Geral

Terceirizados da limpeza que trabalham no hospital Wildy Viana, em Brasileia, poderão cruzar os braços

Segundo informaram, são mais de 20 funcionários que estão passando esse problema. Se acarreta aí, ainda a falta do 13º de 2018.

Publicados

Geral

Segundo informaram, são mais de 20 funcionários que estão passando esse problema. Se acarreta aí, ainda a falta do 13º de 2018.

Um problema decorrente no Hospital Regional Wildy Viana, localizado na cidade de Brasiléia, distante cerca de 240km da Capital acreana, relacionado a pagamentos dos contratados pela empresa terceirizada que cuida da limpeza, poderão cruzar os braços nesta semana.

Segundo foi apurado após uma denuncia, os terceirizados da empresa Martins e Gomes (Limpacre), estaria com meses de atraso no pagamento, o que vem ocasionando prejuízos aos mesmos, por não conseguirem cumprir com suas obrigações em suas residências.

Citam como exemplo, o pagamento da energia elétrica; “…a empresa não quer saber se o nosso salário está atrasado e após 15 dias, o corte acontece. Temos que nos virar para conseguir emprestado e pagamos a taxa de religação. Quando pagam um mês, já vai acumulando outro”, desabafou um dos funcionários que pediu para não ser identificado por medo de represália.

O jornal o altoacre.com entrou em contato com a Assessoria da Secretaria de Saúde através do número 98119-77**, onde foi enviado uma Nota de Esclarecimento, dizendo que a empresa contatada teria enviado documentos neste dia 10 para empenho e possível pagamento do mês de abril, nesta quinta-feira, dia 13. Já o mês maio, ainda está aguardando o envio par ao processo de pagamento.

Leia Também:  Jovem de 24 anos é achado morto com tiro nas costas em Capixaba

Também foi tentado o contato com a empresa pelo número (68) 3223-2170, onde a secretaria tentou passar para o diretor, identificado como Denis. Este estaria em reunião e lhe foi deixado o número para contato, mas, não retornou para dar sua versão dos fatos.

Em relação ao pagamento de 2018, estaria em processo de reconhecimento e poderá ser pago tão logo seja resolvido.

Veja da Sesacre nota abaixo.

Nota de esclarecimento

A Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), informa que a empresa Martins e Gomes (Limpacre), que fornece o serviço de limpeza ao Hospital de Brasileia, realizou a entrega da documentação para pagamento referente ao mês de abril nesta segunda-feira, 10. O mesmo será encaminhado para o controle interno da Sesacre para análise e posterior pagamento. Estando em conformidade, a previsão é que até quinta-feira,13, seja depositado na conta da empresa.

Sobre o mês de maio, a Sesacre ainda aguarda a documentação necessária para o processo de pagamento.

Com relação ao pagamento de dezembro de 2018, o mesmo está em processo de reconhecimento de dívida conforme de lei complementar 359 de 24 de maio de 2019, publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) N°12559 de 27 de maio de 2019. Por Alexandre Lima / oaltoacre

Leia Também:  Ex-milionário troca tudo por uma ilha deserta

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Geral

Procon do Acre prestará serviços de fiscalização e educação durante a Expoacre

Publicados

em

O Instituto de Defesa do Consumidor (Procon/AC) irá oferecer os serviços de atendimento, educação e fiscalização durante toda a Expoacre 2022, que será realizada entre sábado, 30, e domingo, 7, no Parque de Exposições de Rio Branco.

Para a tarefa, foram definidos os seguintes formatos de atendimento: o presencial, no Box 06 do Galpão Institucional, onde serão realizadas aberturas de reclamações, agendamento para atendimentos na OCA e orientações.

Já o atendimento em educação para o consumo será realizado de forma presencial, em uma tenda localizada na área externa do galpão, onde serão fornecidas orientações em diversos temas e distribuídas publicações de Códigos de Defesa do Consumidor e cartilhas.

A equipe de fiscalização irá atuar em todos os estabelecimentos da feira, e, excepcionalmente nos dias de show e nos horários do evento, fazendo o acompanhamento dos serviços ofertados aos consumidores, como a venda de ingressos, produtos e serviços em geral.

Segundo a diretora-presidente do Procon-AC, Alana Albuquerque, um evento de grande porte como a Expoacre, que movimenta o comércio e oferece um vasto leque em prestação de serviços, demanda atenção e atuação do órgão de defesa do consumidor, tanto em caráter informativo quanto fiscalizador.

Leia Também:  IPTU não será cobrado de imóveis atingidos pela enchente no Acre

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA