RIO BRANCO

TUDO SOBRE POLÍTICA II

Prefeitura apresenta projeto do Código de Postura do município aos vereadores de Mâncio Lima

Publicados

TUDO SOBRE POLÍTICA II

A Prefeitura de Mâncio Lima tem, por determinação do Ministério do Desenvolvimento Regional, a necessidade de instituir, em lei, o Código de Postura.

O projeto já está em fase de conclusão e será enviado à Câmara Municipal para apreciação dos vereadores que foram convidados a conhecer detalhes do código pelo prefeito Isaac Lima e a vice-prefeita Ângela Valente.

Com as normas do Código de Postura, serão regulamentados a utilização das vias, o exercício de atividades profissionais ao ar livre, a realização de eventos, o controle das edificações, a concessão de licenças para os serviços. As regras estabelecem uma postura de cada cidadão, inclusive da gestão municipal, para que a cidade a cada dia seja ainda mais organizada.

“Nossa cidade necessita adotar medidas para que as futuras gerações não tenham os mesmos problemas que já enfrentamos até o momento para organizar o nosso espaço urbano. Precisamos evoluir e atualizar o nosso município que a cada cresce e era um dos únicos que ainda não tinha o Código de Postura”, disse o prefeito Isaac.

Antes de enviar para a votação na Câmara, a Prefeitura vai convidar a população para conhecer o projeto e avaliar todas as normas do Código de Postura em uma audiência pública.

Leia Também:  Maia pode se filiar ao PSL ou Cidadania: ACM Neto trabalha para evitar saída de Rodrigo Maia e mais 40 deputados do DEM

“Estamos sempre preocupados com organização da nossa cidade e precisamos do apoio de cada cidadão para que possamos avançar como uma sociedade desenvolvida. Tenho certeza que este será um legado que nossa gestão vai deixar para o povo de Mâncio Lima, que vai entender a importância das medidas do Código de Postura”, afirmou Isaac.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

TUDO SOBRE POLÍTICA II

Programa Crianças feliz de Porto Walter será destaque Nacional em documentário do Ministério da Cidadania

Publicados

em

Crianças e gestantes que são acompanhadas por meio do Programa Criança Feliz, da Secretaria de Assistência Social de Porto Walter foram personagens de um documentário gravado entre os dias 14 e 16 de janeiro pela equipe da Secretaria Especial do Desenvolvimento Social, do Ministério da Cidadania com o apoio do Projeto do Fundo Conjunto para os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, da Organizações das Nações Unidas (ONU).

No Estado do Acre, apenas Porto Walter foi escolhido como município destaque, e no Brasil apenas 10 municípios estão fazendo parte das filmagens. Para gravar trechos do documentário, retratando a narrativa do programa Criança Feliz e das ações realizadas no município, vieram ao Acre os diretores de filmagens Diego Florentino e Vino Carvalho. Segundo eles, o primeiro lançamento será realizado em março deste ano pelo Ministério da Cidadania.

“O documentário será apresentado em todo o mundo através da ONU com tradução para vários idiomas. No Brasil, o Ministério da Cidadania projeta o lançamento para março deste ano”, informou Diego.

Os representantes do Ministério da Cidadania, fizeram uma visita a Aldeia Shawanambá, onde residem gestantes e crianças acompanhadas pelo programa. Também visitaram residências e propriedades compondo parte do roteiro de gravações para conhecerem a realidade e o contexto em que as atividades são desenvolvidas.

Leia Também:  Governo recusou oferta da Pfizer, apesar da promessa de devolução de pagamento caso houvesse falha na entrega

O Prefeito César Andrade, comemora os resultados alcançados com as visitas e acompanhamentos domiciliares pelo programa.

“É uma enorme satisfação saber que nosso município será destaque em um documentário nacional. Tudo fruto de um trabalho feito com dedicação e preocupação em assegurar os direitos e o acompanhamento necessário das grávidas e das crianças na primeira infância. É um grande marco a ser comemorado”, enfatiza o gestor.

O município conta atualmente com 100 pessoas, entre gestantes e crianças acompanhadas regularmente em visitas domiciliares por três visitadoras, conforme detalha a Secretária de Assistência Social, Thaís Barbary e a Supervisora do programa, Maiany Cameli, entrevistada pela equipe.

“O programa se desenvolve por meio de visitas domiciliares que buscam envolver ações intersetoriais com as políticas de Assistência Social, Educação, Saúde, Cultura e Direitos Humanos”, observam as gestoras.

Durante as gravações, a equipe foi acompanhada pela supervisora do Programa Criança Feliz Maiany Cameli, pela vereadora Cleide Silva e pelas visitadoras Bruna, Daise e Karina.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Em meio a maior crise do sistema de transporte coletivo dos últimos tempos, a população de Rio Branco vive um dilema e acorda todo dia sem saber se terá ônibus passando em sua região. O prefeito Tião Bocalom tentou amenizar o problema repassando R$ 2 milhões e quatrocentos mil para as empresas quitar os débitos com empregados, acordo não cumprido e que foi um dos motivos para a intervenção no setor.

Leia Também:  No Acre, escolas rurais receberão reforço de Internet e alunos do ensino médio poderão ter ensino de robótica

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA