RIO BRANCO

Tudo sobre Política

Bolsonaro é refém de sua retórica radicalizada: Bolsonaro desaba em popularidade nas redes após nota de recuo na postura golpista

Publicados

Tudo sobre Política

Bolsonaro em queda de popularidade entre sua base de apoio por recuo sobre os atos do 7 de Setembro – Foto: Reprodução – vermelho.org

O IPD (Índice de Popularidade Digital) de Bolsonaro, medido pela consultoria Quaest, mostra que as manifestações do Dia da Independência fizeram Bolsonaro chegar ao seu segundo melhor patamar desde o início do ano, com 81,8 pontos. Marcas maiores, em torno de 83 de pontos, foram vistas apenas no início de janeiro e no começo de maio, na esteira da motociata do presidente em Brasília.

No dia 8, no entanto, o índice cai para 62,4 e vai diminuindo ainda mais para 53,7 na quinta (9), dia da divulgação da carta em que volta atrás nos ataques ao STF (Supremo Tribunal Federal) e nas ameaças golpistas, e 37,1 na sexta (10) —a pior marca de Bolsonaro em 2021.

Sua popularidade digital chegou a variar em torno de 37 pontos somente no início de julho, quando a CPI da Covid avançou sobre suspeitas de corrupção na compra de vacinas.

Logo após os atos do 7 de Setembro que mobilizaram sua base em demonstração de apoio, o presidente Jair Bolsonaro teve um tombo de popularidade nas redes sociais ao divulgar a carta.

A nota retórica e moderada de Bolsonaro, redigida pelo ex-presidente golpista Michel Temer, decepcionou a base de manifestantes radicalizados na expectativa de uma intervenção militar com apoio das polícias. O texto recuado foi resultado de pressões críticas vindas de setores políticos de centro, da oposição, do próprio STF, além de segmentos do setor produtivo e do mercado financeiro.

Leia Também:  Deputado Ney Amorim e Juliana tratam sobre pagamentos das promoções dos policiais civis do Acre

O início da queda, no dia 8, foi influenciado pelo pedido de Bolsonaro para que caminhoneiros que o apoiam desbloqueassem as estradas. Segundo a consultoria, foi mais de um mês de engajamento digital em torno do tema bloqueio rodoviário.

Assim, os apoiadores desmobilizados e frustrados, não saíram em defesa do presidente nas redes, o que fez desabar seu IPD. Isso demonstra que Bolsonaro é refém de sua retórica radicalizada, para mobilizar sua base, enquanto afasta a maioria do eleitorado médio.

A Quaest, no entanto, considera provável a recuperação do presidente nas redes, pois sua base fiel é muito organizada, engajada e mobilizada em torno da sua manutenção no poder.

Lulismo

Segundo a consultoria, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) está próximo de Bolsonaro no ranking do IPD, embora não tenha condições de ocupar o vácuo criado pelo 7 de setembro.

Em agosto, com a viagem ao Nordeste, Lula teve alta em sua popularidade digital. Na véspera das manifestações, fez pronunciamento que atingiu 59 pontos, baixando no final da semana com índice de 44,6.

Metodologia

A métrica do IPD avalia o desempenho de personalidades da política nacional nas plataformas Facebook, Instagram, Twitter, YouTube, Wikipedia e Google. A performance é medida em uma escala de 0 a 100, em que o maior valor representa o máximo de popularidade.

Leia Também:  Deputado Jenilson Leite pede cursos superiores para municípios isolados e destina emendas em parceria com UFAC

São monitoradas seis dimensões nas redes: fama (número de seguidores), engajamento (comentários e curtidas por postagem), mobilização (compartilhamento das postagens), valência (reações positivas e negativas às postagens), presença (número de redes sociais em que a pessoa está ativa) e interesse (volume de buscas no Google, YouTube e Wikipedia). Com informações da Folha de S. Paulo

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Estamos pedindo ajuda para esse casal de Epitaciolândia Acre, da comunidade Laranjeiras. Esse casal está em Rio Branco, ela está acamada, pegou derrame, já fez duas cirurgia na cabeça. O seu esposo está com Hérnia e barrida d’água. O casal precisa de dinheiro, Alimentos, colchão d’água e de uma cadeira de rodas e o mesmo precisa fazer cirurgia, pois está vazando pelo Umbigo.

Contatos (68) – 99948-3379, (68) – 99982-7666, (68) – 99977-5243.

PIX – “68999827666”

Conta: 0534

Agência: 000798687752-0

Caixa Econômica Federal: Suely do Nascimento Gomes

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Tudo sobre Política

Deputado Jenilson Leite cobra solução para centenas de moradores que estão sem água potável em Tarauacá

Publicados

em

Nesta quinta-feira (25), o deputado estadual Jenilson Leite (PSB) visitou as dezenas de famílias na cidade de Tarauacá que convivem com a crise hídrica. Apesar de a cidade ser banhada por dois rios e ter outros mananciais, o bairro da Praia, o maior de Tarauacá, sofrem a com a falta de água potável.

O Governo do Estado, por meio do Depasa, construiu poços artesiano. Contudo, a água tem mal cheiro e uma cor amarelada. Haja vista que os poços foram perfurados numa região de pântano, próximo a margem do rio, e com uma profundidade rasa- conforme relatos dos moradores locais.

Até para limpar a casa, os moradores buscam água no Rio Tarauacá devido o forte odor que fica na residência, quando usam a água do poço.

Segundo Maria Líesia Vieira e Dona Gena, a luta para conseguir água é árdua e requer muito esforço. ” Nós convivemos com essa situação faz tempo. O Depasa fez a ligação até a beira da rua Manoel Lourenço, depois nós puxamos esses canos até nossas casas. Mas a água não tem força de chegar aqui, aí a gente precisa ficar chupando o cano para conseguir um pouco de água. Além disso, nem todo dia vem água”, conta as moradoras.

Leia Também:  De virada, Amax vence Náuas e entra no G-4 do Campeonato Acreano

Para o deputado Jenilson Leite, a questão requer prioridade e urgência. ” Estamos presenciando uma situação inaceitável. Mais de duzentas famílias vivem nessa situação, sem água, numa cidade banhada por dois rios e com inúmeros igarapés. O Depasa precisa resolver isso com urgência, pois é inadmissível deixar dezenas de mães numa situação precária pela falta de água. As pessoas ficam com a boca no cano para conseguir água e o governo assiste inerte”, afirma o deputado.

O deputado fez a visita acompanhado do ex-vice-prefeito Chagas Batista e da direção Associação do Bairro das Flores, Jonas Chaves.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Os dirigentes do SINTAE – Sindicato dos técnicos administrativos e apoio administrativos educacionais do Acre, comemoraram a decisão do governo de voltar atrás e contemplar diversos servidores que haviam ficado de fora da lista de contemplados pelo abono anunciado. Uma grande manifestação foi realizada durante todo dia desta quarta-feira (24), pela manhã em frente à casa civil e a tarde na sede da PGE – Procuradoria Geral do Estado.

Leia Também:  MP-AC investiga ex-prefeito Padeiro do Bujari por irregularidades em prestação de contas

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA