Política

Temer não pode usar o Exército para tenta ser salvar. Diz senador Jorge Viana

O senador Jorge Viana (PT-AC) subiu hoje, 24, à tribuna  para demonstrar imensa preocupação com a decisão do presidente Michel Temer de convocar as tropas do Exército para ocupar as ruas de Brasília.

Publicados

Política

O senador Jorge Viana (PT-AC) subiu hoje, 24, à tribuna  para demonstrar imensa preocupação com a decisão do presidente Michel Temer de convocar as tropas do Exército para ocupar as ruas de Brasília.

Ele diz que o Palácio do Planalto está caindo num erro político. “O governo está tendando uma porta de saída e se apegou às Forças Armadas para tentar estabelecer um diálogo com a sociedade brasileira”, advertiu. “O país vive momento de enorme gravidade. Estamos diante de um governo que perdeu as condições de seguir em frente”.

“Esse governo não pode, na tentativa de se salvar, usar o ministro da Defesa, Raul Jungmann, e pôr o Exército na rua para tentar ganhar alguma credibilidade junto à sociedade brasileira”, alertou. No meio da tarde, em meio aos tumultos e protestos que resultaram em conflito aberto, na Esplanada dos Ministérios, na capital federal, o ministro da Defesa, Raul Jungmann, anunciou que Temer havia assinado decreto autorizando o emprego das Forças Armadas para a Garantia da Lei e da Ordem no Distrito Federal. Segundo Jungmann, o emprego das tropas teria sido definido após o pedido do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).  

Leia Também:  Acre conquista seis medalhas na 2ª etapa dos Jogos Regionais do Sesi

Segundo o senador, o presidente da Câmara negou que tivesse pedido o uso das Forças Armadas, mas da Força Nacional de Segurança Pública. “Estava torcendo que fosse mentira e que o governo Temer não tomasse essa atitude”, disse Viana, citando o espanto do ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, que declarou que esperava que fosse mentira a informação, depois de interromper sessão da corte. “Este governo acabou e vai usar a instituição do Exército brasileiro para se sustentar? Isso é perigoso”, criticou o parlamentar.

Jorge Viana declarou que defende, junto com a bancada do PT, a antecipação das eleições diretas para presidente da República. “Este é o caminho para sairmos desse impasse”, disse o senador. Ele explicou que, embora apoie as manifestações convocadas pelas centrais sindicais contra as reformas trabalhista e da Previdência Social, não compactua com a ação de baderneiros. “É claro que somos contra atos de vandalismo, mas os protestos têm caráter pacífico”, comentou. Viana condenou a depredação de prédios e propriedade pública. 

“É hora, sinceramente, de identificar os baderneiros, quem é a favor da violência, quem é a favor de que ponham fogo em ministério. Isso tem que ser combatido imediatamente”, advertiu. “A informação que se tem é de que as forças de segurança que estavam lá podiam ter feito uma intervenção imediatamente e prendido aqueles baderneiros”.

Leia Também:  Prefeito Camilo Silva tem sua gestão aprovada em 51% em Plácido de Castro, aponta pesquisa do Data Control

Jorge VianaPor Brasil247

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Política

Fernanda Hassem só pensava no carnaval: imagens mostram enormes filas nos corredores do hospital de Brasileia. ”O surto é gripe ou Covid?”

Publicados

em

Prefeita de Brasileia Fernanda Hassem – Foto: Assessoria PMB / Foto: Cedida

As consequências da aglomeração no carnaval fora de época de Brasileia começam a aparecer, como é o caso das grandes filas no Hospital Regional do Alto Acre de pacientes em busca de atendimento médico, o uso de máscaras em todos significa uma única coisa, sintomas gripais ou covid-19, era de se esperar que a procura por atendimento aumentasse após tamanha folia.

Mesmo após os alertas feitos por médicos, a prefeitura de Brasileia sob o comando de Fernanda Hassem não tomou nenhuma providência para que o contato entre as pessoas fossem evitado, muito pelo contrário, Fernanda Hassem enquanto prefeita foi a responsável por arrastar uma multidão para o tal do carnaval, consequentemente a prefeita é uma das responsáveis pelo crescimento do vírus em Brasileia. 

A gestora e sua equipe da prefeitura chegaram inclusive negar o surto de Covid-19 que Brasileia vinha enfrentando, para que a aglomeração do carnaval acontecesse. Fizeram a festa e agora agem como se estivesse tudo na normalidade.

Leia Também:  Prefeito Camilo Silva tem sua gestão aprovada em 51% em Plácido de Castro, aponta pesquisa do Data Control

A prefeitura não só negou o surto, como também vem omitindo os casos positivos de covid-19, de acordo com o Portal Covid-19 do site da prefeitura de Brasileia, desde 2021 que a prefeitura deixou de informar a quantidade de casos, impedindo qualquer transparência no quantitativo de casos confirmados. Se antes já não estavam alimentando com informações, imagina após a festança.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA