Tudo sobre Política

“Como que vai ficar o brasileiro que se acidenta no trânsito”, questiona Forneck sobre fim do DPVAT

Publicados

Tudo sobre Política

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) anunciou no início da semana a extinção do Seguro Obrigatório de Danos Pessoais causados por veículos automotores de via terrestre (DPVAT). 

“Como vai ficar o condutor de classe média e o pobre que se acidenta no trânsito? Qual é o interesse do governo em precarizar, cada vez mais, a saúde pública? ”, questionou Rodrigo, tendo em vista que a medida provisória do governo retira automaticamente R$ 2 bilhões de investimentos do Sistema Único de Saúde (SUS), como denunciado em veículos de repercussão nacional.

Na prática, o DPVAT é o seguro que faz a cobertura de casos de morte, invalidez permanente ou despesas com assistências médica e suplementares por lesões de menor gravidade causadas por acidentes de trânsito em todo o país. O pagamento era anual, obrigatório para todos os donos de veículos do país e realizado junto com o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), sendo requisito para que os condutores conseguissem renovar o licenciamento do veículo.

“De maneira mentirosa, o governo Bolsonaro afirmou que o Estado Brasileiro tinha prejuízo com as indenizações pagas. É mentira, pois o recurso utilizado é oriundo do próprio sistema do DPVAT. Estamos diante de um presidente que desrespeita o povo brasileiro, quando toma uma medida que corta benefício de quem precisa, os mais pobres”, frisou.

Leia Também:  Comitiva brasileira se porta como uma república de bananas em terras de Tio Sam

Forneck relembrou que, além do país ter aprovado, ainda no governo Temer (MDB), uma Proposta de Emenda à Constituição que congela investimentos na saúde – PEC do Teto dos Gatos Públicos –, o presidente Jair Bolsonaro conscientemente vai retirar R$ 2 bilhões do SUS e não apresentou outras medidas de financiamento para suprir isso.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Tudo sobre Política

Na Expoacre, Sergio Petecão se reúne com empresários, concede entrevistas e recebe apoio da população

Publicados

em

O candidato a governador do Acre pela coligação “Com a Força do Povo”, Sérgio Petecão (PSD), esteve na noite desta sexta-feira (5) no Parque de Exposições Marechal Castelo Branco, visitando a edição da Expoacre deste ano. Acompanhado do candidato a vice-governador Tota Filho (PSD), Petecão se encontrou com autoridades, conversou com empresários, e recebeu cumprimentos da população presente ao evento.

O primeiro compromisso do candidato no local foi um encontro com a diretoria da Federação do Comércio do Estado do Acre (Fecomércio-AC) para apresentar a proposta de plano de governo e discutir com a entidade a atual situação social e econômica do Acre. Uma das principais demandas que o futuro governo do Acre terá que atender é o estímulo ao desenvolvimento econômico e bem estar social, já que pelo menos 43% da população do estado vive em estado de pobreza ou abaixo dessa linha.

“Eu tenho dito que o Acre não pode mais errar, nós temos que encontrar formas de gerar trabalho e renda para a população desse estado. Todos os dias eu me deparo com pessoas me pedindo emprego, outras indo embora do estado, alguns levando a família, porque aqui ninguém encontra oportunidade, nós temos que nos unir para reverter essa situação, e nós temos o compromisso de trabalhar muito para melhorar a vida das pessoas”, enfatiza Petecão.

Leia Também:  VÍDEO=Flamengo está perto de fechar com atacante do Bordeaux da França

Durante o encontro com o presidente da Fecomércio, o empresário Leandro Domingues, Petecão e Tota Filho entregaram a ele uma cópia da proposta de plano de governo. “Você pode ter certeza que qualquer um que assumir esse governo e quiser fazer parceria com as nossas instituições, as nossas ações poderão se alargar muito mais, porque o nosso objetivo é sempre o mesmo. Nós trabalhamos sempre para criar melhores condições de vida para o nosso povo”, garantiu Domingues.

A Federação do Comércio do estado do Acre é uma entidade ligada ao Sistema S, e desenvolve inúmeras ações sociais na área de saúde e educação, muitas delas oferecidas pelo Sesc, instituição ligada a Fecomércio e mantida pela contribuição de trabalhadores do comércio e do setor de serviços do Acre.

Após a reunião com a diretoria da Fecomércio, Petecão e Tota Filho concederam entrevistas aos veículos de comunicação que fazem a cobertura da Expoacre. Um dos stands visitados foi o do site de notícias Contilnet, onde os candidatos participaram de uma transmissão ao vivo e puderam falar sobre a candidatura e as propostas de governo.

Leia Também:  Prefeitura de Assis Brasil inicia execução do projeto de manutenção e reforma nas escolas municipais

“Penso que este espaço do Parque de Exposições pode ser melhor aproveitado durante o ano inteiro, e nossa proposta é fazer isso em nosso governo, criar eventos aqui e oferecer atividades que possam movimentar mais a nossa economia”, defendeu o candidato Tota Filho ao fazer uma avaliação do evento.

Depois de atender a imprensa, Petecão e Tota Filho caminharam por todo o Parque de Exposições, onde conversaram com empresários, microempreendedores e o povo em geral. Durante a caminhada, por diversas vezes, os candidatos foram abordados por populares, que manifestaram apoio à chapa e fizeram questão de posar para fotos com os dois candidatos.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA