Política

Deputada mãe do Secretário de Meio Ambiente, Israel Milane, vota a favor da mineração em terras indígenas

Publicados

Política

Pré-candidato à Câmara Federal, Israel Milane, prefeita Fernanda Hassem (meio) e a pré-candidata Vanda Milani (direito) ao Senado. Foto: Reprodução

A deputada federal Vanda Milane – PROS, chamou atenção ao votar favorável ao polêmico projeto que autoriza a exploração mineral em terras indígenas no Brasil. Sendo ela mãe do filho secretário de governo justamente da pasta que cuida do meio ambiente e das políticas indígenas do Acre, mostra o compromisso zero com a preservação da Amazônia.

A Câmara dos Deputados aprovou, por 279 a favor, 180 contrários e três abstenções, um requerimento de urgência para o Projeto de Lei (PL) 191/2020, que autoriza a mineração em terras indígenas. O texto, criticado por ambientalistas e especialistas em direitos humanos, deve agora ser levado a votação – ao mesmo tempo em que um grupo de trabalho discute seu teor.

O PL 191/2020 foi chamado de “vergonha” pela oposição, seja por permitir a degradação de áreas preservadas, seja por desrespeitar as áreas reservadas às terras indígenas. Já parlamentares da base do governo de Jair Bolsonaro indicam que o projeto interessa à segurança energética do país, que precisa de fertilizantes cuja importação está comprometida após a Guerra da Rússia – por mais que a maior parte das reservas de insumos não venha de terras indígenas.

Leia Também:  Deputada Federal Perpétua Almeida apresenta emenda propondo aumento real do salário mínimo

O deputado Marcelo Freixo (PSB-RJ) disse que a aprovação da urgência soa a uma “provocação” em relação ao ato de artistas e ativistas que se reuniu com parlamentares e que se seguiu na porta do Congresso pedindo, justamente, reponsabilidade dos parlamentares com a pauta socioambiental. “É pra dizer quem manda – é pra dizer quem é maioria. Mas ser maioria não garante grandeza -e a maioria sai pequena desta Casa hoje.”

Israel Milane deve ser candidato a deputado federal na eleição deste ano e certamente não terá os ambientalista nem indígenas como carro chefe de sua campanha.
Além de Vanda Milane, o deputado federal Alan Rick – União Brasil e Mara Rocha (sem partido) votaram favoráveis a proposta.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias – Acre 24 Horas

Veja o Vídeo Abaixo: A vereadora Neiva Badotti fez um pequeno desabafo a respeito do desgoverno de Gladson Cameli, os inúmeros descasos vão desde a saúde até a educação na região do Alto Acre. A princípio, a parlamentar falou a respeito da irresponsabilidade com o pagamento dos servidores terceirizados que até o momento não receberam nenhum pagamento em 2022, onde na ocasião a empresa joga a culpa para o governo e o governo joga a culpa para a empresa e quem fica prejudicado com reação a sua subsistência, sem alimentação, sem poder honrar os seus compromissos.

Leia Também:  No Parlasul, Deputada Perpétua fala da urgência de o Brasil retomar compromissos com a preservação ambiental

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página: Facebook 3 de Julho Notíci

Portal: 3dejulho.com.br Rio de Janeiro

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política

”Tá sobrando dinheiro na Prefeitura de Rio Branco?”, questiona deputada Perpétua Almeida sobre retirada de canteiros da via Chico Mendes

Publicados

em

A deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB-AC) esteve nesta sexta-feira, 12, visitando os trabalhadores e moradores da via Chico Mendes, no Segundo Distrito de Rio Branco.

Segundo a parlamentar, é quase unânime a insatisfação com a obra de revitalização da ciclovia da avenida. Isto porque, desde junho, a Prefeitura de Rio Branco começou a retirar os canteiros que formavam a principal ciclovia da avenida.

“A Prefeitura está gastando dinheiro pra destruir o que está pronto. Por que Bocalom não está tapando buracos nas ruas com o dinheiro dinheiro que está gastando para fazer isso aqui? A prefeitura tem tanto dinheiro pra jogar fora assim?”.

Perpétua afirma que acionará o Ministério Público para tomar as providências cabíveis.

Reclamação geral

O vendedor Wesley considera a obra desnecessária e ironizou: “Não existe isso em lugar nenhum. Não sei aonde está o Ministério Público que não vê isso. O cara quebrou o que está feito por puro capricho. A população não merece isso, não. Estava feito e bonito. Era só pintar e podia ser até de azul, como o Bocalom gosta”.

Leia Também:  Deputada Mara Rocha destina R$ 1 milhão para asfaltamento e recapeamento de ruas em Senador Guimard

Veja o Vídeo:

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA