Política

Deputada Doutora Juliana destaca trabalho desenvolvido pela Casa Abrigo Mãe da Mata

A deputada Doutora Juliana (PRB) comentou sobre a visita que fez à Casa Abrigo Mãe da Mata, em Rio Branco.

Publicados

Política

A deputada Doutora Juliana (PRB) comentou na sessão desta quarta-feira (3) a visita que fez à Casa Abrigo Mãe da Mata, em Rio Branco.

 Por José Pinheiro 

Dr. Juliana

A parlamentar parabenizou o trabalho realizado pela casa de apoio no acolhimento às mulheres vítimas de violência.

“Hoje eu fiz uma visita com a minha equipe à Casa Abrigo Mãe da Mata. Nós temos pessoas ali comprometidas com a mulher vítima. São bem acolhidas. Ninguém lá fora sabe desse trabalho tão bonito. Enquanto estamos aqui, tem pessoas ali lutando com muita dificuldade. Eles dão tudo de si.

Ela lembrou, ainda, os 10 anos de Lei Maria da Penha e destacou que a data é um momento de reflexão para a sociedade sobre o alcance da legislação. “É uma satisfação estar de volta aos trabalhos e faço uso da tribuna para lembra que domingo a Lei Maria da penha completa 10 anos.

É uma oportunidade para que a sociedade possa fazer uma reflexão. Infelizmente não conseguimos atingir todo o seu objetivo”, pontua a deputada.

Leia Também:  Prefeita de Tarauacá, Maria Lucineia, e sua irmã viajam para Brasília e ganham quase R$ 16 mil em diárias

Doutora Juliana acrescentou que fez uma indicação para que seja criada a Sala Lilás. A ideia é proporcionar um atendimento especializado às mulheres vítimas em locais como o Instituto de Criminalística do Acre.

“Eu vou estar ali, lutando, buscando recursos para que essa nossa indicação torne-se uma realidade”, frisa.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Política

Fernanda Hassem teve o orçamento de quase 120 milhões aprovado na câmara, não fez nada até agora e vai receber mais R$ 6 mil de recurso federal

Publicados

em

Programa contribui para o processo de aprimoramento, implementação e integração sistêmica das atividades da assistência farmacêutica – Foto: Assessoria PMB

A prefeita do município de Brasileia, Fernanda Hassem, conseguiu a aprovação que tanto queria onde o orçamento anual chega a quase R$120.000.000,00 para serem aplicado nas mais diversas áreas do município, mas o que chama a atenção é que durante esse primeiro semestre não se viu estes milhões serem aplicados no município, muito pelo contrário, a população hoje enfrenta grandes problemas em virtude da falta de investimento.

A quem diga que, Brasileia hoje era para estar vivendo um dos melhores momentos de sua história, pois dinheiro tem o que falta é uma boa gestão. E em se tratando de dinheiro, mesmo com os quase R$120 milhões, a sua disposição e sem fazer nada, Brasileia está entre as Cidades que receberam do Governo Federal o valor de R$ 6.000,00 (seis mil reais).

As nove cidades do Acre receberam R$ 54 mil de recurso federal para monitoramento de 2022 do Programa Nacional de Qualificação da Assistência Farmacêutica. Segundo as diretrizes, o programa não só financia a aquisição e distribuição de medicamentos, como também ajuda no desenvolvimento do Sistema Nacional de Gestão da Assistência Farmacêutica, oferecendo cursos de capacitação de profissionais farmacêuticos.

Leia Também:  Prefeito César Andrade decreta recesso em setores da administração da prefeitura de Porto Walter

Tem então, por finalidade, contribuir para o processo de aprimoramento, implementação e integração sistêmica das atividades da assistência farmacêutica nas ações e nos serviços de saúde, visando a uma atenção contínua, integral, segura, responsável e humanizada.

A liberação do recurso foi divulgada na quarta-feira (3) no Diário Oficial da União. Vamos ver se agora, com a destinação do recursos para este fim, se quando a população procurar remédio na farmácia municipal, se encontrarão.

Cada cidade vai receber R$ 6 mil e são elas:

Acrelândia

Brasileia

Bujari

Mâncio Lima

Marechal Thaumaturgo

Porto Walter

Rio Branco

Rodrigues Alves

Xapuri

Nove cidades do Acre recebem R$ 54 mil de recurso federal para assistência farmacêutica – Foto: Ana Paula Xavier / Rede Amazônica Acre

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: A vereadora do município de Brasileia, Neiva Badotti, afirma que o mensalinho, agora na atual gestão o feito é praticado via pix, o que antes era mensalinho por meio de folhinha agora, na gestão de Fernanda Hassem foi informatizado, ou seja, modernizaram a possível prática de lavagem de dinheiro.

Leia Também:  Deputado Jenilson Leite participa de ação de saúde no bairro Albert Sampaio, em Rio Branco

Acompanhe nossas Redes Sociais

Veja-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na Página do Instagram 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Veja o Vídeo:

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA