Geral

Cesare Battisti foi preso em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia

O guerrilheiro italiano Cesare Battisti, considerado foragido pela Polícia Federal do Brasil, foi preso na noite de sábado (12) em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia.

Publicados

Geral

O guerrilheiro italiano Cesare Battisti, considerado foragido pela Polícia Federal do Brasil, foi preso na noite de sábado (12) em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia.

O mesmo tem condenação a prisão perpétua na Itália em 1993 sob acusação de ter cometido quatro assassinatos durante as ações de Guerrilha Urbana organizadas pelo grupo Proletário Armados pelo Comunismo (PAC).

Na Bolívia é mais uma prisão no histórico de Battisti que teve início em 1979, quando escapou da prisão em Milão e fugir para a França. Refugiou-se no México em 1982, mas em 1990 voltou à França. De lá, veio para o Brasil que recebeu guarida do ex-presidente Lula (PT), que negou extradição solicitada pelo governo italiano.
Evo Morales e o abacaxi

Com a prisão de Cesare Battiste na Bolívia, o abacaxi para ser descascado fica por conta de Evo Morales se extradita diretamente para Itália ou se devolve para ao Brasil de onde é considerado refugiado desde 14 de dezembro de 2018, quando foi decretada sua prisão. Existe um Tratado de Extradição do Brasil com a Itália e com a Bolívia.

Se Morales quiser manter o prisioneiro em seu território por questão ideológica seguindo o mesmo viés adotado por Lula e Dilma terá um sério problema com a diplomacia Italiana. E pensando no desgaste que sofre internamente por grupos que protestam contra sua candidatura em 2019, contrariando o Não da população em referendo popular convocado em 2016, será que ele vai comprar essa briga também?

Caneta da exoneração

O Porta Voz do governo, Rogério Venceslau, alertou neste sábado (12), sobre o risco da caneta que nomeia servir para exonerar os “desobedientes” que insistem em indicar adversários, contrariando o governo e enraivecendo seus aliados. Agora fica a pergunta: vai quebrar só o galho de ingá ou da goiabeira também?

Leia Também:  Jovem é atropelado duas vezes em Sena Madureira e morre no PS de Rio Branco

Confusão

Essa muvuca toda em torno das indicações de pessoas ligadas aos governos antecessores é fogo, amigo. Há coisas que nas relações sociais que transcendem das regras políticas quando a retaguarda está baixa: amizade, parentesco, irmão de igreja, pedido do amigo do amigo, paquera, amante, ex-mulher e outras situações.

Além do mais, muitos pularam do barco na reta final sabendo que não iam lograr êxito ficando ao lado da “estrela vermelha” e fizeram acordos nos bastidores. Há ainda aqueles que votaram a legenda toda na esquerda e hoje juram por tudo que há neste mundo que votaram no Gladson (PP), Petecão (PSD) e Márcio Bittar (MDB). São todos estes casos emblemáticos que cobram espaço e tem colocado saia justa no novo governo.

Diário Oficial da esperança

Todos os dias o Diário Oficial do governo é vasculhado para saber quem são os infiltrados da antiga administração do Marcos Alexandre/Tião Viana (PT) e saber se o nome dos aliados com promessas de cargos já foram publicados.

É uma agonia sem fim que tem deixado muitos a flor da pele. A cada dia que passa as vagas diminuem e as esperanças vão se esvaindo. A raiva nos grupos da “despetização” do governo é grande. A justificativa para o descontentamento é, segundo eles, não se conformar de terem ficado 20 anos subjugado aos domínios do PT sem espaço e até “perseguidos” para no final não receber nem a “semente da cereja” no governo. E o próprio governo, segundo fontes próximas a ele, tem se mostrado impaciente com tanta gente cobrando um lugar ao sol. Esse é o preço de uma coligação com mais de dez siglas.

Leia Também:  Declaração obrigatória de rebanho é estendida até 30 de junho, Idaf nos municípios estarão funcionando

Lideranças do Alto Acre

O guru do Alto Acre parece que tende ficar no isolamento ao menos em público do governador e do próprio partido. Em Brasiléia continua sendo o “grande gênio da política”, mas alguns mdbistas da Capital já mostram insatisfação nos bastidores de continuar dando sustentação ao ex-prefeito de Brasiléia Aldemir Lopes. Mas, que os incomodados que segurem a peteca porque o homem é protegido do deputado Federal Flaviano Melo (MDB).

Órfãos de pai

Se a turma do Gladson resolver isolar Aldemir para evitar alfinetadas da oposição, isso pode por em risco os afilhados do mesmo que dependem de sua tutela para garantir a tão sonhada CEC. Ainda que seja uma CEC1.

Embraer vendida para os americanos

A Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer) poderá até fins de 2019 se tornar uma empresa americana de domínio da Boeing que está em processo de negociação para comprar 80% das ações da empresa brasileira. Criada em 1969 é a terceira maior fabricante mundial de jatos comerciais e tem presença nos Estados Unidos, Singapura, Portugal, França e também na China.

Soberania em xeque

Havia resistência de Bolsonaro em compartilhar segredos de segurança nacional (soberania) com a venda da Embraer, mas foi convencido por Paulo Guedes e equipe que as unidades de fabricação para fins de defesa permanecerão sob controle do governo brasileiro. Sendo assim, o presidente dará o aval para o fechamento do negócio com a Boeing.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Geral

Foco de raiva bovina foi detectado em Sena, onde 18 animais morreram com suspeita da doença

Publicados

em

Apenas um caso foi confirmado por exame de laboratório, segundo o Idaf, mas 18 animais morreram no período e a suspeita é que tenha sido com a doença transmitida pelo morcego – Foto: Arquivo/Idaf

Um foco de raiva bovina foi detectado em uma propriedade rural, na cidade de Sena Madureira onde 18 animais morreram com suspeita da doença. As informações foram confirmadas pelo Instituto de Defesa e Agropecuária Florestal (Idaf), que faz o monitoramento.

Ainda conforme o Idaf, só foi possível fazer a coleta de um dos animais, que teve o caso confirmado por exame laboratorial, mas considera como foco devido às outras mortes terem ocorrido no mesmo período e os animais terem apresentado sintomas.

A raiva em bovinos é transmitida pela mordida do morcego, que além de matar o animal infectado pela doença, também pode ser transmitida para humanos.

Em junho do ano passado, o Idaf tinha registrado a morte de sete animais da área rural de quatro cidades no interior do Acre nos meses de dezembro de 2020 e maio de 2021. Os casos deste ano foram informados ao Instituto no início de junho.

“Nessa área, nós temos um foco de raiva, com um caso positivo laboratorial e na investigação foi detectado que na propriedade morreram 18. Não podemos afirmar porque não foi possível fazer o exame, mas, pelo período da doença, é detectado como raiva. Se morrer algum animal, em um período de três meses com os mesmos sintomas, a gente considera que ainda seja raiva, pelo período de incubação da doença”, disse a chefe do Programa de Combate da Raiva do Idaf, a veterinária Maria do Carmo Portela.

Leia Também:  Xapuri: Banco alemão KfW confere resultados de investimentos no AC

Quando o veterinário foi até a propriedade, foi feita a orientação aos moradores sobre a vacinação do rebanho, além de investigar se as pessoas tiveram contato com o animal infectado, com a saliva, que é o que a via de transmissão.

“A saliva é o que contém o vírus, e quem trabalha na área rural, pode ter machucado nas mãos, então, é feita a investigação para ver se a pessoa teve contato com a saliva e, no caso, é enviado para a secretaria de saúde do município para a pessoa tomar a vacina. Também é solicitado ao proprietário faça a vacinação do rebanho”, acrescentou.

O trabalho do Idaf, nestes casos é orientar quem teve contato com o animal doente busque a unidade de saúde, e também faça a vacinação do rebanho. Se tiver muitos sinais de mordidas de morcego, ainda é feita a captura dos animais para tentar amenizar a situação, com o controle da colônia dos morcegos.

A propriedade está sob monitoramento e deve receber mais uma visita técnica, com um levantamento se houve mais alguma propriedade com sinais de espoliações de morcego e ou morte com sintomas de raiva, para que seja feito um trabalho de educação sanitária na área.

Leia Também:  Declaração obrigatória de rebanho é estendida até 30 de junho, Idaf nos municípios estarão funcionando

Sintomas

Entre os sintomas estão o isolamento do animal, perda de apetite, salivação abundante, perda de equilíbrio, quedas e estiramento do pescoço.

Caso um animal apresente os sintomas, o caso deve ser comunicado ao Idaf e as pessoas devem evitar o contato.

Além disso, a veterinária orienta a população que em caso de agressão do animal, e vale até mesmo para cães e gatos, procure a unidade de saúde para tomar a vacina. Do G1 Acre

Animal espoliado por morcego: Foco da raiva bovina é identificado em propriedade rural no interior do AC; 18 animais morreram com sintomas da doença – Foto: Arquivo / Idaf

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA