RIO BRANCO

TUDO SOBRE POLÍTICA II

Governo da corrupção: Operação “Castelo de Água” no Depasa do governo Cameli deixa prejuízo aos cofre públicos de R$ 2,4 milhões, empresas emitiam notas fiscais falsas

Publicados

TUDO SOBRE POLÍTICA II

Veja o Vídeo:

Em entrevista coletiva, os delegados da Polícia Civil do Acre, Pedro Rezende e o delegado-geral da Polícia Civil do Acre, Josemar Portes, deram mais detalhes acerca da Operação “Castelo de Água”, desencadeada na manhã desta quarta-feira, 06, em Rio Branco.

Segundo informações, a operação mobilizou mais de 70 policiais com o intuito de apreender documentos, aparelhos telefônicos e dispositivos de informática, que comprovem a existência de um grupo criminoso montado para fraudar a execução de vários contratos licitados firmados junto ao Depasa, para o fornecimento de insumos e materiais utilizados na manutenção da rede de água e esgoto da capital, aquisição de hidrômetros e dentre outros fins..

Ao todo sete empresas teriam se beneficiado no esquema e há indícios da participação de servidores públicos, que teriam atuado no Departamento Estadual de Água e Saneamento (Depasa) para atestar as notas falsas emitidas pelas empresas.

Segundo o delegado da Decor, Pedro Rezende, a 1º fase da Operação cumpriu mandados de buscas, apreensão e além de sequestro de bens.

“Nós apuramos um prejuízo de R$ 2,4 milhões. As pessoas dessas empresas emitiam notas fiscais falsas e servidores de dentro do Depasa atestavam essas notas causando um prejuízo ao estado. Nessa 1ª fase, foi pedido bloqueio de contas bancárias, mandados de buscas e apreensão e a investigação continua para apurar outras condutas ilícitas”, salientou.

Leia Também:  Evo Morales renuncia à presidência da Bolívia; Vice-presidente, Álvaro García também deixa o cargo

Segundo o delegado-geral da Polícia Civil, Josemar Pontes, o objetivo é apurar a execução do contrato firmado das empresas que não estariam entregando o que realmente foi acordado na execução, contando com a colaboração de servidores que estariam atestando as notas de recebimento.

“No contrato, existia fornecimento de materiais e a possível fraude que se anuncia se dá no fornecimento desse material, na emissão de notas, que não correspondiam ao que foi efetivamente entregue, esse seria o modus, mas nada impede que os desdobramento da investigação aponte para outros indícios como superfaturamento, mas até o princípio ainda não há esse indício”, afirmou.

Veja o Vídeo:

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Deputado Edvaldo Magalhães lamentou que as escolas estão pedindo açúcar emprestado na taberna do bairro”, as três escolas situadas na cidade de Feijó não iniciaram o ano letivo por falta de organização da Secretaria de Estado de Educação (SEE) do governo Gladson Cameli. As Escola de Ensino Médio José Gurgel, por exemplo, ficou sem iniciar as atividades por falta de energia elétrica. Além disso, está faltando merenda. “Aonde tem merenda, estão servindo bolacha com ki-suco. O governo anunciou um programa que deixaria todos os alunos bem alimentados, mas não tem merenda. Não conseguiram contratar e entregar merenda para iniciar o ano letivo, diz deputado

Leia Também:  A declaração foi forte e grave: “Está tudo dominado”, diz vice-governador Wherles Rocha sobre órgãos de controle

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Página do Instagram 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

TUDO SOBRE POLÍTICA II

Prefeitura de Assis Brasil organiza a final da 1º Copa Indígena de Futebol de Campo e Torneio Rural no Estádio José Dantas

Publicados

em

A prefeitura do município de Assis Brasil organizou a final da I Copa Indígena de Futebol de Campo que aconteceu neste sábado, dia 04, no Estádio Municipal José Dantas. Na ocasião também foi realizado um torneio rural com representantes de todas as regionais da zona rural do município.

O evento foi iniciado pela manhã e contou com a presença do prefeito Jerry Correia, do vice-prefeito Reginaldo Martins, dos vereadores Wendell Marques, Juraci Pacheco, Adelson Cunha, Eduardo Marques e Wemerson Martins. Também prestigiou a atividade o deputado Federal Léo de Brito.

“Nos sentimos valorizados com isso que tá acontecendo. O prefeito já realizou atividades esportivas neste ano lá em nossa comunidade, mas agora estamos aqui sendo tratados como verdadeiros atletas. Isso tudo tinha acabado e agora o prefeito e sua equipe estão resgatando”, comentou o jogar Francisco Rodrigues, do time Fazenda do Seringal Icuriã.

O evento durou o dia todo e movimentou a cidade. Muitos vieram das comunidades rurais e indígenas, além dos moradores da cidade. Vale ressaltar que há muito tempo o município de Assis Brasil não prestigiava atividades esportivas, somente com o prefeito Jerry e sua equipe a frente da prefeitura foi que voltaram com as práticas esportivas no município.

Leia Também:  Ações contra crimes ambientais no Acre são divulgadas em live dos secretários de Meio Ambiente da Amazônia Legal

No final, o time que consagrou-se campeão indígena 2021 foi o time Extrema da Terra Indígena Mamoadate, cabeceiras do Rio Iaco. Já o vencedor do torneio rural foi time da Fazenda, do Seringal Icuriã.

“Nossa alegria é ver o povo feliz de novo. Há muitos anos isso não acontecia aqui em Assis Brasil. Ser abraçado e receber essa energia dos moradores da cidade, da zona rural e das aldeias é um combustível para continuar trabalhando todo dia”, disse o prefeito.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: O Gefron apreendeu dentro de Van do município de Brasileia aproximadamente 150 kg de entorpecente, seria esta a maior apreensão daquela regional. De acordo com informações preliminares, o veículo da prefeitura iria realizar mais um transporte de pacientes que estão fazendo tratamento em Rio Branco quando foi surpreendido pelo policiais, após revistarem os pacientes e o veículo encontraram em uma sacola preta com todo o entorpecente.

Leia Também:  Editorial do Estadão diz que Bolsonaro elevou o charlatanismo à condição de política de Estado

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA