RIO BRANCO

TUDO SOBRE POLÍTICA II

Governo define áreas para implementar Programa de Regularização Ambiental

Publicados

TUDO SOBRE POLÍTICA II

Assessoria – As visitas técnicas para avaliar propriedades aptas à implementação do Programa de Regularização Ambiental (PRA) no Acre iniciaram neste mês de agosto nos municípios de Acrelândia, Plácido de Castro, Capixaba, Epitaciolândia e Brasileia. O governo do Estado, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, está promovendo encontros para apresentar o PRA para associações e prefeituras.

O secretário de Estado de Meio Ambiente, Israel Milani e técnicos da Sema, visitaram o núcleo da associação de produtores rurais Nova Era e Nova União no município de Plácido de Castro para apresentação do PRA. Já em Acrelândia, a visita técnica aconteceu na prefeitura, com a presença do prefeito Ederaldo Caetano, do secretário de Agricultura e Meio Ambiente do município, Aldir Belo dos Santos, além de técnicos.

“Esses encontros são importantes para firmar parcerias interinstitucionais bem como para apresentação técnica das diretrizes do PRA e do potencial do cultivo de sistemas agroflorestais no processo de recomposição florestal de passivos ambientais em área dos pequenos produtores rurais”, explicou o secretário Israel.

Leia Também:  Vídeo: Máquinas do Deracre que deveriam estar arrumando ramais de Sena Madureira, estão paradas há duas semanas por falta de manobristas, denuncia Gerlen Diniz

O coordenador de projetos, Roger Reco, e o coordenador do PRA na Sema, André Pellicciotti, também acompanharam a agenda no interior do estado. Exemplares da publicação do catálogo de sistemas agroflorestais da Sema foram entregues e as áreas com potencial de implementação dos projetos de plantio com esses sistemas foram identificadas.

No município de Capixaba também foram observadas as condições dos ramais Zaqueu Machado, da Sementeira e da Limeira. O presidente da Associação Machado Almeida, Laedes da Silva, recebeu orientações sobre as possibilidades de arranjos agroflorestais na recomposição florestal de passivos ambientais para a regularização dos imóveis rurais.

Em Brasileia e Epitaciolândia, os técnicos da Sema e o secretário Israel Milani avaliaram a viabilidade logística para implementação do PRA. “Foram feitas vistorias nos ramais de acesso às áreas para analisar condições de escoamento da produção e mecanização para preparo do solo”, acrescentou André Pellicciotti.

A implementação do PRA no Acre conta com o apoio do projeto Paisagens Sustentáveis da Amazônia, uma parceria do Estado com o Banco Mundial, o Ministério do Meio Ambiente e a Conservação Internacional (CI-Brasil) e financiado pelo GEF (Global Environment Facility), que está inserido em um programa regional voltado especificamente para a Amazônia, envolvendo Brasil, Colômbia e Peru.

Leia Também:  Colocar suspeita: Bolsonaro joga a toalha sobre voto impresso: "não acredito que passe na Câmara"

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

TUDO SOBRE POLÍTICA II

Aplicação de doses de reforço contra a Covid-19 para maiores de 18 anos já iniciou em Porto Walter

Publicados

em

A partir desta Segunda-feira (29), a Secretaria de Saúde intensificará as ações de imunização objetivando aplicar a dose de reforço contra a Covid-19. Quem tem mais de 18 anos e tomou a segunda dose da vacina há cinco meses pode buscar a dose de reforço nas Unidades Beira Rio e Portelinha.

O Coordenador de Imunização, Vinícius Lopes lembra que a dose de reforço funciona com a intercambialidade de vacina. Ou seja, quem tomou a 1ª e a 2ª dose da FioCruz/AstraZeneca, vai tomar o reforço de Pfizer. Já quem recebeu as duas primeiras doses de Pfizer, vai tomar AstraZeneca. A Prefeitura aguarda o recebimento de doses da Janssen, para a aplicação da segunda dose.

A Secretária de Saúde, Ana Flávia Melo, faz um alerta para as pessoas que ainda não tomaram a segunda dose. “Quem ainda não tomou a segunda dose deve procurar o quanto antes os postos de vacinação para completar o esquema vacinal e aguardar o período de aplicação do reforço recomendado pelo Ministério da Saúde”, enfatiza.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: A presidente do SINTEAC Rosana Nascimento, falando sobre o Abono da rede municipal de Rio Branco.. “É o governador Gladson Cameli e suas presepadas…ele não respeita a Educação do Estado, não respeita os professores…ele nem sabe os valores que serão pagos.. nós estamos pedindo esse abano e o governo e a secretaria não nos recebe”, diz presidente do SINTEAC Rosana Nascimento.

Leia Também:  Gladson Cameli participa das comemorações do aniversário de Cruzeiro do Sul e anuncia investimentos

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA