TUDO SOBRE POLÍTICA II

Veja o Vídeo: “Governo incompetente, sem capacidade de gestão é o que temos sob o comando do Estado do Acre”, diz vereador Jurandir Queiroz

Publicados

TUDO SOBRE POLÍTICA II

Veja o Vídeo:

O vereador Jurandir Queiroz fez uma explanação do que vem acontecendo no Estado do Acre, sobretudo, as prática do governo com relação aos desafios diários que o Estado apresenta.

O parlamentar desde já vem alertando sobre a proximidade das obras eleitoreiras e que é de costume do governo Gladson fazê-las acontecer, e o que se vê é uma gestão que não tem a capacidade política e muito menos administrativa para tocar o estado.

Jurandir afirma que talvez o governador Gladson se junte com seus secretários para oferecer obras eleitoreiras, aquelas com a intensão muito clara de enganar a população mostrando ações que não são verdadeiras e cita a saúde pública acreana como exemplo, onde o caos se instalou e o governo sem compromisso com a vida, sem compromisso com a saúde e com o bem estar do povo acreano, deu início a essas “obras”.

“Um governo incompetente, sem capacidade de gestão e política para que possa agregar, e agregar que eu digo não é sobre oferecer cabide de empregos aos seus aliados, habilidade política que me refiro é aquela de trazer pessoas que possa contribuir com a gestão para que o Acre possa ser melhor e as pessoas possam ter qualidade de vida digna. Tem setores que estão em abandono total como: SEPA, Saúde, e outas, vi um deputado falando que até hoje não se tem merenda nas escolas, isso é falta de planejamento e descaso causado pelo Governo do Estado”, concluiu Jurandir.

Leia Também:  Ministério da Agricultura e Pecuária anuncia o Acre como zona livre de aftosa sem vacinação

Veja o Vídeo:

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Durante o seu pronunciamento na tribuna da Câmara de Vereadores de Brasileia, a vereadora Neiva Badotti questionou a gestão e a prefeita Fernanda Hassem sobre o Recurso do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). De acordo com a parlamentar, em 2019 o município recebeu do governo federal R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais) há mais do que os valores de costume, já em 2020 para 2021 até o mês de agosto o município de Brasileia recebeu R$ 2.000.000,00 (dois milhões de reais) a mais do que o anos de 2019, ou seja mesmo com a pandemia os recursos não diminuíram, muito pelo contrário, só aumentaram.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Página do Instagram 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Leia Também:  Após operação Usurpadora, pedido de cassação do prefeito Antônio Cordeiro, por suposto desvio de verbas públicas, é arquivado

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

TUDO SOBRE POLÍTICA II

Em Brasília, prefeito Jerry defende mais segurança e internet de qualidade na região de fronteira

Publicados

em

O município de Assis Brasil, distante 350 quilômetros da capital Rio Branco, na fronteira com o Peru e a Bolívia, ainda enfrenta grandes desafios por ser a única tríplice fronteira do Acre. O pequeno município não possui internet de qualidade, tem sérios problemas de falta de efetivo para atender as questões de fronteira e sofre com a falta de infraestrutura.

Nesse sentido, o prefeito Jerry Correia integrou a comissão de prefeitos acreanos que viajou à capital federal com agenda marcada no gabinete da presidência. O gestor foi convidado pelo presidente da Associação dos Municípios do Acre (AMAC), prefeito de Rio Branco Tião Bocalom, para defender junto ao Governo Federal temas relevantes para todos os municípios acreanos.

Em sua fala, Jerry Correia denunciou os descasos das operadores de sinal de internet em Assis Brasil que, segundo o gestor, oferecem um serviço de péssima qualidade e lesam os usuários.

“Não temos internet de qualidade. Uma vergonha para nós que somos uma cidade de fronteira, a porta de entrada do país. Estamos perdendo investidores e mais oportunidades de desenvolvimento”, disse prefeito.

Leia Também:  Show da Virada aquece a economia local e anima a população de Assis Brasil

Correia também falou para o Secretário Especial de Assuntos Federativos, Mauro Benedito, da falta de estrutura e de pessoal para atender na alfândega Brasil/Peru. De acordo com o prefeito por falta de efetivo o posto alfandegário não consegue atender o grande fluxo migratório que acontece naquela região de fronteira.

“Precisamos de mais investimentos para melhor receber nossos turistas. São poucos os servidores e precária a estrutura do sistema alfandegário e migratório. Aqui é a primeira imagem do nosso país pra quem entra no Brasil por essa rota. O Governo Federal precisa ter um olhar diferenciado pra essa região”, defendeu o prefeito.

Outro tema defendido pelo prefeito foi a instalação de internet via satélite em todas as escolas indígenas de Assis Brasil. Jerry disse que essa ação vai melhorar a vida dos moradores das aldeias em todos os sentidos, especialmente na educação, tornando possível a continuidade dos estudos de centenas de jovens.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA