RIO BRANCO

Saúde

Mais de 500 pessoas já foram diagnosticadas com câncer no Acre, 52% são em mulheres

Publicados

Saúde

Entre janeiro e setembro deste ano, mais de 500 pessoas já foram diagnosticadas com algum tipo de câncer no Acre. O dado faz parte de um balanço do Hospital do Câncer do Acre (Unacon). Destes, 52% são diagnosticados em mulheres adultas.

Câncer de mama, do colo uterino e do útero são os mais frequentes entre as mulheres no estado. Ainda segundo o Unacon, a unidade já recebeu, até o mês de setembro, 300 exames de biópsia positivos feitos em mulheres.

Deste, 85 são de câncer do colo uterino, 63 de mama e cinco de útero. Esses são os tipos mais diagnosticados no público feminino. Em 2018, o Unacon recebeu, durante todo ano, 715 casos.

Pacientes em tratamento

A gerente do Unacon, Áurea Freitas, explicou que, atualmente, são feitas mais de 400 aplicações de quimioterapia na unidade. Destas, 42 são em crianças que tratam algum tipo de câncer.

“Tem casos que, dependendo, recebe o diagnóstico, mas muitos vão para outro estado receber o tratamento porque é com radioterapia e não temos aqui. Então, vai pelo TFD [Tratamento Fora do Domicílio] para outro estado, fica sendo paciente do Unacon, mas não fica aqui. Faz a radio fora, mas a consulta e o ambulatório são aqui”, complementou.

Leia Também:  Malária e Dengue assustam a população de Marechal Thaumaturgo: População cobra ações de controle e combate por parte da saúde municipal

A gerente confirmou que, até setembro, já foram diagnosticados 581 novos casos de câncer no estado. Segundo Áurea, o número geral de casos diagnosticados este ano deve ser próximo do total confirmado ano passado, que foi 715, ou até mesmo ultrapasse.

“Talvez chegue a 100 ou ultrapasse. É difícil a gente prever. Hoje, o paciente só começa a fazer o tratamento no Unacon a partir do diagnóstico positivo”, frisou.

Outubro Rosa

A gerente falou ainda sobre as ações realizadas no mês de outubro, reconhecido como mês de combate e prevenção ao câncer de mama. Entre as atividades, a profissional falou que pacientes em tratamento receberam uma atenção especial também.

“Tivemos palestras, inclusive com uma fisioterapeuta que ensinou como cuidar dessas pessoas afetadas pelo câncer. Como lidar, como se deve proceder. Temos uma equipe de psicólogo e serviço social que dá toda um apoio e suporte”, afirmou.

A gerente falou também sobre um projeto de lei aprovado, no último dia 16, pelo Senado que mudou o prazo, de 60 para 30 dias, para a realização de exames de diagnostico de câncer pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Para ela, a agilidade nos exames, resultados e início do tratamento são fundamentais para o paciente.

Leia Também:  Governo entrega Centro de Diagnóstico em Rio Branco

“Do que adianta, fazer prevenção e todo um trabalho se demora muito nos exames, consultas. Tem que agilizar porque o câncer é muito rápido, não espera. As consultas oncológicas têm que ser rápidas, o exame da biópsia, o tratamento. Um mês faz toda diferença para uma pessoa acometida com câncer”, concluiu. Do G1 Acre

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Saúde

Cruzeiro do Sul completa um ano de vacinação contra covid-19 com mais de 125 mil doses aplicadas

Publicados

em

Há exatamente um ano atrás a prefeitura de Cruzeiro do Sul iniciou a aplicação das primeiras doses de vacina contra a Covid 19.

Logo de início, a secretaria municipal de saúde percebeu que tanto a doença, quanto a vacinação, apresentam peculiaridades que exigiram inovação e criatividade para atingir os públicos alvo de cada etapa de vacinação.

As primeiras ações, destinadas ao publico de maior idade, foram realizadas por meio de drive thru, reduzindo o tempo de espera e o desconforto a que seriam submetidos em longas filas de espera.

Pensando no horário de trabalho do público adulto, as ações se concentraram em oferecer horários e locais alternativos. Foi o caso da campanha ‘Bota no 12’ que manteve o serviço de vacinação até meia-noite e resultou na vacinação de 3.183 pessoas.

Com a temática de festa junina, a ação ‘Trintou da Vacinação’ representou um marco na campanha, vacinando 3.725 pessoas na Praça do Centro Cultural. A partir daí, a tematização das campanhas deu o tom da vacinação em Cruzeiro do Sul.

Leia Também:  Hemoacre pede doadores para reforçar estoque em banco de sangue

Assim houve: “O que você espera de um sábado a noite”, para maiores de 25, o ‘Happy Hour da Vacinação” – para maiores de 18 – e o Tik Tok da vacinação para maiores de 12. Os locais de vacinação também buscaram agradar diferentes públicos: quadras , shopping e igrejas foram alguns dos locais em que ocorreu a vacinação.

Mas as ações não pararam por aí. A secretaria de saúde realizou as vacinações móveis diretamente nos comércios da cidade e na zonal rural. Em um ônibus preparado, profissionais da parte do TI lançavam os dados no sistema em tempo real, já no local de vacinação, para possibilitar um melhor controle das doses.

Hoje, Cruzeiro do Sul tem um total de 126.293 doses aplicadas, sendo 65.042 de primeira dose, 52.635 de segunda dose. Além de de 8.616 de terceira dose.

“Entendemos que as estratégias de vacinação da secretaria foram um sucesso, resultando em uma das melhores coberturas vacinais do país em proporção à população. E isso só foi possível mediante ao empenho dos nossos servidores que trabalharam em horários fora do expediente nas campanhas”, explica a secretária Valéria Lima.

Leia Também:  Maternidade do Acre é modelo para outros estados com Método Canguru

“Conseguimos avançar muito com a vacinação em Cruzeiro do Sul, o que é muito positivo, já que é o meio mais eficaz que temos para combater a pandemia. Hoje o município de Cruzeiro do Sul é lembrado no Acre com um caso de sucesso e isso se deve em grande parte à resposta da nossa população, que atendeu ao nosso apelo”, explica o prefeito Zequinha Lima.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA