Tudo sobre Política

Candidato ao governo pela coligação “Com a Força do Povo”, Sérgio Petecão divulga Plano de Governo

Publicados

Tudo sobre Política

O candidato ao governo pela coligação “Com a Força do Povo”, Sérgio Petecão (PSD), fará nesta terça-feira (2), às 15h30, na sede do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o registro da candidatura junto à Justiça Eleitoral da chapa majoritária encabeçada por ele; o advogado João Tota Filho (PSD), candidato a vice-governador; e a deputada federal Vanda Milani (Pros), candidata ao Senado Federal.

O Plano de Governo, que será entregue pessoalmente pelos candidatos majoritários ao TRE, consiste em um documento de 55 páginas que estabelecem as diretrizes principais de governo, e as políticas públicas que o candidato pretende implementar no Acre, caso seja eleito. O material, que será juntado ao registro de candidatura, também será divulgado para consulta pública por meio da imprensa.

“Essa foi uma construção que começou seis meses atrás com muita gente envolvida. Hoje, nós apenas concretizamos um trabalho que me deixa muito orgulhoso. É um plano objetivo, possível de ser executado e que atende os anseios da população do Acre, porque foi feito ouvindo as pessoas”, explica Petecão.

Leia Também:  Bocalom diz que tem grande carinho por Gladson Cameli, mas que irá apoiar a Sérgio Petecão para governo em 2022

O Plano de Governo do candidato Sérgio Petecão incluiu centenas de propostas colhidas ao longo das visitas que o candidato fez às 22 cidades do Acre nos últimos meses. Em todas as regiões do estado o candidato realizou o seminário com o tema “Construindo o Acre da Inclusão e das Oportunidades”.

Durante os eventos, em cada município visitado, os representantes da sociedade organizada, as lideranças comunitárias e o povo em geral puderam opinar sobre os problemas que enfrentam no dia a dia, e contribuir com a formulação de soluções que poderão ser implementadas na esfera do Poder Executivo estadual, caso o candidato seja eleito.

As principais diretrizes do Plano estão pautadas no estímulo ao desenvolvimento econômico, investimentos em infraestrutura, melhoria dos serviços públicos, políticas públicas voltadas ao bem estar social, e apoio a ciência e cultura. O candidato acompanhou pessoalmente o trabalho de compilação e formatação dos dados, executado por uma equipe de especialistas em gestão pública.

“O nosso governo só terá sentido se for um governo que atenda às demandas da sociedade, especialmente da população mais necessitada, que também será uma prioridade em nossas ações à frente do Poder Executivo”, finaliza Petecão.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Tudo sobre Política

Ex-deputado federal César Messias é escolhido como suplente de Jenilson Leite ao Senado Federal

Publicados

em

O PSB Acre referendou na última sexta-feira (5), durante convenção partidária, o nome do deputado estadual e médico infectologista Jenilson Leite como candidato ao Senado Federal.

Além do nome de Jenilson, o partido também homologou o nome de César Messias como primeiro suplente.

César é ex-vice governador por dois mandatos, ex-prefeito de Cruzeiro do Sul e atual presidente da sigla no Acre. Ele também foi deputado estadual e federal.

Jenilson Leite afirma que a experiência e comprometimento de César fortalece a sua candidatura.

“O nosso grupo é muito qualificado. Nós temos um companheiro, que se hoje nós fossemos comparar essas eleições à uma partida de futebol, nós diríamos que temos um dos melhores técnicos, que é o nosso companheiro César Messias. César te agradeço muito pela firmeza”, reconheceu Jenilson.

Cada candidato escolhe dois suplentes que não recebem salário no Senado, a menos que o titular do cargo seja afastado e eles tomem posse.

Sobre César Messias

Foi eleito deputado estadual do Acre, em 1990 e reeleito em 1994 e 1998. Foi ainda secretário estadual de Assistência Social entre 1997 e 1998.

Leia Também:  Sérgio Petecão registra chapa, divulga plano de governo e dispara: “Nossos adversários nem chapa tem ainda”

Em 2000 deixou a Assembleia Legislativa para concorrer à Prefeitura de Cruzeiro do Sul, sendo eleito.

Em 2006 foi eleito vice-governador de Binho Marques e em 2010 foi novamente eleito vice-governador, desta vez no mandado de Tião Viana e, em 2014, elegeu-se deputado federal com 26.448 votos.

Atualmente é presidente estadual do PSB no Acre.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA