RIO BRANCO

Política

Candidata a deputada federal do Acre é denunciada pelo MPF por corrupção ativa e obstrução à Justiça

Empresária Charlene Lima está presa desde o último dia 13, quando a PF-AC deflagrou a Operação Hefesto.

Publicados

Política

Empresária Charlene Lima está presa desde o último dia 13, quando a PF-AC deflagrou a Operação Hefesto. Defesa diz que vai avaliar a denúncia e tomar as medidas necessárias.

Charlene Lima está presa suspeita de corrupção ativa e obstrução à ativa — Foto: Arquivo pessoal

O Ministério Público Federal no Acre (MPF-AC) denunciou quatro pessoas investigadas na Operação Hefesto, deflagrada no último dia 13 pela Polícia Federal do Acre (PF-AC). A candidata foi denunciada por corrupção ativa e obstrução à Justiça. Entre os denunciados, está a candidata a deputada federal e empresária Charlene Lima (PTB), presa na primeira fase da operação.

A operação da PF-AC investiga uma suposta fraude em contratos públicos na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), em Rio Branco. Além da candidata, outras seis pessoas foram presas na primeira fase da operação. Destas, três que tiveram a prisão preventiva liberada foram liberadas.

Os demais citados na denúncia são: Ednilson Pereira Aguiar, Robson Diego Vidal Barros e Simone Silva de Freitas Félix. A reportagem não conseguiu contato com a defesa dos denunciados. Destes, apenas Ednilson Pereira Aguiar foi denunciado por obstrução à Justiça.

O advogado de Charlene, Marcos Vinícius Jardim, falou que o oferecimento da denúncia significa o fim das investigações. Com isso, ele explica que não há mais motivos para que a cliente continue presa, uma vez que o motivo da prisão alegado foi que ela poderia intervir nas investigações.

Leia Também:  César Messias denuncia manobra do governo para evitar reajuste para a PRF

“Vamos no inteirar sobre a denúncia e tomar as medidas necessárias. A denúncia por si só não implica na condenação, pelo contrário, ela só mostra a necessidade de indícios e é dentro do processo que se prova a inocência do denunciado”, ressaltou.

Jardim acrescentou também que o Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), em Brasília, ainda não analisou o habeas corpus (HC) da empresária.

Investigações

Na publicação sobre a denúncia, o MPF-AC destaca que materiais coletados revelaram a oferta de propina no valor de R$ 50 mil para que um servidor fraudasse documentos e descumprisse ordens da Justiça do Trabalho. Metade do dinheiro, R$ 25 mil, chegou a ser entregue efetivamente para o servidor.

Ainda segundo a Justiça, ficou comprovada a participação de todos os denunciados na ação. O MPF-AC acrescenta também que continua investigando crimes como fraude à licitação, peculato e lavagem de dinheiro. Segundo a Justiça, os inquéritos foram separados.

Operações

A Operação Hefesto foi deflagrada no dia 13 de setembro. Ao todo, foram cumpridos 30 mandados de busca e apreensão e de prisão até terça-feira (18).

Conforme a Polícia Federal, o grupo criminoso teria fraudado contratos públicos relacionados ao serviço de publicidade. Eles também são investigados por tentativa de suborno a um servidor da Justiça do Trabalho para que o esquema criminoso não fosse descoberto.

Leia Também:  Socorro Ministério Público! Diz vereador sobre 50 sacos de cimentos estragados no ramal do 19 no Chico Leal em Brasiléia

No dia 18 foi deflagrada a Operação Hora Extra, desdobramento da primeira, onde os dois servidores foram presos. Desta vez, a operação investiga crimes de corrupção, peculado, lavagem de dinheiro, organização criminosa e fraudes em licitações.

Esquema

A empresa CL Publicidade, contratada para prestação de serviços de publicidade para a Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) e investigada por fraudes em licitações, cobrava mais de R$ 100 mil por duas horas de filmagem.

A informação é da Polícia Federal que analisou notas fiscais apreendidas e comparou com preço cobrado no mercado. Conforme o levantamento da PF, a empresa de Charlene Lima cobrava três vezes mais que o valor de mercado.

Veja o Vídeo: 3 de Julho Entrevistas

Veja nesta entrevista o Gerente regional do Sebrae, Jorge Saad, explicando as principais ações do Sebrae durante o primeiro semestre e quais foram as principais atividades do Sebrae voltadas para o agronegócio, indústria e comércio, Curta a nossa página do Facebook e se inscreva no nosso canal do YouTube e lembre-se de ativar as notificações clicando no sininho.

Do G1 Acre

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Política

No Parlasul, Deputada Perpétua fala da urgência de o Brasil retomar compromissos com a preservação ambiental

Publicados

em

“É urgente que o Brasil assuma suas responsabilidades com a preservação ambiental”. A afirmação foi feita pela deputada Perpétua Almeida (PCdoB-AC) durante discurso em sessão do Parlasul nesta segunda-feira, 6, no Uruguai.

A parlamentar destacou a importância da retomada do acordo Mercosul-União Europeia, estagnado por conta do retrocesso na questão ambiental no Brasil.

“Países como Alemanha, França, Holanda e Noruega pressionam o Brasil, travando o acordo, pois, nosso governo não vem cumprindo os compromissos internacionais sobre meio ambiente, permitindo o avanço do desmatamento e das queimadas na Amazônia, no Pantanal, no Cerrado e outros biomas. Triste situação acompanhada com angústia por toda a comunidade do Mercosul e por todos nós que sempre defendemos esse acordo”.

Perpétua recorda que durante a COP-36 a União Europeia sinalizou a retomada do acordo desde que o Brasil assuma seus compromissos de preservação ambiental e redução das emissões de carbono.

“Para nós, colegas parlamentares, foi um vexame, que depois da COP 26 os números reais apareceram, e viu-se que atingimos este ano a maior taxa de desmatamento e devastação dos últimos 15 anos na Amazônia. No parlamento brasileiro, estamos estudando atualmente um pacote ambiental para dar suporte a estes compromissos. Mas temos que manter a pressão e sermos capazes, como parlamento, de reverter o desmonte do setor de fiscalização e proteção ambiental promovido pelo então ministro Ricardo Salles, que elevou o Brasil aos piores e vergonhosos números na devastação ambiental”, disse.

Leia Também:  Veja ao vivo Transmissão do Impeachment no Senado Federal

Veja o Vídeo:

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Vereador diz que o prefeito Kiefer Cavalcante paga mais de 5 mil para dono de empresa que faz faculdade em Rio Branco – Vereador Ronaldo Reis de Feijó, gravou um vídeo onde fez graves denúncias contra a atual gestão do prefeito Kiefer Cavalcante a quem acusa de perseguição política e possível pagamentos irregulares em sua gestão. De acordo com o vereador, o prefeito demitiu a sua esposa só aconteceu depois que trouxe a tona um pagamento supostas irregularidades o que confirma a perseguição política que vem sofrendo por parte do gestor.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA