TUDO SOBRE POLÍTICA II

Prefeitura de Natal aprova ivermectina contra coronavírus: “Vamos para cima; estamos só apanhando”, diz o prefeito

Publicados

TUDO SOBRE POLÍTICA II

O prefeito de Natal, Álvaro Dias, afirmou que o antiparasitário ivermectina será distribuído nos postos de saúde da capital potiguar. Ele, que é médico, disse que a equipe da Secretaria Municipal de Saúde, além dele próprio, tem visitado unidades básicas de saúde mostrando aos médicos a ação do medicamento contra o novo coronavírus.

“Podemos usar a ivermectina como tratamento preventivo. Estamos disponibilizando em grande quantidade. Vamos também providenciar outros medicamentos, que fazem o tratamento, que colaboram, que resolvem o coronavírus, destroem o vírus”, afirmou o prefeito na última quinta-feira (4), em entrevista à TV Tropical.

Segundo Álvaro Dias, os postos de saúde de Natal serão abastecidos com os medicamentos que estão no protocolo divulgado esta semana pela SMS que orienta médicos e profissionais de saúde sobre como deve ser o atendimento a casos suspeitos ou confirmados de Covid-19. “Vamos ser agressivos com ele (coronavírus). Estamos só apanhando. Vamos agora para cima dele, com medicamentos que resolvem, destroem, curam e trazem a tranquilidade de volta para as pessoas”, disse Álvaro Dias.

Leia Também:  A Constituição Federal em Miúdos: Presidente da Casa, Deputado Nicolau Júnior, apresenta à sociedade a Constituição em Miúdos I e II

O PROTOCOLO

A Secretaria de Saúde de Natal (SMS) publicou nesta semana um novo protocolo para orientar médicos e profissionais de saúde em geral sobre o atendimento a pacientes com Covid-19, infecção causada pelo novo coronavírus. O protocolo traz desde instruções sobre o acolhimento de casos suspeitos nas unidades de saúde até terapias medicamentosas para casos graves confirmados.

O documento, aprovado pelo secretário de Saúde, George Antunes, e pelo prefeito Álvaro Dias, recomenda o uso de medicamentos como a hidroxicloroquina até para pacientes com sintomas iniciais da doença. Além disso, indica especialmente a ivermectina como medida de prevenção. Não são citados estudos que comprovem a eficácia de nenhum dos remédios para conter a Covid-19.

O protocolo da Secretaria de Saúde de Natal afirma que o uso de medicamentos na fase inicial da doença “pode trazer impacto no curso clínico da doença, reduzindo a possibilidade de agravamento do quadro clínico e, consequentemente, podendo reduzir internações em UTI e necessidade de suporte ventilatório invasivo”.

De forma inédita, o protocolo também incluiu a recomendação da ivermectina como medida de prevenção à Covid-19. Segundo o documento, o remédio, que é um antiparasitário, tem diminuído a replicação do novo coronavírus em ensaios laboratoriais.

Leia Também:  Governador Gladson Cameli inaugura moderno sistema de comunicação da Segurança Pública

“Considerando seu perfil de segurança farmacológico (poucos efeitos colaterais), larga experiência de uso clínico em outras doenças, custo e comodidade posológica, esse medicamento revela-se como uma opção a ser utilizada não somente para tratamento, como também para a profilaxia, somada a outras intervenções não medicamentosas”, diz o documento.

De acordo com o protocolo, nesses casos (prevenção), a ivermectina deve ser usada por quem está altamente exposto ao vírus, como profissionais de saúde e da segurança, e por quem está no grupo de risco para a doença.

A utilização por pacientes jovens e saudáveis não é recomendado, assim como por crianças com menos de 5 anos, gestantes e lactantes.

Apesar de o protocolo trazer toda a forma de uso, incluindo dosagens, o documento diz que o uso deve ser orientado por um médico. Agora RN

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

TUDO SOBRE POLÍTICA II

Prefeitura de Rodrigues Alves realiza a II Conferência municipal de igualdade racial do município

Publicados

em

A Prefeitura de Rodrigues Alves, através da Secretaria Municipal de Assistência Social e a Coordenação de Igualdade Racial, realizaram a II Conferência municipal de igualdade racial do município.

O tema deste ano é o enfrentamento ao racismo e outras formas correlatas de discriminação étnicos racial e intolerância religiosa: política de estado e responsabilidade de todos nós.

O evento teve como palestrante o promotor de Justiça, Dr.Ildon Maximiano Peres Neto, da Vara Criminal de Cruzeiro do Sul e menbro do grupo de combate ao crime organizado do Ministério Público/AC – GAECO.

O ato contou com a presença do prefeito Jailson Amorim, do vereador Tiago Matos, da secretária de Assistência Social Rosimeire Teixeira, da coordenadora de promoção da igualdade racial Francisca Costa Amaral, da chefe da divisão de promoção de igualdade racial do município de Rio Branco, Goreth da Silva Pinto, e da presidente do conselho municipal de promoção da igualdade racial Rosa Maria.

A conferência contou ainda com participação e apresentação da Guarda Mirim , sob o comando do Sargento PM Raimundo Sampaio e da cantora Suiane Magalhães na execução dos hinos nacional e municipal.

Leia Também:  Bolsonaro e Guedes já queimaram US$ 42 bilhões das reservas acumuladas nos governos do PT e vão vender ainda mais

O prefeito Jailson Amorim destacou que a II Conferência da igualdade racial foi organizada graças à adesão do município ao SENAPIR , para que o Rodrigues Alves tenha mecanismos de combate ao racismo. ” Queremos que o nosso município viva em harmonia com as raças, com as cores, e a Coordenação de Igualdade Racial por meio da conferência trabalha no sentido de a gente minimizar cada vez mais essa discriminação e esse racismo que existe no mundo”, ponderou.

No final da conferência, foram eleitos 03 delegados, sendo dois da sociedade civil e um representante governamental, além de ter sido escolhido três suplentes. Que irão participar do 5° CONAPIR, em Rio Branco , nos dias 14 e 15 de junho de 2022.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA