma tranquila, mas temos aquelas que não tomaram nenhuma ou só tomaram uma dose e estamos vendo elas adoecerem e precisar de internação hospitalar”, alerta.

Leia Também:  Em Cruzeiro do Sul, Tião Viana entrega títulos definitivos e cria batalhão especial na Polícia Militar

O deputado acredita que estas medidas demonstraram o comprometimento do Governo no enfrentamento de mais uma onda de covid-19 no Acre.

Veja o Vídeo:

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA