Saúde

Dos 20 mortos por Covid, 5 não tomaram nenhuma dose de vacina e nenhum recebeu a dose de reforço

Publicados

Saúde

Dos 20 mortos por Covid em janeiro no AC, cinco não tomaram nenhuma dose vacina e nenhum recebeu a dose de reforço — Foto: Geisy Negreiros/g1

Das 20 pessoas que morreram vítimas da Covid-19 no mês de janeiro no Acre, cinco não tinham tomado nenhuma dose de vacina contra a doença. O dado é da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) divulgado nesta segunda-feira (7).

O levantamento aponta que nenhum dos mortos pela Covid no mês passado tinha recebido a dose de reforço do imunizante. As vítimas tinham entre 42 e 96 anos.

Há ainda quatro vítimas que estão com status “ignorado” com relação à vacinação. Isso porque, segundo a Sesacre, não há nenhuma informação de vacina dessas pessoas no e-SUS.

Os dados mostram ainda que entre as vítimas nove haviam tomado a 2ª dose do imunizante. E duas tinham tomado somente a primeira dose da vacina.

Ainda segundo a Sesacre, as informações sobre a situação vacinal das vítimas da Covid-19 são retiradas do e-SUS. E, portanto, alguns dos dados podem mudar de acordo com a atualização da plataforma. Ou seja, uma vítima pode ter tomado mais de uma vacina e ainda não constar no sistema até a data da consulta.

Internações

Em todo o estado há 82 pessoas internadas, das quais 79 com teste positivo, conforme o painel de informações sobre a Covid-19 no Acre.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI no estado está em 66,67%. Dos 30 leitos de UTI existentes, 20 estão ocupados, desses 17 só no Into, onde a taxa de ocupação atingiu os 85%. São 20 leitos de UTI em Rio Branco e 10 em Cruzeiro do Sul.

Com relação às enfermarias, há um total de 62 pessoas internadas, o que representa uma taxa de ocupação de 88%. No Into, dos 40 leitos de enfermaria, 28 estão ocupados. Tentamos contato com a gerência do hospital de campanha de Rio Branco para saber sobre situação vacinal das pessoas internadas na unidade, mas ainda não recebeu resposta até última atualização desta reportagem.

Leia Também:  Prefeito Isaac Pyãko da início aos trabalhos de pavimentação da rua Cinco de Novembro, em Marechal Thaumaturgo

No último dia 23 de janeiro, em meio ao aumento de atendimentos e internações, a gerente-geral da unidade, Helen Freitas, informou que dos oito internados na UTI na época, cinco não tomaram vacina e três não completaram o esquema vacinal.

O Into é a principal unidade de atendimento de casos de Covid na capital acreana. A Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre) disponibilizou o hospital para atender esses pacientes em junho de 2020.

Terceira onda de Covid no Acre

Em janeiro deste ano, o Acre bateu recorde de casos positivos para a Covid-19. O estado registrou um total de 12.876 pessoas infectadas pela doença, o mês com maior número de casos desde o início da pandemia. Esse total é quase que 90% maior do que o número registrado em janeiro de 2021, que foi 6.847. A explicação para o aumento é a chegada da variante Ômicron no estado.

Em meio à terceira onda da Covid-19, o governador Gladson Cameli proibiu eventos para mais de 300 pessoas em todo o Acre. A proibição começa a valer nesta segunda-feira (7) e tem validade até 31 de março deste ano.

Se o número de casos positivos de Covid-19 em janeiro deste ano assusta, o número total de vítimas fatais reduziu em relação a janeiro do ano passado. Nos primeiros 31 dias de 2022, o Acre teve 20 mortes pela doença. Já em janeiro 2021, 72 pessoas perderam a vida para a Covid. A redução é de mais de 72% entre os períodos avaliados.

Em seis dias, o mês de fevereiro registrou 5.541 novos casos, segundo boletim divulgado pela Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre). Ainda sem reagentes para fazer os diagnósticos, o Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) já acumula 1.316 exames na fila de espera.

O estado está em contaminação comunitária desde o dia 9 de abril, com uma taxa de incidência de 11.833 casos para cada 100 mil habitantes. A taxa de mortalidade em cada 100 mil habitantes é de 212, já a de letalidade – quantidade de mortos dentro dos números confirmados da doença – é de 1,8%.

Leia Também:  Estado vem fazendo corpo mole e deixando todo enfrentamento da Covid-19 nas costas da prefeitura, diz Salomão Matos

Maiores taxas de contaminação a cada 10 mil habitantes: Assis Brasil – 2.554; Xapuri – 1.694; Tarauacá – 1.588; Mâncio Lima – 1.561 e Santa Rosa – 1.517

Vacinação no Acre

De acordo com informações do painel de vacinação do governo do Acre, atualizado nesse domingo (6), foram aplicadas em todo estado 1.189.493 doses de vacina desde o início da vacinação, em janeiro do ano passado.

Ao todo, 478.043 pessoas tomaram a segunda dose e 12.386 a dose única e, assim, estão totalmente imunizadas. Ainda segundo os dados do painel do governo do estado, 592.874 pessoas acima de 12 anos de idade tomaram ao menos a primeira dose da vacina no Acre.

Já com relação à dose de reforço, que é destinada às pessoas com idade acima de 18 anos, os dados apontam que 92.961 receberam a vacina. Por G1 Acre.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias Acre 24 Horas

Veja o Vídeo Abaixo: A deputada Perpétua Almeida criticou a fala do presidente Bolsonaro na abertura dos trabalhos no Congresso Nacional. Bolsonaro mandou recado ao Supremo Tribunal Federal, descartou qualquer impedimento na Reforma Administrativa e elogiou alguns ministros do seu governo. Porém, não falou sobre a alta do desemprego, da fome ou da inflação.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Saúde

Prefeitura de Plácido de Castro e Funasa recebem equipe de vacinação contra o Sarampo, Influenza e Hepatite

Publicados

em

Uma equipe de vacinação da Secretaria Municipal de Saúde, levaram vacinas até o prédio da Prefeitura e FUNASA.

A Sra. Aglanair Coimbra, Téc. de Enfermagem e Coordenadora de Imunização e Rêde de Frios do Município, juntamente com a auxiliar do PNI – Programa Nacional de Imunização, Tárcila Jorge, dispuseram aos interessados, as vacinas contra o Sarampo (Tríplice Viral), Influenza, Dupla Adulto, Covid-19, Hepatite “B”, e Pneumo 23.

Segundo Aglanair Coimbra, foram aplicadas ao todo, 193 doses de vacinas.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  "Seguimos pagando em dia", diz César Andrade ao anunciar pagamento de Janeiro
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA