Saúde

Há quase um mês em greve, médicos seguem com paralisação em três unidades de saúde em Rio Branco

Publicados

Saúde

Com 10% dos médicos em greve, quatro unidades de saúde de Rio Branco estão sem atendimento – Foto: Ana Paula Xavier/Rede Amazônica Acre

Em greve desde o dia 8 de novembro, os médicos que compõem o quadro da saúde de atenção básica de Rio Branco seguem com a paralisação em três unidades de saúde, nesta terça-feira (7).

A categoria resolveu parar atividades por um período de 30 dias e deve realizar uma assembleia na noite desta terça para decidir se suspendem ou não o movimento. Os profissionais pedem a reforma do Plano de Cargo Carreira e Remuneração (PCCR).

Com apenas 10% dos profissionais participando do movimento grevista, por determinação judicial, estão sem o atendimento dos médicos, as unidades de saúde dos bairros Vila Ivonete, Mocinha Magalhães e Calafate no período da manhã. Já durante a tarde paralisam a do Taquari, Setor de Regulação e da 6 de Agosto.

O presidente do Sindicato dos Médicos do Acre (Sindmed), Guilherme Pulicci, informou que ainda não recebeu nenhuma contraproposta da prefeitura e que não houve qualquer reunião com o executivo municipal desde o dia 8 de novembro, quando teve início o movimento.

“A única proposta deles foi que suspendêssemos o movimento para que eles nos fornecessem uma contraproposta, e deliberamos em assembleia que isso era até ofensivo à categoria, já que a gente apresentou nossa proposta de reformulação do PCCR em 27 de julho deste ano e desde, então, não tivemos nenhuma resposta da prefeitura”, disse.

Jonathan Santiago, Secretário de Administração e Gestão de Pessoas, disse que a prefeitura tem ouvido e negociado com todas as categorias, por meio de reuniões, em uma rodada de conversas, mas que não vai ser possível informar à categoria sobre o principal pedido deles que é saber a porcentagem de aumento ainda neste ano.

Leia Também:  Sesacre registra mais uma morte e quase quinhentos novos casos de infecção por coronavírus no Acre

“Os médicos optaram pela paralisação, mas a gente continua negociando. O município já fez uma proposta para eles oficialmente que foi enviada pela procuradoria, dentro do que era possível. O principal debate é que eles querem que seja estabelecido já agora no mês de dezembro qual é o percentual, quanto que eles vão ter de reajuste, qual a tabela remuneratória e eles querem que já diga agora. Mas, assim como foi dito para todas as categorias, não vamos informar agora porque existem alguns fatores: A LOA foi aprovada e temos que fechar o último quadrimestre para saber o efetivo gasto com folha de pagamento”, explicou.

Decisão judicial

No dia 15 de novembro, a Secretaria de Saúde da capital acreana (Semsa) divulgou que a Justiça concedeu, parcialmente, uma tutela de urgência e determinou que 90% dos médicos em greve voltassem ao trabalho.

O TJ-AC reconheceu que o movimento é legal, contudo, destacou que “a saúde é essencial para o crescimento e desenvolvimento da população do nosso país”. Caso a determinação judicial não seja acatada, a Justiça estabeleceu multa diária de R$ 50 mil. A decisão é cumprida pelo sindicato.

“Temos que considerar que a greve não foi considerada ilegal, como alegava a gestão e a procuradoria municipal, já que o sindicato cumpriu todas as normas legais para declarar o movimento. O movimento segue. A categoria, por unanimidade, decidiu por seguir com o movimento e contamos no próximo dia 23 com a adesão dos demais sindicatos para reforçar o movimento. Agora, de fato, decisão judicial tem que ser cumprida”, disse na época.

Leia Também:  Urgente: Sesacre anuncia mais 11 mortes e 207 novos casos de contaminação por coronavírus no Estado

Alcinete Gadelha G1 Acre

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Vereador diz que o prefeito Kiefer Cavalcante paga mais de 5 mil para dono de empresa que faz faculdade em Rio Branco – Vereador Ronaldo Reis de Feijó, gravou um vídeo onde fez graves denúncias contra a atual gestão do prefeito Kiefer Cavalcante a quem acusa de perseguição política e possível pagamentos irregulares em sua gestão. De acordo com o vereador, o prefeito demitiu a sua esposa só aconteceu depois que trouxe a tona um pagamento supostas irregularidades o que confirma a perseguição política que vem sofrendo por parte do gestor.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Saúde

Programa Saúde na Comunidade se aproxima dos 30 mil atendimentos em Epitaciolândia

Publicados

em

Assessoria – O programa Saúde na Comunidade chega a sua 37ª edição e já realizou cerca de 30 mil atendimentos, aos pouco foi se consolidando e ampliando com especialidade que vão de exames de ultrassonografias em mais de 12 modalidades, eletrocardiograma, consultas com médicos especialistas, dentre outros.

Para o prefeito Sérgio Lopes o programa é uma forma de levar saúde de qualidade em todos os lugares de Epitaciolândia, seja aqui na cidade ou nas comunidades mais distantes da zona rural.

“O Programa Saúde na Comunidade nasceu da necessidade de levar serviços de saúde preventiva e curativa para aquelas comunidade de difícil acesso, e hoje é o maior programa de políticas públicas em todo o estado Acre..” Destacou o prefeito.

Na 37º edição realizada na Escola Municipal João Pedro da Silva, Bairro Liberdade, foram oferecidas diversas especialidade como ortopedia, oftalmologista, eletrocardiograma, ultrassonografia, dentre outros exames

37ª Edição Saúde na Comunidade 06/08/2022

(Escola João Pedro da Silva)

Atendimento médico: 105

Procedimento odontológico: 253

Leia Também:  Prefeitura de Brasileia realiza campanha em alusão ao novembro azul

Procedimento de enfermagem: 357

Atendimento/ abordagem Psicólogo: 12

Vacina: 91

Rotina: 61

Covid: 30

Dispensação de medicamentos: 116

Auxílio Brasil: 32

Teste Rápido ISTs: 124

Teste Rápido covid: 34

PCCU: 17

Corte de cabelo: 67

Eletrocardiograma: 42

Vacina Antirrábica: 73

Especialidades 367

Ortopedia: 67

Cardiologia: 42

Pediatria: 48

Ginecologia: 55

Geriatria: 23

Oftalmologia: 132

Ultrassonografias: 251

Aparelho urinário: 79

Bexiga e próstata: 11

Abdômen total 79

Pélvica suprapúbica e transvaginal 3

Pélvica transvaginal 37

Partes moles 8

Tireóide 7

Usg de mama 7

Obstetrícia 14

Pélvica suprapúbica: 2

Parede Abdominal: 3

Região inguinal: 1

Total de atendimentos: 1.941

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA