RIO BRANCO

TUDO SOBRE POLÍTICA II

Sputnik abre processo contra Anvisa por espalhar fake news contra a vacina russa

Publicados

TUDO SOBRE POLÍTICA II

Agência Sputnik – Na segunda-feira (26), a Anvisa decidiu não recomendar a importação excepcional e temporária da vacina russa Sputnik V devido à falta de dados e ao risco de doenças por falhas na fabricação.

Fabricante da vacina Sputnik V declarou nesta quinta-feira (29) que está iniciando uma reclamação legal por difamação contra a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) do Brasil por espalhar informações falsas sobre o inoculante russo.

Na segunda-feira (26), o vice-diretor de pesquisa científica do Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya, fabricante do imunizante, Denis Logunov, destacou que a Federação da Rússia realiza o controle de série de tudo que é produzido pelo Centro Gamaleya e por outros fabricantes.​

​Apesar da decisão da Anvisa de não recomendar a importação excepcional da vacina Sputnik V, o governo russo disse que continuará o diálogo sobre o imunizante com o Brasil.

E veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Será distribuído gratuitamente nas escolas municipais de Bujari o livro infanto-juvenil “Bujari. De Seringal a Município” de autoria dos irmão, Tito Torres e Mário Torres, fruto de uma parceria entre a Fundação Elias Mansour, Governo do Acre e Governo Federal. Visando levar mais conhecimento sobre a origem da cidade aos alunos.

Leia Também:  Prefeitura de Sena entrega duas embarcações para travessia dos moradores do 2º Distrito

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo: 

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe. 

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

TUDO SOBRE POLÍTICA II

Prefeitura de Cruzeiro do Sul já está vacinando crianças, abaixo de 12 anos, contra covid-19

Publicados

em

A Prefeitura de Cruzeiro do Sul, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, deu início nesta segunda-feira,17, a vacinação contra a covid-19, de crianças abaixo de doze anos.

Nesta primeira etapa a secretaria recebeu, no último sábado, 740 doses do imunizante e adotou a estratégia de começar a vacinação em escolas que estão com atividades presenciais. As escolas são: Escola São José, Hugo Carneiro, Presbiteriana e Antônio de Barros Freire. O público destinado nesta ação é o de crianças entre 10 e 11 anos, que devem comparecer acompanhadas de um responsável, levando sua carteira de vacinação. Esta etapa alcança uma parte deste público, e a vacinação terá continuidade conforme a chegada de novas doses, que serão enviadas pelo Programa Nacional de Imunização (PNI).

“Esta estratégia adotada visa direcionar as vacinas para este público de maneira mais ordenada, uma vez que ainda não dispomos das doses para todos, e assim temos maior controle sobre a vacinação. Mas já avisamos que, tão logo recebamos novas doses, faremos novas etapas de vacinação para abranger todo este público. A vacina sempre foi uma prioridade da gestão e iremos elaborar as estratégias de acordo com o total enviado a cada remessa”, explicou a secretária municipal de saúde Valéria Lima.

Leia Também:  Governo adquire mais 23 compartimentos de cela para o transporte de presos em viaturas

“Eu estava muito ansioso e nervoso também, pela vacina, mas nem doeu tanto”, disse Herbert Enes Martins, de 11 anos.

O ato de vacinação contou com a presença de muitos pais que estavam ansiosos para imunizarem seus filhos.
“Havia uma expectativa muito grande dessas crianças e dos pais, para que eles também tivessem a oportunidade de serem imunizados. Esse momento chegou. A quantidade de vacinas que recebemos não foi grande, mas a gente acredita que vamos receber essa quantidade toda semana e, de acordo com as doses que forem chegando, nós também vamos avançando para o público de nove, de oito e assim por diante”, explicou o prefeito Zequinha Lima.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA