RIO BRANCO

TUDO SOBRE POLÍTICA II

Deputado Daniel Zen repudia autoritarismo ao impedirem os trabalhadores de entrar na Assembleia Legislativa do Acre

Publicados

TUDO SOBRE POLÍTICA II

Enquanto a base do governo tenta acelerar a votação da Reforma da Previdência Estadual nesta terça-feira (26), trabalhadores são impedidos pela Polícia Militar (PM) de entrar na Assembléia Legislativa do Acre (Aleac), para acompanhar as discussões do projeto e apoiar os parlamentares que tentam obstruir a votação.

A proposta de Emenda à Constituição (PEC) modifica o sistema de previdência social e afeta de forma cruel os servidores públicos, que iniciaram há semanas um diálogo com a base do governo, mas sem alterações pertinentes, como frisou o deputado estadual Daniel Zen (PT/AC). “Após todas as tentativas de tornar menos ruim algo que é extremamente perverso com os servidores públicos, a proposta de Reforma da Previdência Estadual, cuja votação está agendada para hoje (26), pouco ou nada mudou de seu formato original, por exemplo, das minhas 5 propostas de emendas, que tentavam amenizar os efeitos maléficos da reforma, apenas uma foi acatada e, ainda assim, parcialmente”.

Desde que o projeto chegou à Aleac, no último dia 5 de novembro, sem consulta prévia e sem tempo hábil para o devido debate com as diferentes categorias de servidores públicos, os sindicatos fizeram manifestações e chegaram a ocupar a Assembleia Legislativa para impedir que a proposta fosse votada e aprovada.

Leia Também:  Moraes envia notícia-crime contra Bolsonaro, Flávio e Eduardo para análise da PGR

O deputado defendeu que o povo possa ocupar o Parlamento. “São diversos trabalhadores que vieram para dialogar e fazer valer os seus direitos, e estão sendo impedidos de entrar na Casa do Povo. Exigimos que a população pudesse entrar na Assembleia Legislativa para acompanhar de perto a votação”.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

TUDO SOBRE POLÍTICA II

Prefeitura de Cruzeiro do Sul entrega 60 novas caixas de lixo para o departamento de limpeza

Publicados

em

Assessoria – Para facilitar a coleta de resíduos sólidos, a Prefeitura de Cruzeiro do Sul construiu mais 60 novos contêineres e vai distribuir nos bairros da cidade. O município fez um investimento de R$ 160 mil na construção das caixas com a finalidade de incentivar a população a dar o destino adequado para o lixo doméstico.

Apesar de ter uma inadimplência de quase 90% no pagamento da taxa de lixo, a gestão municipal vem adotando medidas para melhorar a limpeza urbana. Uma ação importante foi a criação de uma cooperativa que coleta o lixo reciclável. A criação de ecopontos para seleção de resíduos também vem contribuindo para que o lixo se torne em uma fonte de renda para mais de 20 famílias que trabalham com reciclagem.

Além disso, a prefeitura mantém a coleta regular, avança no processo de adequação do aterro sanitário e instala novas caixas novas pela cidade.

“Através da entrega dessas caixas de lixo, estamos mostrando que o município contribui com a população, memos que a nossa obrigação seja apenas de coletar e destinar. O armazenamento seria por parte da população, mesmo assim, a gestão está colaborando. São caixas construídas por meio de licitação e com mão de obra do próprio município”, disse o secretário de Meio Ambiente, Ygoor Neves.

Leia Também:  Governo Bolsonaro manipula dados e número de mortos por Covid-19 despenca artificialmente em SP

De acordo com o prefeito Zequinha Lima, o município também está iniciando a execução de um projeto em parceria com empresários da cidade para o recolhimento de garrafas plásticas. Com os investimentos, a prefeitura quer incentivar a população a pagar a taxa de limpeza pública.

“Precisamos também que o cidadão contribua no sentido de fazer com que aquilo que pode ser reaproveitável, destine para o local certo. O que podemos afirmar é que, 70% daquilo que é produzido de lixo na nossa cidade já é reciclado. Mas estamos também inovando com uma parceria com empresários que estão contribuindo com a garrafa educativa. Essas garrafas serão distribuídas no centro da cidade para o cidadão depositar as garrafas pets que, possivelmente, seriam jogadas em locais inadequados”, disse Zequinha.

E Veja Também no 3 de Julho Brasil 24 Horas

Veja o Vídeo Abaixo: A leseira dessa turma da potoca parece não ter limites e também falta a eles conhecimento da minha história no Amapá. No contra-ataque de hoje, vai uma aula sobre minha vida no Amapá. Do Santina Rioli, passando pelo CCA e pela UNIFAP até os dias como professor e parlamentar. Criei raízes no antigo bairro da Favela, hoje Santa Rita, onde moro até hoje. Mas essas e tantas outras coisas são ignoradas pelos que vivem da mentira. Já a gente, compartilha a verdade.

Leia Também:  Em visita ao Tribunal de Justiça, Gladson Cameli parabeniza gestão do desembargador Francisco Djalma

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA