RIO BRANCO

TUDO SOBRE POLÍTICA II

Governador recebe alerta da Defesa Civil nacional sobre possível fechamento da BR-364 entre Rio Branco e Porto Velho

Publicados

TUDO SOBRE POLÍTICA II

Assessoria – O secretário nacional de Defesa Civil, coronel Alexandre Lucas, durante reunião do governador Gladson Cameli com o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, na tarde desta quinta-feira, 18, em Brasília, alertou para um possível estrangulamento da BR-364, que liga o Acre a Rondônia. O secretário disse que o volume de chuvas está muito grande e que as previsões são preocupantes.

Alexandre Lucas relatou que o gabinete que monitora as enchentes da Bacia do Madeira detectou que o rio já está no limite de sua cota de transbordo, porém, a previsão é de que aproximadamente cem milímetros de chuva ainda ocorram nos próximos dias, o que, consequentemente, agravará a situação.

“Esperamos e confiamos em Deus que a situação se modifique, porém, tenho a obrigação de alertar o senhor governador sobre a possibilidade de o Estado do Acre enfrentar novamente a situação de isolamento do resto do país por via terrestre”, afirmou o secretário.

Gladson Cameli pediu então maior empenho ao Ministério, para que soluções sejam apresentadas in loco, evitando males maiores. “Pedimos que o secretário Nacional de Defesa Civil vá ao Acre comigo, hoje ainda, para que nos próximos dias sejam traçadas ações emergenciais para evitar um possível colapso com o fechamento da BR-364”, disse Cameli.

Leia Também:  Município de Cruzeiro do Sul une forças para ajudar afetados pela enchente

Com vistas ao pedido do governador, o ministro autorizou a ida do secretário, que embarca hoje com Gladson para o Acre, e sua equipe técnica segue até sábado para Rio Branco. Participaram da reunião com o ministro os senadores Márcio Bittar e Mailza Gomes.

E veja também no Plantão 3 de julho noticias:

Veja o Vídeo Abaixo: Aconteceu há cinco horas de Assis Brasil, o desaparecimento de um indígena que teria ido se banhas nas águas do Rio Acre e desde então teria desaparecido, o Corpo de Bombeiros fez buscas durante dois dias e na manhã desta quarta-feira, o corpo foi encontrado boiando. De acordo com familiares a vítima estaria sob efeito de bebida alcoólica.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

TUDO SOBRE POLÍTICA II

Prefeitura de Cruzeiro do Sul já está vacinando crianças, abaixo de 12 anos, contra covid-19

Publicados

em

A Prefeitura de Cruzeiro do Sul, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, deu início nesta segunda-feira,17, a vacinação contra a covid-19, de crianças abaixo de doze anos.

Nesta primeira etapa a secretaria recebeu, no último sábado, 740 doses do imunizante e adotou a estratégia de começar a vacinação em escolas que estão com atividades presenciais. As escolas são: Escola São José, Hugo Carneiro, Presbiteriana e Antônio de Barros Freire. O público destinado nesta ação é o de crianças entre 10 e 11 anos, que devem comparecer acompanhadas de um responsável, levando sua carteira de vacinação. Esta etapa alcança uma parte deste público, e a vacinação terá continuidade conforme a chegada de novas doses, que serão enviadas pelo Programa Nacional de Imunização (PNI).

“Esta estratégia adotada visa direcionar as vacinas para este público de maneira mais ordenada, uma vez que ainda não dispomos das doses para todos, e assim temos maior controle sobre a vacinação. Mas já avisamos que, tão logo recebamos novas doses, faremos novas etapas de vacinação para abranger todo este público. A vacina sempre foi uma prioridade da gestão e iremos elaborar as estratégias de acordo com o total enviado a cada remessa”, explicou a secretária municipal de saúde Valéria Lima.

Leia Também:  Com 40 bairros atingidos por águas de igarapés após enxurrada, Rio Branco declara emergência

“Eu estava muito ansioso e nervoso também, pela vacina, mas nem doeu tanto”, disse Herbert Enes Martins, de 11 anos.

O ato de vacinação contou com a presença de muitos pais que estavam ansiosos para imunizarem seus filhos.
“Havia uma expectativa muito grande dessas crianças e dos pais, para que eles também tivessem a oportunidade de serem imunizados. Esse momento chegou. A quantidade de vacinas que recebemos não foi grande, mas a gente acredita que vamos receber essa quantidade toda semana e, de acordo com as doses que forem chegando, nós também vamos avançando para o público de nove, de oito e assim por diante”, explicou o prefeito Zequinha Lima.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA