RIO BRANCO

TUDO SOBRE POLÍTICA II

Exclusivo: Polícia Federal abre inquérito para investigar crime de peculato na Prefeitura de Brasileia. Tadeu Hassem é um dos investigados

Publicados

TUDO SOBRE POLÍTICA II

Secretário de Finanças Tadeu Hassem e a Prefeita de Brasileia Fernanda Hassem – Foto: Alexandre Lima / Oalto Acre

Após uma denúncia de possível prática de ações ilícitas, envolvendo apropriação de recursos públicos na prefeitura de Brasileia, durante o primeiro mandato da Prefeita Fernanda Hassem (PT), o órgão público entrou para a mira da Polícia Federal.

Isto porque, a Polícia Federal abriu um inquérito (nº 0000807 12.2020.8.01.0003) para investigar a denúncia de crime de peculato, possivelmente praticada pelo atual secretário de finanças do município, Licurgo Tadeu de Sousa Hassem, que é irmão da atual prefeita do município e o braço forte da gestora desde 2017, quando ganharam a eleição e até hoje divide com a irmã os poderes administrativos da administração.

A Suposta apropriação dos valores recolhidos a título de Imposto municipal de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), teria acontecido no período de 2019/2020. Vale ressaltar, que, em caso de condenação pela Justiça, quem comete o crime de peculato pode pegar prisão de 2 há 12 anos de prisão, em casos mais sérios inclui a suspensão dos direitos políticos, o que não seria nada legal! Já que Tadeu Hassem é cotado para disputar uma cadeira na ALEAC.

De acordo com o que apresenta no inquérito da Polícia Federal, Tadeu em conluio com outros autores, emitiria Certidão Negativa de Ônus Municipal ao receber o dinheiro vivo em mãos, sem fornecer o comprovante de pagamento do imposto, apropriando-se dos valores, sendo que, às vezes, como meio para a perpetração deste crime, falsificava documentos.

Quando questionado pelo contribuinte do porquê de não haver comprovante, o funcionário apenas dizia que a máquina de recibos estava quebrada. Em casos em que o contribuinte insistia pelo recibo, ele seria direcionado para a lotérica de Brasiléia, onde era emitido um comprovante frio, já que a quantia não era enviada aos cofres públicos e sim dividida entre Tadeu e os demais, que acobertaria as ações dentro da Prefeitura.

Leia Também:  CPI da Covid pode imobilizar Bolsonaro e mudar projeções de cenários para 2022, em que Lula é considerado favorito

Como exemplo, o denunciante afirmou que entre os meses de junho/julho de 2019 um comprador de uma fazenda no ramal do km 19, havia feito pagamento do imposto (cerca de R$ 9.000,00) no escritório deste funcionário do setor de arrecadação de Brasiléia. O denunciante afirmou que iria conseguir os documentos esclarecendo o nome completo do comprador da fazenda e a quantia correta de pagamento do ITBI. Até a presente data, não havia enviado tais informações. Em pesquisa no site da Prefeitura de Brasiléia, não consta tal quantia paga por este contribuinte que tenha sido gerado arrecadação ao município no ano de 2019 e 2020.

A denúncia que resultou na abertura do inquérito, teria acontecido no dia 30 de junho de 2020, a partir daí o Inquérito Policial é presidido pelo delegado federal Antonio Francisco Carlota Pessoa e foi instaurado a pedido do Ministério Público.

Com o andamento do inquérito policial, o delegado Antonio Francisco Carlota Pessoa, no uso de suas atribuições enviou um ofício (nº 1091801/2020) direcionado especificamente para a prefeita de Brasileia, Fernanda Hassem, solicitando que a gestora informe, com máxima urgência, a lista completa das pessoas que efetuaram pagamentos, a título de Imposto Sobre a Transmissão de Bens Imóveis – ITBI, no município de Brasileia, no período compreendido entre os anos 2017 a 2020; bem como informe todos os valores recolhidos, a título de ITBI, individualmente, e o montante mensal e em cada ano requerido.

Na mesma ocasião, o delegado Antonio Carlota enviou um segundo ofício ( nº 1091918/2020) para o Tribunal de Contas do Estado do Acre (TCE) solicitando que informe, se possível, e com a máxima urgência, os valores informados, pelo município de Brasileia/AC, que fora recebidos a título de Imposto Sobre a Transmissão de Bens Imóveis – ITBI, no município de Brasileia, no período compreendido entre os anos 2017 a 2020.

Leia Também:  Governador Gladson Cameli anuncia medidas para conter crises no Acre

Após todos os desdobramentos do inquérito onde houve uma dilação do prazo, o Juiz da Vara Criminal da Comarca de Brasileia, Clóvis de Souza Lodi, enviou um ofício (n.º 561) ao delegado da Policia Federal, Antonio Carlota, solicitando que o delegado encaminhe ao juízo, com brevidade, o inquérito policial, devidamente concluído.

A redação do site 3 de Julho tentou por várias vezes contato por celular com a prefeita Fernanda Hassem e o secretário de Finanças Tadeu Hassem para que os mesmos se pronunciassem sobre o caso, mas até a publicação desta matéria não obtivemos resposta. Caso queiram se pronunciar o espaço fica aberto.

 

E veja Também no Plantão 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Em seu segundo mandato de prefeita, Fernanda Hassem está deixando a desejar. Não está cumprindo os acordos firmado inclusive este na comunidade Quixadá no km 26, e também vários espaços públicos do município estão abandonado como é o caso da quadra do bairro José Moreira, conforme foi denunciado pelo Vereador Leomar Barbosa.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo: 

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

TUDO SOBRE POLÍTICA II

Com a presença e apoio do prefeito Camilo Silva, foi realizada a posse da diretoria da ACEPC

Publicados

em

Em tom de compromisso, responsabilidade e lealdade, foi realizada no restaurante Sabor do Abunã, a posse da diretoria da ACEPC – Associação Comercial e Empresarial de Plácido de Castro, tendo como presidente o Sr. Samuel Cassiano.

O evento reuniu um significante número de empresários do Município, bem como de Rio Branco, como sendo um dos destaques de peso, o bem sucedido proprietário do Barriga Verde.

Em sua fala de pose, Samuel Cassiano, idealizador desse projeto, garantiu que a classe trabalhará unida em um só objetivo, que é fazer de Plácido de Castro, um polo de desenvolvimento na área comercial, contando com a união de todos.

O prefeito Camilo da Silva, segundo Samuel Cassiano, foi um grande incentivador desse projeto, que também contou com o apoio da FIEAC e SEBRAE, através de seu presidente, José Adriano, bem como do presidente da FEDERACRE, Rubenir Guerra.

Após o mega evento, foi servido um jantar aos presentes.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Vereador diz que o prefeito Kiefer Cavalcante paga mais de 5 mil para dono de empresa que faz faculdade em Rio Branco – Vereador Ronaldo Reis de Feijó, gravou um vídeo onde fez graves denúncias contra a atual gestão do prefeito Kiefer Cavalcante a quem acusa de perseguição política e possível pagamentos irregulares em sua gestão. De acordo com o vereador, o prefeito demitiu a sua esposa só aconteceu depois que trouxe a tona um pagamento supostas irregularidades o que confirma a perseguição política que vem sofrendo por parte do gestor.

Leia Também:  Governador Gladson Cameli anuncia medidas para conter crises no Acre

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA