RIO BRANCO

TUDO SOBRE POLÍTICA II

Secretaria de Assistência Social de Brasiléia tem novo endereço e será inaugurando em breve

Publicados

TUDO SOBRE POLÍTICA II

Na perspectiva de melhorar o atendimento da população beneficiária do Programa Bolsa Família, a prefeitura de Brasiléia realizou a reforma do antigo prédio do Centro Integrado de Cidadania (CIC), o prédio foi cedido através de cessão de uso pelo Tribunal de Contas do Acre, para que a prefeitura de Brasiléia possa administrar.

Reformando com recursos próprios o prédio ao lado dos Correios na avenida Prefeito Rolando Moreira, passa a funcionar a Secretaria Municipal de Cidadania e Assistência Social e o programa Bolsa Família.

O objetivo é proporcionar mais conforto aos servidores e principalmente, à população que busca os serviços sociais do município, como atendimento dos interesses sociais das famílias em situação de risco social, realizar as políticas setoriais visando o combate à pobreza, propiciar a participação da população por intermédio de organizações representativas, amparo à família, às mulheres, ao idoso, às pessoas com deficiência, à população que buscar alguns dos serviços desenvolvido pela secretaria.

“A gestão da Prefeita Fernanda Hassem pensando no melhor conforto dos nossos beneficiários da cidade e da zona rural realizou a reforma do prédio com recursos próprios. Era um prédio que não estava em funcionamento e a nossa gestão pensou em reformar e utilizá-lo, uma vez que estava ocioso um prédio no centro da cidade. Já estamos em funcionamento para receber toda a população que precisar de algum atendimento, a prefeita falou deste do início da gestão da importância da secretaria que atende famílias mais carentes e que precisa de um melhor conforto”. Disse a Secretária de Assistência Social Rogéria Gondim.

Leia Também:  Saída forçada: Cidadania vai pedir ao senador Jorge Kajuru que saia do partido, ou então será expulso

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

TUDO SOBRE POLÍTICA II

Programa Crianças feliz de Porto Walter será destaque Nacional em documentário do Ministério da Cidadania

Publicados

em

Crianças e gestantes que são acompanhadas por meio do Programa Criança Feliz, da Secretaria de Assistência Social de Porto Walter foram personagens de um documentário gravado entre os dias 14 e 16 de janeiro pela equipe da Secretaria Especial do Desenvolvimento Social, do Ministério da Cidadania com o apoio do Projeto do Fundo Conjunto para os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, da Organizações das Nações Unidas (ONU).

No Estado do Acre, apenas Porto Walter foi escolhido como município destaque, e no Brasil apenas 10 municípios estão fazendo parte das filmagens. Para gravar trechos do documentário, retratando a narrativa do programa Criança Feliz e das ações realizadas no município, vieram ao Acre os diretores de filmagens Diego Florentino e Vino Carvalho. Segundo eles, o primeiro lançamento será realizado em março deste ano pelo Ministério da Cidadania.

“O documentário será apresentado em todo o mundo através da ONU com tradução para vários idiomas. No Brasil, o Ministério da Cidadania projeta o lançamento para março deste ano”, informou Diego.

Os representantes do Ministério da Cidadania, fizeram uma visita a Aldeia Shawanambá, onde residem gestantes e crianças acompanhadas pelo programa. Também visitaram residências e propriedades compondo parte do roteiro de gravações para conhecerem a realidade e o contexto em que as atividades são desenvolvidas.

Leia Também:  O "leão" fascista Bolsonaro explicita a sua ameaça de golpe

O Prefeito César Andrade, comemora os resultados alcançados com as visitas e acompanhamentos domiciliares pelo programa.

“É uma enorme satisfação saber que nosso município será destaque em um documentário nacional. Tudo fruto de um trabalho feito com dedicação e preocupação em assegurar os direitos e o acompanhamento necessário das grávidas e das crianças na primeira infância. É um grande marco a ser comemorado”, enfatiza o gestor.

O município conta atualmente com 100 pessoas, entre gestantes e crianças acompanhadas regularmente em visitas domiciliares por três visitadoras, conforme detalha a Secretária de Assistência Social, Thaís Barbary e a Supervisora do programa, Maiany Cameli, entrevistada pela equipe.

“O programa se desenvolve por meio de visitas domiciliares que buscam envolver ações intersetoriais com as políticas de Assistência Social, Educação, Saúde, Cultura e Direitos Humanos”, observam as gestoras.

Durante as gravações, a equipe foi acompanhada pela supervisora do Programa Criança Feliz Maiany Cameli, pela vereadora Cleide Silva e pelas visitadoras Bruna, Daise e Karina.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Em meio a maior crise do sistema de transporte coletivo dos últimos tempos, a população de Rio Branco vive um dilema e acorda todo dia sem saber se terá ônibus passando em sua região. O prefeito Tião Bocalom tentou amenizar o problema repassando R$ 2 milhões e quatrocentos mil para as empresas quitar os débitos com empregados, acordo não cumprido e que foi um dos motivos para a intervenção no setor.

Leia Também:  Portas fechadas para o povo: Agricultores de Santa Rosa do Purus denunciam que devido o abandono do governo Gladson Cameli, SEPA está fechada desde janeiro

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA