RIO BRANCO

Saúde

Em apenas 48 horas Assis Brasil vacinou mais de 470 pessoas contra a COVID-19

Publicados

Saúde

A Prefeitura de Assis Brasil iniciou na Segunda Feira (09) a vacinação contra a Covid-19 para pessoas na faixa etária 12 anos pra cima. E o público lotou as UBS (Unidades Básicas de Saúde) durante todo o dia.

Na Terça-Feira (10), a Prefeitura em parceria com o Governo do Estado, fez uma Caravana de vacinação que durou de 9hs da manhã até às 21hs da noite. Mais uma vez o público aderiu rapidamente em busca de sua dose.

O fato é que em apenas 48 horas o município vacinou mais de 470 pessoas, sendo este um número muito importante porque são mais vidas imunizadas e dessa forma o município pode retornar à rotina mais rapidamente.

O Prefeito da cidade, Jerry Correia, agradeceu a Deus pelo alavancar da imunização, destacando que não tem medido esforços para que cada cidadão receba sua dose da vacina, “Estamos em contato constante com o Governo do Estado e representantes do Governo Federal, na tentativa de vencermos essa corrida de imunização,” disse.

E veja também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: A gestão do prefeito Jailson Amorim e seu vice-prefeito Pr. Nilson vem desenvolvendo ao longo destes sete meses um excelente trabalho voltado para o bem star da população e visando o desenvolvimento do município. Durante o início da gestão, houve alguns problemas que o município enfrentou como por exemplo a alagação em algumas comunidades rurais o que gerou prejuízos para os moradores. Mas apesar de tantos transtornos a prefeitura de Rodrigues Alves prestou todo o apoio às famílias atingidas, inclusive levou atendimento médico a comunidades rurais.

Leia Também:  Sesacre registra três óbitos decorrentes da Covid-19 e mais 397 novos casos nas últimas 24 horas

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Saúde

Em uma semana, nova gestão realiza mais de 90 cirurgias ortopédicas no Pronto Socorro de Rio Branco

Publicados

em

Empresa se dispôs a assumir a unidade do Pronto Socorro de Rio Branco antes do prazo determinado em contrato – Foto: Reprodução

Quem passa pelo Pronto Socorro de Rio Branco hoje não irá reconhecer o cenário de caos flagrado na unidade no início do mês de novembro. As longas filas na ala de ortopedia, que se formaram após a antiga empresa responsável pela unidade encerrar o atendimento aos pacientes, foi praticamente zerada e o atendimento segue normalizado. Atualmente, mais de vinte ortopedistas atuam no local.

A nova contratada para gerir o setor no Pronto Socorro, a Medtrauma Centro Especializado em Ortopedia, interveio antes do período determinado pelo contrato firmado com a Secretaria de Estado de Saúde do Acre, para auxiliar os pacientes que estavam aguardando por atendimento médico. Em uma semana, foram realizados cerca de noventa e três procedimentos cirúrgicos, além de 430 visitas médicas e 57 atendimentos ambulatoriais destinados aos pacientes do pós-operatório. 

O coordenador da empresa, Dr. Régis Castro, pontua que quando a equipe médica assumiu a unidade, na quinta-feira (11), o cenário era preocupante. “Não cabe a nós discutir o que houve com a antiga contratada, mas nos dispusemos a auxiliar, pois sabemos que a população não pode esperar. Desde então, temos trabalhado focados e conseguimos colocar em pouco tempo, os atendimentos em dia”, pontua.

Leia Também:  Idosos acima de 75 anos podem se vacinar contra covid-19 até o dia 4 no Ginásio em Epitaciolândia

Ainda de acordo com o coordenador, quando a Medtrauma chegou à unidade, quase noventa pessoas aguardavam internadas para serem operadas. É nesse cenário que o Sindicato dos Médicos do Acre (Sindimed – AC) interveio e protocolou uma denúncia relatando que a antiga gestora, suspendeu os atendimentos e chegou a retirar os equipamentos e materiais cirúrgicos do local, provocando reclamações. 

“Quanto entramos aqui, o cenário era de terra arrasada. Eram pessoas com fraturas, amputações e outros traumas necessitando urgentemente de amparo. Trouxemos imediatamente nosso corpo médico e toda nossa expertise na prestação de assistência complementar à saúde e em tempo recorde estruturamos toda a equipe de enfermagem de instrumentação cirúrgica e apoio administrativo”, reforça o coordenador. Somente nas primeiras 24 horas de atendimento, foram realizados treze procedimentos cirúrgicos, trinta e oito consultas ambulatoriais e 100 atendimentos na porta de entrada da urgência e emergência. 

O Conselho Regional de Medicina (CRM) do Acre já realizou vistorias no Pronto Socorro e conversou com médicos, enfermeiros e chefes de setores para constatar a atuação. “O CRM tem acompanhado de perto esse momento de transição para assegurar que os pacientes sejam atendidos da melhor forma possível”, declarou a presidente da entidade, Dra. Leude Dávalos.

Leia Também:  Maternidade de Rio Branco registra 800 nascimentos a mais que em 2014

Assessoria: Dialum

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Muitas são as dúvidas, e eu esclareço algumas. Quem tem direito a receber o abono pago com a sobra do recurso do Fundeb, anunciado pelo Governo do Acre? Uma grande manifestação foi realizada durante todo dia pela manhã em frente à casa civil e a tarde na sede da PGE – Procuradoria Geral do Estado.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA