RIO BRANCO

Tudo sobre Política

Eduardo Bolsonaro e deputados tentam barrar passaporte da vacina em São Paulo

Publicados

Tudo sobre Política

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) durante sessão da CCJ da Câmara – Imagem: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

UOL, em São Paulo – O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) afirmou ontem que ingressou, junto com outros parlamentares, com um habeas corpus preventivo no TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) para evitar que entre em vigor na capital paulista o “passaporte” da vacina, medida que proíbe a entrada de pessoas não vacinadas contra a covid-19 em grandes eventos.

Inicialmente, o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), afirmou que a vacinação completa seria obrigatória para a entrada de pessoas em bares, restaurantes, estádios de futebol, feiras, congressos e shows. Porém, a prefeitura recuou e retirou os bares e restaurantes dessa relação, mantendo a obrigatoriedade para os demais.

Ao lado dos deputados Carlos Jordy (RJ), Caroline de Toni (SC), Chris Tonietto (RJ), Coronel Tadeu (SP) e Soraya Manato (ES), todos do PSL, Eduardo Bolsonaro disse que o objetivo do habeas corpus é evitar que a medida anunciada pela Prefeitura de São Paulo tenha efeito.

Nós sabemos que a vacina vem em boa hora, eu pretendo, em breve, me vacinar, agora a gente não pode exigir que as pessoas injetem nos seus corpos vacinas feitas fora de protocolo, e eu confio. Mas, se nós tivéssemos aqui pessoas da nossa família, gestantes ou outras situações quaisquer que sejam, nós não temos de dar satisfação ao Estado, o Estado é que tem de vir à população. Eduardo Bolsonaro, deputado federal.

Apesar da fala de Bolsonaro, as quatro vacinas aplicadas no país atualmente —CoronaVac (Butantan/Sinovac), Janssen, Oxford/AstraZeneca e Pfizer/BioNTech— foram aprovadas pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e, portanto, têm eficácia comprovada contra a covid-19.

Leia Também:  Gladson Cameli e comitiva gastam milhares de reais em diárias para aprender a apagar incêndio na Europa

O deputado afirmou ainda que, caso passe a valer, o passaporte da vacina poderia criar uma “segunda classe” de pessoas não imunizadas e que tal medida fere o direito de ir e vir da população.

E veja também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: O empresário do ramo da construção civil, Candiru, transmitiu uma live para fazer alguns questionamentos semelhantes aos que o vice-governador Major Rocha fez recentemente, como por exemplo, os que tem vez no governo de Gladson Cameli que segundo Candiru e o vice são os parentes, os amigos mais próximos e as empresas de Manaus.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Tudo sobre Política

Ministério Público e PF de Olho: O coveiro com desvio de função, que mama nas tetas da prefeitura, tem veículo do povo a sua deposição e faz aquilo que sua mestre Nandinha mandar

Publicados

em

Vereadora Neiva denuncia que vereador Elenilson usa de toda estrutura da prefeitura em benefício próprio e um dos benefício é o desvio de função – Arte: Alemão Monteiro

Ao final do expediente da Sessão ordinária que aconteceu na manhã desta terça-feira (26) na Câmara de vereadores de Brasileia, a vereadora Neiva Badotti trouxe a tona graves denúncias a respeito das possíveis práticas ilegais provenientes do Líder da Prefeita Fernanda na Câmara, vereador Elenilson Cruz.

De acordo com a parlamentar, Elenilson tem usado de todo a estrutura da Prefeitura de Brasileia em benefício próprio, inclusive tem usado veículos públicos para fazer visitas na zona rural do município.

Outra acusação proferida pela vereadora Neiva foi de o vereador Elenilson Cruz estar praticando desvio de função e a gestora Fernanda Hassem sendo conhecedora da situação e não ter tomado providência nenhuma quanto ao caso, torna-se conivente e assim estaria possivelmente praticando o crime de prevaricação.

Elenilson é funcionário de carreira da prefeitura de Brasiléia pertencente ao grupo dos profissionais que atuam no Cemitério da Cidade como Coveiro, mas deixou de atuar no Cemitério na gestão do Ex-prefeito Everaldo Gomes quando seu cunhado, Bil Rocha, há época era vereador da base do prefeito e conseguiu por meio de acordo políticos desviar a função de Coveiro para Agente Comunitário de Saúde.

Leia Também:  Urgente: No governo Gladson, pacientes cardíacos podem morrer a míngua no Pronto Socorro de Rio Branco

Esses favores se estenderam na gestão da prefeita Fernanda Hassem com o apoio do cunhado Bil, que desde então vem fazendo parte das gestões de Fernanda Hassem, inclusive que enquanto vereador Elenilson tem que fazer aquilo que sua mestre mandar, caso contrário, voltará para o cemitério.

Prevaricação é um dos crimes praticados por agente público contra a administração em geral que consiste em retardar ou deixar de praticar, indevidamente, ato de ofício, ou praticá-lo contra disposição expressa de lei, para satisfazer interesse ou sentimento pessoal. A pena prevista é de detenção, de três meses há um ano, e multa. Ver artigo 319 do Código Penal.

Neiva frisou ainda que os favorecimentos políticos que Elenilson, enquanto vereador, tem recebido são muito grandes, não só ele como muitos outros cidadãos tem recebido atualmente. De qualquer forma cabe aos órgãos de fiscalização a investigação sobre esta situação.

Veja o Vídeo:

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Vereadora Neiva Badotti – “Não me manda recado, mais! Este tipo de recado é de quem deve, é de quem está com medo, eu vou continuar fiscalizando, denunciando doa a quem doer. Eu tenho certeza que essas denuncias não vão passar despercebidas, eu confio plenamente no Poder Judiciário na Policia Federal que não vão usar dois pesos e duas medidas para ninguém. Ninguém está acima da Lei, nem a senhora prefeita, nem o Governo do Estado e nem o presidente da República interfere na PF, não me mande mais recado!!”, concluiu a parlamentar.

Leia Também:  Zeladoria realiza roçagem mecanizada em ramais de Rio Branco

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Página do Instagram 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA