RIO BRANCO

Tudo sobre Política

Amigos fazem ‘vaquinha’ e compram aros para quadra pública da capital

Espaço é utilizado com frequência por praticantes de basquete.

Publicados

Tudo sobre Política

Espaço é utilizado com frequência por praticantes de basquete.

Novo aro é instalado em quadra no Parque da Maternidade (Foto: Saimo Gonçalves / Arquivo Pessoal)

Novo aro é instalado em quadra no Parque da Maternidade (Foto: Saimo Gonçalves / Arquivo Pessoal)

Um grupo de cerca de 10 amigos, apaixonados pelo basquete, resolveu se unir e fazer uma ‘vaquinha’ para comprar um aro para uma das quadras do Parque da Maternidade, em Rio Branco, localizada na região do bairro Abraão Alab.

O espaço, que é utilizado pelos praticantes do esporte regularmente desde quando foi inaugurado, passou por uma reforma recentemente e, segundo o arquiteto Willem Assef, de 35 anos, que faz parte do grupo de amigos, o aro que foi colocado não era de boa qualidade.

– Fizeram uma reforma na quadra, mas colocaram um aro de péssima qualidade. Não deu nem uma semana e o aro se quebrou, de tão ruim que era. Essa é uma quadra que, desde quando se iniciou o Parque da Maternidade, é utilizada exclusivamente para o basquete. Nunca houve nenhuma intervenção de outros esportes. É meio que patrimônio da galera, então temos que cuidar mesmo, independente de qualquer coisa – explicou.   

Leia Também:  Autoridades chinesas apreendem mais de mil troféus falsos da Copa do Mundo

A ‘vaquinha’ deu certo e os amigos conseguiram juntar R$ 600 para adquirir um novo equipamento, que foi instalado na tarde deste sábado (21).

– Estávamos há mais ou menos um mês e meio nessa empreitada. Tivemos que aguardar uns 10 a 12 dias para chegar o aro. Nesse tempo estava sem aro na quadra. A reforma durou de três a quatro meses e a quadra ficou parada. Depois que finalizaram voltamos a jogar, mas logo em seguida, o aro que havia sido instalado durante a reforma quebrou. Eles substituíram um aro que nós havíamos colocado e, no final das contas, quando houve a reforma, tiraram o que estava para colocar um de qualidade mais baixa. Então, resolvemos colocar um melhor para durar mais tempo – conta Assef.

Após a instalação do novo aro, os amigos se organizaram e mobilizaram todo o grupo, que além dos 10 que participaram da ‘vaquinha’ possui ainda outros integrantes, para a realização de uma ‘pelada’ para estreia o equipamento.

Rio Branco, AC

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Tudo sobre Política

Desportistas do handebol lamentam a falta de apoio da prefeita Fernanda Hassem com a modalidade

Publicados

em

Os jogadores de handebol do município de Brasileia lamentam a falta de apoio e incentivo da prefeitura de Brasileia, que mesmo o time levando o nome do município nas maiores competições e mais importante, não receberam apoio da gestão.

Os desportistas denunciam que na gerência de esportes de Brasileia está havendo favoritismo e que para a gestão não são todas as modalidades que importam e sim aquele onde praticam secretários e vereadores do município, enquanto os jogadores de Handebol fazem cotinha para tentar arcar com as despesas do time.

Além da cota entre os jogadores, o grupo recebe apoio do presidente do clube Ressaca, Clebson Venâncio e de Rodolfo que é da Central de bebidas que tem contribuído significativamente para que o time siga sempre levando o nome de Brasileia e até mesmo conquistando títulos.

Nos foi repassado também que a deputada estadual Maria Antônia e o ex-prefeito Dêda sempre ajudam, mas o time sequer pode anunciar pois causa sérios transtornos na região de fronteira. O que o grupo busca é apenas ajuda nos custos para participar de torneios e campeonatos de forma descente e não apenas no sufoco.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Autoridades chinesas apreendem mais de mil troféus falsos da Copa do Mundo
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA