RIO BRANCO

TUDO SOBRE POLÍTICA II

Deputado Leo de Brito quer explicações do Ministro da Economia, Paulo Guedes, sobre empresas em paraísos fiscais

Publicados

TUDO SOBRE POLÍTICA II

O deputado federal Leo de Brito (PT) quer explicações do ministro da Economia, Paulo Guedes acerca da manutenção de empresas offshores, citadas no escândalo Pandora Papers, divulgado na última semana na imprensa. Para isso, o parlamentar acreano apresentou requerimento à Comissão de Fiscalização Financeira e Controle (CFFC), da Câmara dos Deputados.

“Paulo Guedes vai ter que nos explicar isso. Pelo que foi divulgado, ele mantém empresas offshores em paraísos fiscais mesmo após ter entrado para o governo Jair Bolsonaro, segundo a série de reportagens Pandora Papers. De acordo com a reportagem, Guedes não respondeu se fez investimentos após assumir o cargo, algo que desrespeitaria normas do serviço público e da Lei de Conflito de Interesses. Sua empresa segue em funcionamento”, afirma o parlamentar.

Leo de Brito completa: “Enquanto Paulo Guedes ganha milhões com o aumento do dólar, a população brasileira sofre com a fome, aumento da inflação e o desemprego. Isso é um desrespeito com o povo que está sofrendo”.

Além de Guedes, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto também está na lista das autoridades cujo nome aparece na lista de documentos vazados que têm empresas offshores, ou seja, empresas localizadas em regiões insulares e costeiras, localizadas em outros países.

Leia Também:  Assembleia Legislativa realiza sessão solene em homenagem aos médicos

“Paulo Guedes e Campos Neto fazem parte do Conselho Monetário Nacional [CMN], órgão responsável por emitir resoluções sobre temas relacionados a ativos mantidos no exterior. Além disso, os dois têm acesso a informações sensíveis relacionadas a flutuações nas taxas de câmbio e variação nas taxas de juros”, pontua.

As revelações divulgadas até o momento restringem-se a contas operadas nas Ilhas Virgens Britânicas, situadas no Caribe, território conhecido como peça chave no sistema offshore.

Entenda o caso

A série Pandora Papers, está sendo considerada a maior investigação da história do Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos. Por meio desse consórcio, jornalistas encontraram offshores ligadas a 133 bilionários, de mais de 40 países, listados no ranking da revista Forbes, segundo informa o portal Poder360.

Ainda de acordo com a reportagem do Poder360, o Brasil é o 2º país em número de pessoas do ranking ligadas a empresas em paraísos fiscais nesta investigação.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: O líder do Movimento Social Pró Ponte, Ralf Luiz, frisou que a obra da ponte de Rodrigues Alves é salutar mas, que o governador Gladson Cameli precisa fazer o ‘dever de casa’ primeiro. “Essa Interligação é importante mas, o debate precisa ser mais bem amadurecida pelos dois países. O governador não fez nem o dever de casa. Rodrigues Alves por exemplo, está precisando de uma ponte há anos. A nossa BR-364 até hoje não foi concluída. Portanto, discutir sobre a Interligação de Cruzeiro do Sul com Pucallpa é uma discrepância sem fim”, Concluiu.

Leia Também:  Governador visita Diocese de Rio Branco e garante retomada de convênios com o Estado

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Página do Instagram 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

TUDO SOBRE POLÍTICA II

Prefeitura de Cruzeiro do Sul realiza abertura Ramal do Tico, no Projeto de Assentamento Santa Luzia

Publicados

em

Uma antiga reivindicação dos moradores do Ramal do Tico, no Projeto de Assentamento (PA) Santa Luzia, foi atendida neste final de semana, pela equipe da secretaria municipal de obras, da prefeitura de Cruzeiro do Sul.

O prefeito de Cruzeiro do Sul, Zequinha Lima, fez questão de comparecer pessoalmente à comunidade para prestigiar os moradores. Também esteve presente o secretário Elenildo Souza, da agricultura, além de vereadores e representantes sindicais.

Nessa primeira etapa foram abertos os primeiros 10 km do ramal, que vai garantir melhoria no tráfego mesmo durante o período chuvoso. A intenção da prefeitura é continuar a abertura nos próximos anos.

“Quero lhe parabenizar pelo cumprimento de sua palavra, pelo compromisso que foi verdadeiro, que honrou e fez o que prometeu”, disse a professora Leonarda da Silva Monteiro, do Anexo Ceará, da Escola Municipal Airton Sena. A escola atende crianças do primeiro ao quinto ano e é uma importante referência na comunidade.

“Sabemos que são apenas dez quilômetros, mas é um começo. É apenas um ano de mandato e já estamos vendo muita coisa acontecer”, disse o professor Antônio Silva.
O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Chagas, citou todos os ramais que já receberam alguma ação da prefeitura este ano.

Leia Também:  Deputada Perpétua Almeida, denuncia descaso do Ministério da Saúde em relação a epidemia de Dengue no Acre

“Quero agradecer ao prefeito pelas ações principalmente em ramais, ações que alcançam os beneficiários do programa Luz para Todos: Ramal do Centrinho, Ramal do Escondido, Boca do Moa, Olivença, Praia Grande, Passo Fundo, Cinturão Verde, Igarapé da Onça, Badejos – de cima do meio e de baixo – Canela Fina, Ramal do Lorinho, Ramal do Cunha, todos estes tem ações dessa gestão da prefeitura”, disse.

“Tem que pôr o pé na lama. Eu acho importante estar presente nos locais, conhecendo de perto a situação da população”, disse o prefeito Zequinha Lima na ocasião.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Vereador diz que o prefeito Kiefer Cavalcante paga mais de 5 mil para dono de empresa que faz faculdade em Rio Branco – Vereador Ronaldo Reis de Feijó, gravou um vídeo onde fez graves denúncias contra a atual gestão do prefeito Kiefer Cavalcante a quem acusa de perseguição política e possível pagamentos irregulares em sua gestão. De acordo com o vereador, o prefeito demitiu a sua esposa só aconteceu depois que trouxe a tona um pagamento supostas irregularidades o que confirma a perseguição política que vem sofrendo por parte do gestor.

Leia Também:  Governo entrega mais 7 ônibus escolares e anuncia 110 novas máquinas e R$ 100 milhões para recuperar ramais em 2021

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA