RIO BRANCO

Tudo sobre Política

De Simone e Simaria e Ana Hickmann a Milton Neves: veja quem recebeu para fazer propaganda para Bolsonaro

Publicados

Tudo sobre Política

Brasil 247 – O governo Jair Bolsonaro pagou, segundo apuração do The Intercept Brasil, pelo menos R$ 4,3 milhões para celebridades fazerem merchandising da atual gestão federal. 

Os gastos, executados pela Secretaria de Comunicação Especial da Presidência (Secom), foram direcionados em 2019 e 2020 direto para emissoras próximas a Bolsonaro: Band, Record, SBT e RedeTV!.

Em notas fiscais da Secom entregues à CPI da Covid constam “pagamento de cachê” a tais personalidades. Lidera a lista a dupla sertaneja Simone e Simaria, que fez propaganda sobre o Combate à Violência Contra a Mulher.

Tal campanha custou ao governo federal R$ 1,7 milhão. R$ 1 milhão foi pago a Simone e Simaria o restante distribuído entre apresentadores da Band (Datena e Catia Fonseca), da Record (Ana Hickmann, Luiz Bacci e Ticiane Pinheiro), da RedeTV! (Nelson Rubens) e do SBT (Lívia Andrade).

Para propagandear o falso “tratamento precoce” contra a Covid-19, baseado em medicamentos ineficazes contra a doença, o governo gastou R$ 746 mil em cachê de celebridades. R$ 352,6 mil foram pagos a influenciadores e R$ 247,2 mil a radialistas.

Leia Também:  Prefeitura de Cruzeiro do Sul lança campanha "Faça uma criança sorrir: Doe um brinquedo"

Receberam para divulgar o “tratamento precoce”, por exemplo: César Filho, da Record (R$ 93,6 mil), Sikêra Júnior, da RedeTV! (R$ 24 mil), Marcelo de Carvalho, da RedeTV! (R$ 10 mil), Milton Neves, da Band (R$ 7,2 mil), Operação Mesquita, programa de Otávio Mesquita no SBT (R$ 6,3 mil) e Benjamin Back, do SBT (R$ 5,6 mil).

Veja o Vídeo:

E veja também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: O município de Bujari se Limita ao norte com o Amazonas, ao sul com o município de Rio Branco, a leste com o município de Porto Acre e a oeste com o município de Sena Madureira. Sua área é de 3.467,681 km², com uma densidade demográfica (hab/km²) de 3,00 , sendo que em 2010 possuía um IDHM de 0,589.

O município de Bujari originou-se no início de 1968/1969, por remanescentes indígenas que se integraram a sociedade ali instalada, com a construção da BR 364, trecho Rio Branco/Sena Madureira. Povoado elevado à categoria de Vila, em 1986. Elevado à categoria de município e distrito com a denominação de Bujari, pela Lei Estadual nº 1031, de 28 de abril de 1992, alterado pela Lei Estadual nº 1066, de 9 de dezembro de 1992, que o desmembrou de Rio Branco, assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Leia Também:  Tribunal de Justiça mantém condenação de ex-vereadores por improbidade

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Tudo sobre Política

Ministério Público e PF de Olho: O coveiro com desvio de função, que mama nas tetas da prefeitura, tem veículo do povo a sua deposição e faz aquilo que sua mestre Nandinha mandar

Publicados

em

Vereadora Neiva denuncia que vereador Elenilson usa de toda estrutura da prefeitura em benefício próprio e um dos benefício é o desvio de função – Arte: Alemão Monteiro

Ao final do expediente da Sessão ordinária que aconteceu na manhã desta terça-feira (26) na Câmara de vereadores de Brasileia, a vereadora Neiva Badotti trouxe a tona graves denúncias a respeito das possíveis práticas ilegais provenientes do Líder da Prefeita Fernanda na Câmara, vereador Elenilson Cruz.

De acordo com a parlamentar, Elenilson tem usado de todo a estrutura da Prefeitura de Brasileia em benefício próprio, inclusive tem usado veículos públicos para fazer visitas na zona rural do município.

Outra acusação proferida pela vereadora Neiva foi de o vereador Elenilson Cruz estar praticando desvio de função e a gestora Fernanda Hassem sendo conhecedora da situação e não ter tomado providência nenhuma quanto ao caso, torna-se conivente e assim estaria possivelmente praticando o crime de prevaricação.

Elenilson é funcionário de carreira da prefeitura de Brasiléia pertencente ao grupo dos profissionais que atuam no Cemitério da Cidade como Coveiro, mas deixou de atuar no Cemitério na gestão do Ex-prefeito Everaldo Gomes quando seu cunhado, Bil Rocha, há época era vereador da base do prefeito e conseguiu por meio de acordo políticos desviar a função de Coveiro para Agente Comunitário de Saúde.

Leia Também:  DeputadoJesus Sérgio sugere à FUNAI e Ministério da Saúde 10 ações emergenciais para combater a Covid-19 em aldeias indígenas

Esses favores se estenderam na gestão da prefeita Fernanda Hassem com o apoio do cunhado Bil, que desde então vem fazendo parte das gestões de Fernanda Hassem, inclusive que enquanto vereador Elenilson tem que fazer aquilo que sua mestre mandar, caso contrário, voltará para o cemitério.

Prevaricação é um dos crimes praticados por agente público contra a administração em geral que consiste em retardar ou deixar de praticar, indevidamente, ato de ofício, ou praticá-lo contra disposição expressa de lei, para satisfazer interesse ou sentimento pessoal. A pena prevista é de detenção, de três meses há um ano, e multa. Ver artigo 319 do Código Penal.

Neiva frisou ainda que os favorecimentos políticos que Elenilson, enquanto vereador, tem recebido são muito grandes, não só ele como muitos outros cidadãos tem recebido atualmente. De qualquer forma cabe aos órgãos de fiscalização a investigação sobre esta situação.

Veja o Vídeo:

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Vereadora Neiva Badotti – “Não me manda recado, mais! Este tipo de recado é de quem deve, é de quem está com medo, eu vou continuar fiscalizando, denunciando doa a quem doer. Eu tenho certeza que essas denuncias não vão passar despercebidas, eu confio plenamente no Poder Judiciário na Policia Federal que não vão usar dois pesos e duas medidas para ninguém. Ninguém está acima da Lei, nem a senhora prefeita, nem o Governo do Estado e nem o presidente da República interfere na PF, não me mande mais recado!!”, concluiu a parlamentar.

Leia Também:  Vereadores reconhecem a luta dos servidores de Brasileia e aprovam PCCR para 400 profissionais da saúde e da administração do município

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Página do Instagram 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA