RIO BRANCO

Tudo sobre Política

Atlético do Acre goleia Alto Acre por 5 a 2 e divide liderança

Com gols de Ciel (3) e Eduardo (2), Galo Carijó derrotou o time da fronteira

Publicados

Tudo sobre Política

Com gols de Ciel (3) e Eduardo (2), Galo Carijó derrotou o time da fronteira por 5 a 2 neste domingo, no Florestão, pelo Campeonato Acreano

Um treino de luxo para o Atlético-AC. Assim pode ser definida a vitória do Galo Carijó por 5 a 2 em cima do Alto Acre neste domingo (15), no estádio Antônio Aquino, o Florestão, em Rio Branco. O jogo foi válido pelo Campeonato Acreano 2015. Os gols do triunfo celeste foram assinalados por Ciel (3) e Eduardo (2).

Com a vitória, o Atlético chegou aos seis pontos e divide a liderança do estadual com o Galvez. O Papagaio estreou com derrota na competição. As duas equipes voltam a jogar na quarta-feira (18), a partir das 18h (local), na Arena da Floresta. O Alto Acre pega o Plácido de Castro e o Atlético encara o Galvez.

Muito fácil

Estreante, o Alto Acre mostrou fragilidade. O Atlético aproveitou para garantir os três pontos logo no primeiro tempo. Ciel abriu o marcador aos 7 minutos de bola rolando. O meia arriscou de longe e com a ajuda do goleiro Renê balançou a rede. Eduardo ampliou aos 27, com oportunismo. E Ciel fez o terceiro, de cabeça, aos 44.

Leia Também:  Elenilson Cruz encobre o goleiro e acerta o ângulo de longe

Na etapa final, mesmo com a chuva, o time comandado por Ismael Gomes manteve o ritmo. Eduardo invadiu pela esquerda e chutou cruzado para fazer o quarto. Aos 13, Ciel, o artilheiro musical do jogo, marcou o seu terceiro e o quinto do Galo. O Papagaio descontou com Mauro, de pênalti, e Jô: 5 a 2.

Ciel (à direita) marcou três gols a favor do time celeste (Foto: João Paulo Maia)

Ciel (à direita) marcou três gols a favor do time celeste (Foto: João Paulo Maia)

Por 

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Tudo sobre Política

Desportistas do handebol lamentam a falta de apoio da prefeita Fernanda Hassem com a modalidade

Publicados

em

Os jogadores de handebol do município de Brasileia lamentam a falta de apoio e incentivo da prefeitura de Brasileia, que mesmo o time levando o nome do município nas maiores competições e mais importante, não receberam apoio da gestão.

Os desportistas denunciam que na gerência de esportes de Brasileia está havendo favoritismo e que para a gestão não são todas as modalidades que importam e sim aquele onde praticam secretários e vereadores do município, enquanto os jogadores de Handebol fazem cotinha para tentar arcar com as despesas do time.

Além da cota entre os jogadores, o grupo recebe apoio do presidente do clube Ressaca, Clebson Venâncio e de Rodolfo que é da Central de bebidas que tem contribuído significativamente para que o time siga sempre levando o nome de Brasileia e até mesmo conquistando títulos.

Nos foi repassado também que a deputada estadual Maria Antônia e o ex-prefeito Dêda sempre ajudam, mas o time sequer pode anunciar pois causa sérios transtornos na região de fronteira. O que o grupo busca é apenas ajuda nos custos para participar de torneios e campeonatos de forma descente e não apenas no sufoco.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Governo capacita profissionais que atuam no Programa Primeira Infância
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA