TUDO SOBRE POLÍTICA II

BBW: Prefeitura de Cruzeiro do Sul recebe visita de consultor técnico do projeto Del turismo

Publicados

TUDO SOBRE POLÍTICA II

O consultor técnico do projeto Del turismo, o alemão Hans-Peter Sattler, do Instituto Educacional da Economia Bávara da Alemanha – BBW, esteve em visita ao vale do Juruá, para ver de perto as potencialidades turísticas da região.

A prefeitura de Cruzeiro do Sul recebeu o consultor e promoveu um encontro com demais parceiros que já vem trabalhando com o planejamento para alavancar o turismo. Federação das Indústrias do Acre, Federação do Comércio e Sebrae estiveram presentes na reunião, assim como o prefeito Zequinha Lima.

“É uma honra receber um consultor técnico que trabalha exclusivamente com turismo, que faz investimento em outros estados do Brasil, notadamente em Santa Catarina. Cruzeiro do Sul foi o primeiro município a ser visitado, o que é um reconhecimento ao nosso potencial turístico e ao trabalho que estamos fazendo. Criamos uma secretaria de turismo, autônoma, para fazer o planejamento das ações, e assim abrir caminho para que possamos ter outros investimentos, sempre respeitando a natureza, os povos indígenas, mas buscando atrair o povo, empresários e turistas para visitar a região”. E continuou: “A gente não consegue construir sozinhos, só a gestão. Por isso, temos vários parceiros como a FIEAC, Fecomércio, Sebrae, Secretaria de Estado de Turismo, para alavancar a atividade e abrir caminhos para avançar o turismo no vale do Juruá”, disse o prefeito.

Leia Também:  Gladson Cameli e Socorro Neri reafirmam isolamento social e medidas de reforço na saúde para conter pandemia de Covid-19

O alemão Hans Peter é consultor empresarial do projeto Del Turismo, e viu grande potencial para o crescimento da atividade na região. O objetivo é ajudar a direcionar investimentos que possam favorecer o crescimento da atividade.

“Acredito que venho para ajudar no que vocês já sabem fazer. Apenas que, às vezes, um olhar de fora pode ajudar a trazer um direcionamento. Quando você entende como lidar com o turismo com uma visão empresarial, você já consegue dar outra dinâmica. Um dos primeiros passos é ajudar a definir o tipo de turismo e assim definir linhas de atuação, para conseguir avançar”, disse Hans Peter.

Janaina Terças, representante da Federação das Indústrias do Acre no Juruá, falou a respeito do que já vem sendo feito para alavancar a atividade na região.

“Temos o fórum de desenvolvimento do Acre com seis câmaras técnicas, sendo que uma delas é a de turismo. Vários estados estão sendo contemplados com o selo verde porque hoje está em alta a preservação e o meio ambiente, e como temos cerca de 80% da mata preservada podemos unir meio ambiente e economia para gerar emprego e renda, atraindo esse turista interessado nas águas, rios, no etnoturismo que é abundante aqui. Nosso objetivo é trazer programas e capacitação para as pessoas que se interessam por esse tipo de turismo”, disse.

Leia Também:  Omni Táxi Aéreo: Empresa aérea confirma interesse em voar para o Acre no próximo ano

A Fecomércio também participa do Fórum de Desenvolvimento do Turismo. O coordenador de Turismo João Bosco, recentemente visitou os locais de interesse na região.

“Este é um trabalho que começamos em 2020 com o Fórum que integra as federações e o Sebrae. Temos no estado dois polos turísticos: um no Vale do Acre e outro no Vale do Juruá, onde predomina o turismo étnico, contemplativo, que é o que as pessoas estão buscando nesse momento pós pandemia. As pessoas buscam experiências novas, então o Vale do Juruá tem tudo a oferecer a essas pessoas”, explicou.

O Sebrae tem sido um importante parceiro na promoção do turismo no Vale do Juruá.

“Existe uma câmara técnica onde o Sebrae é um dos membros. Desde 2020 decidimos unir nossas forças para alavancar o turismo. A pandemia teve um impacto negativo no turismo, mas é também o setor que mais deve crescer neste momento. Podemos unir nossas habilidades e trazer emprego e renda e obter resultados positivos. A prefeitura vem cumprindo um importante papel ao realizar os fóruns e formar em parcerias para o setor”, disse Jairo Negreiros, representante regional do Sebrae em Cruzeiro do Sul.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

TUDO SOBRE POLÍTICA II

Em Brasília, prefeito Jerry defende mais segurança e internet de qualidade na região de fronteira

Publicados

em

O município de Assis Brasil, distante 350 quilômetros da capital Rio Branco, na fronteira com o Peru e a Bolívia, ainda enfrenta grandes desafios por ser a única tríplice fronteira do Acre. O pequeno município não possui internet de qualidade, tem sérios problemas de falta de efetivo para atender as questões de fronteira e sofre com a falta de infraestrutura.

Nesse sentido, o prefeito Jerry Correia integrou a comissão de prefeitos acreanos que viajou à capital federal com agenda marcada no gabinete da presidência. O gestor foi convidado pelo presidente da Associação dos Municípios do Acre (AMAC), prefeito de Rio Branco Tião Bocalom, para defender junto ao Governo Federal temas relevantes para todos os municípios acreanos.

Em sua fala, Jerry Correia denunciou os descasos das operadores de sinal de internet em Assis Brasil que, segundo o gestor, oferecem um serviço de péssima qualidade e lesam os usuários.

“Não temos internet de qualidade. Uma vergonha para nós que somos uma cidade de fronteira, a porta de entrada do país. Estamos perdendo investidores e mais oportunidades de desenvolvimento”, disse prefeito.

Leia Também:  População de Tarauacá se revolta com a intenção do governo Gladson, de fechar a Maternidade no centro e colocar em uma ala do hospital da cidade

Correia também falou para o Secretário Especial de Assuntos Federativos, Mauro Benedito, da falta de estrutura e de pessoal para atender na alfândega Brasil/Peru. De acordo com o prefeito por falta de efetivo o posto alfandegário não consegue atender o grande fluxo migratório que acontece naquela região de fronteira.

“Precisamos de mais investimentos para melhor receber nossos turistas. São poucos os servidores e precária a estrutura do sistema alfandegário e migratório. Aqui é a primeira imagem do nosso país pra quem entra no Brasil por essa rota. O Governo Federal precisa ter um olhar diferenciado pra essa região”, defendeu o prefeito.

Outro tema defendido pelo prefeito foi a instalação de internet via satélite em todas as escolas indígenas de Assis Brasil. Jerry disse que essa ação vai melhorar a vida dos moradores das aldeias em todos os sentidos, especialmente na educação, tornando possível a continuidade dos estudos de centenas de jovens.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA