RIO BRANCO

Tudo sobre Política

Edvaldo diz que Aleac concede todas as condições a Gladson para convocação dos novos militares

Publicados

Tudo sobre Política

O deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) disse que o governador Gladson Cameli (Progressistas) tem todos os meios necessários e o caminho pavimentado para a convocação do cadastro de reserva da Polícia Militar a partir de fevereiro de 2021.

O parlamentar disse que a reforma administrativa e o Orçamento do Estado foram aprovados com todas as garantias orçamentárias para que a convocação aconteça.

“Ontem, passamos o dia inteiro, dialogando, debatendo e aprovamos a reforma. A Assembleia Legislativa não só aperfeiçoou, mas livrou o governo de um vexame, de ter que, em fevereiro, enviar outro projeto. Com a aprovação da reforma e com o Orçamento, o governador está ‘condenado’ a convocar o cadastro de reserva”, destacou o parlamentar.

Edvaldo Magalhães parabenizou os jovens aprovados do cadastro de reserva. Disse que o acampamento no hall da Aleac foi fundamental para chamar a atenção para a abertura do diálogo. “Quero parabenizar esses jovens, que acamparam no hall da Assembleia. Continuo aqui batendo palmas, que lutaram. Aquele acampamento foi pedagógico, deslocou o Parlamento para conversar com aqueles jovens, deslocou o governador, por duas vezes, para assumir o compromisso definitivo”, destacou o deputado do PCdoB.

Leia Também:  TCE multa prefeito de Porto Acre, Bené Damasceno, em R$ 14 mil por descumprir Lei de Responsabilidade Fiscal

Ao final, Edvaldo Magalhães pediu que o presidente Nicolau Júnior mantivesse contato com a Casa Civil para que envie ainda hoje um novo projeto que reconhece o estado de calamidade pública por conta da covid-19.

“Quando virá o dia 31, pessoas continuarão sendo contaminadas, pessoas continuarão expostas, profissionais da Saúde… Não podemos encerrar o ano sem sem o decreto de calamidade pública. Noventa dias é o intervalo necessário para que as providências sejam tomadas, mas também que as gratificações aprovadas por este parlamento possam continuar. A pandemia continua crescendo, a pandemia permanece”, finaliza.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Tudo sobre Política

Bocalom diz que tem grande carinho por Gladson Cameli, mas que irá apoiar a Sérgio Petecão para governo em 2022

Publicados

em

O prefeito de Rio Branco Tião Bocalom (PP), reafirmou seu compromisso com a candidatura de Sérgio Petecão (PSD) ao governo nas eleições de 2022, além da senadora Mailza (PP) e o deputado José Bestene, foram os atores da sua candidatura a prefeito em 2020.

Bocalom afirmou que no momento mais difícil da pré-candidatura, foi o senador Petecão, Mailza e Bestene que lhes garantiram e por isso saberá ser grato na eleição do ano que vem.

“Na política a gente precisa ser grato as pessoas que lhe estendem a mão, eu tenho um carinho muito grande pelo Gladson Cameli, temos inúmeras parcerias na gestão mas eu não tenho como deixar de apoiar o senador Sérgio Petecão ao governo”, afirmou Bocalom.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: O Gefron apreendeu dentro de Van do município de Brasileia aproximadamente 150 kg de entorpecente, seria esta a maior apreensão daquela regional. De acordo com informações preliminares, o veículo da prefeitura iria realizar mais um transporte de pacientes que estão fazendo tratamento em Rio Branco quando foi surpreendido pelo policiais, após revistarem os pacientes e o veículo encontraram em uma sacola preta com todo o entorpecente.

Leia Também:  Prefeito de Sena Madureira Mazinho Serafim não paga encargos e recurso é bloqueado

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA