RIO BRANCO

TUDO SOBRE POLÍTICA II

Governo e Caixa buscam conscientizar população para diminuir filas nas agências bancárias

Publicados

TUDO SOBRE POLÍTICA II

Representantes do governo do Estado e da Caixa Econômica Federal se reuniram na tarde desta terça-feira, 14, na Casa Civil, para discutir maneiras de conscientizar a população e assim diminuir as filas das agências bancárias que têm se tornado gigantescas, representando um perigo para a saúde em tempos da pandemia de Covid-19 e que não são eficientes para a maioria das pessoas que estão na aglomeração.

Segundo o levantamento da própria Caixa em Rio Branco, a grande quantidade de pessoas que se aglomeram em filas das agências estão na busca por informações sobre o Auxílio Emergencial do governo federal, mas a própria instituição não realiza ações em relação ao recurso, onde os interessados devem acompanhar todo o processo pelo aplicativo para celular Auxílio Emergencial, ou pelo próprio site da Caixa. 

Atualmente, as unidades da Caixa também estão na luta para evitar proliferação do novo coronavírus e trabalham com apenas 30% de seus servidores nas agências, das 8h às 12h. A agência da Avenida Brasil, no Centro, foi a mais buscada pela população e registrou na última segunda-feira uma fila que chegou até o Palácio das Secretarias, mas apenas 375 atendimentos foram feitos no dia.

Leia Também:  Prefeito de Assis Brasil, Jerry Correia, leva brinquedos e cestas básicas para comunidades ribeirinhas

A superintendente regional da Caixa no Acre, Daiana Mabel, reforça que não são feitos atendimentos e aprovação dos cadastros do Auxílio Emergencial nas unidades e que tudo deve ser acompanhado pelo site ou aplicativo. As agências hoje se destinam a serviços essenciais como saques sem cartão, pagamento do FGTS, PIS e Seguro-Desemprego.

“O pagamento do auxílio em espécie só será iniciado a partir do dia 27 de abril. Desde quinta-feira já estamos creditando nas contas sociais digitais o Auxílio Emergencial de quem tem direito e já foi aprovado, mas esses créditos estão para pagamentos e transferências digitais. Não é necessário então que as pessoas fiquem em filas, porque não podemos fazer o pagamento do auxílio em dinheiro”, explica a superintendente.

A partir desta quarta-feira, 15, a Caixa, em parceria com o Sindicato dos Bancários, colocará sistemas de som do lado de fora das agências para explicar para a população a situação em relação ao Auxílio Emergencial.

O secretário da Casa Civil, Ribamar Trindade, externou preocupação com a aglomeração de pessoas nas agências durante a pandemia, agora que a transmissão comunitária está confirmada no Acre. Ele garantiu que o governo vai continuar auxiliando a Caixa com membros da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros nas filas, pedindo para que a população mantenha o distanciamento mínimo exigido para a contaminação e, quem sabe, até mesmo com os agentes de segurança pública dando as orientações adequadas. 

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

TUDO SOBRE POLÍTICA II

Prefeitura de Cruzeiro do Sul já está vacinando crianças, abaixo de 12 anos, contra covid-19

Publicados

em

A Prefeitura de Cruzeiro do Sul, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, deu início nesta segunda-feira,17, a vacinação contra a covid-19, de crianças abaixo de doze anos.

Nesta primeira etapa a secretaria recebeu, no último sábado, 740 doses do imunizante e adotou a estratégia de começar a vacinação em escolas que estão com atividades presenciais. As escolas são: Escola São José, Hugo Carneiro, Presbiteriana e Antônio de Barros Freire. O público destinado nesta ação é o de crianças entre 10 e 11 anos, que devem comparecer acompanhadas de um responsável, levando sua carteira de vacinação. Esta etapa alcança uma parte deste público, e a vacinação terá continuidade conforme a chegada de novas doses, que serão enviadas pelo Programa Nacional de Imunização (PNI).

“Esta estratégia adotada visa direcionar as vacinas para este público de maneira mais ordenada, uma vez que ainda não dispomos das doses para todos, e assim temos maior controle sobre a vacinação. Mas já avisamos que, tão logo recebamos novas doses, faremos novas etapas de vacinação para abranger todo este público. A vacina sempre foi uma prioridade da gestão e iremos elaborar as estratégias de acordo com o total enviado a cada remessa”, explicou a secretária municipal de saúde Valéria Lima.

Leia Também:  Prefeita Socorro Neri participa da abertura do 3º Seminário Arte e Educação na Ufac

“Eu estava muito ansioso e nervoso também, pela vacina, mas nem doeu tanto”, disse Herbert Enes Martins, de 11 anos.

O ato de vacinação contou com a presença de muitos pais que estavam ansiosos para imunizarem seus filhos.
“Havia uma expectativa muito grande dessas crianças e dos pais, para que eles também tivessem a oportunidade de serem imunizados. Esse momento chegou. A quantidade de vacinas que recebemos não foi grande, mas a gente acredita que vamos receber essa quantidade toda semana e, de acordo com as doses que forem chegando, nós também vamos avançando para o público de nove, de oito e assim por diante”, explicou o prefeito Zequinha Lima.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA