Política

Vereadores de Tarauacá que querem ser chique, compram caminhonete de luxo por quase 300 mil

Publicados

Política

Foto (da esquerda à direita): blusa listrada, Valdozinho Vieira do Ó, vereador do PSDB; blusa azul, Francisco Feitoza Batista, “Chico Batista” (PDT), presidente da Câmara

Esta semana, uma publicação da Câmara Municipal de Tarauacá, no site institucional, não convenceu os munícipes. Um dos municípios com maior número de ciclistas do Brasil, além das carroças de boi, dos cargueiros e dos pedestres, onde me incluo.

Segundo o Porta Acre.com, o atual presidente da Câmara de Vereadores, Francisco Feitosa Batista, “Chico Batista” (PDT), mesmo partido da prefeita, realizou a compra de uma caminhonete, modelo TRITON SP OUTD GLS A, cor prata, placa QWP4A50, chassi 93XSYKL1TNCM49187, renavam 01286598394, abastecimento a óleo diesel, fabricação e modelo: 2021/2022. Coisa bem chique, de luxo.

Pelo preço, o veículo deve ser muito chique por dentro, trilhões de vezes melhor que meu cafofo. E não estou com inveja não (rs), apenas curioso, em razão do preço que, pasmem, foi quase 300 mil reais (R$ 265.000,00).

No site institucional, a Câmara não divulgou, no Detalhamento do Empenho, que é o documento que compõe e instrui o processo de pagamento, a modalidade da licitação, em que o veículo foi adquirido da empresa AGRO NORTE IMP E EXP LTDA, famosa Mitsubishi Motors.

Leia Também:  O pau cantou na Câmara de Vereadores de Bujari durante a votação para a formação da nova mesa diretora do município

(clique aqui e baixe o detalhamento do empenho da compra).

No Portal da Transparência, o editorial localizou o documento. Porém, várias informações obrigatórias não constam no documento, tais como: finalidade do veículo, número da licitação, número do contrato ou a modalidade da licitação, haja vista que o valor excede as hipóteses que autorizam dispensa de licitação não emergencial. 

Não constam ainda, no Portal da Transparência, a íntegra do processo licitatório, como resumo do procedimento, como eventuais pesquisas de preço, buscando o menor preço e a vantajosidade da compra para a administração pública.

No site da Câmara, logo após a entrega do veículo, este foi encaminhado ao município de Tarauacá, não informando se o veículo já estaria adesivado com os símbolos institucionais da Câmara Municipal, conforme prevê a lei, e o Tribunal de Contas do Estado. 

A Câmara não divulgou a modalidade da licitação, mas informou que pagou com recurso próprio, à empresa AGRO NORTE IMP E EXP LTDA (Mitsubishi Motors). A concessionária mais chique de Rio Branco. 

Seja como for, achei bem chique o veículo, gostei da cor, é a diesel, GPS, computador de bordo e outras tecnologias, tração em 4 rodas, várias saídas de ar-condicionado, suporte para braço e bebidas, e outros confortos. O Senhor Presidente, Vossa Excelência, poderá me convidar para acompanhar uma diligência institucional. 

Leia Também:  Deputada mãe do Secretário de Meio Ambiente, Israel Milane, vota a favor da mineração em terras indígenas

O povo não entende de coisas chiques, e dirá: “Vixe, que chique! Eles só andam de Mitsubishi”. 

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: O ex-deputado federal, Sibá Machado, gravou um vídeo polêmico onde fez um desabafo contra o presidente da República, Jair Bolsonaro, o Juiz Sérgio Moro e o governador do Acre, Gladson Cameli. Sibá não perdeu a oportunidade de alfinetar o gestor em se tratando do escândalo de corrupção no qual para a Polícia Federal, Cameli é tido como o chefe de uma organização Criminosa que desviou quase R$ 1 bilhão de reais dos cofres públicos do Estado.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política

A pedido de Jenilson Leite, Aleac realiza audiência pública para tratar sobre indisponibilidade de vagas para profissionais biomédicos

Publicados

em

A pedido do deputado estadual Jenilson Leite (PSB), a Assembleia Legislativa do Acre realizou na manhã desta quarta-feira (6), uma audiência pública para tratar sobre indisponibilidade de vagas para profissionais biomédicos, de saúde coletiva e odontologiano concurso público anunciado recentemente pela Secretaria de Saúde.

Na terça-feira (5), estes profissionais procuraram os parlamentares e pediram apoio da Casa Legislativa.

A representante dos bacharéis em saúde coletiva, Carol Martins, disse que no Plano de Cargos e Carreiras e Remuneração (PCCR) prevê 25 vagas para a categoria e apenas 9 estão ocupadas, restando 16 vagas, sendo uma delas de vacância. “Estamos aqui em defesa do SUS, pois esse é o legado da Saúde Coletiva”, disse.

Após ouvir os profissionais, o diretor jurídico da Sesacre, João Victor Toledo não descartou a retificação do edital para incluir mais vagas, desde que identificadas as vacâncias. “Se conseguirem identificar vacâncias desde 2014, encaminhem que vamos analisar, validar e se for necessário, a gente pode incluir”, disse.

O diretor deixou claro que não há possibilidade de abrir novas vagas, apenas serão consideradas as vacâncias. O deputado Jenilson, proponente da audiência, destacou que é fundamental que o edital seja retificado.

“Entendemos que a área da Saúde é importante, mas há o entendimento legal. Não podemos ter em mente o contexto de vagas que podem entrar em vacância futuramente, trabalhamos com as que existem. Existe a necessidade real que é levantada junto à rede de assistência. Vacâncias são aquelas vagas que desde o último concurso efetivo, em 2014, por razão de aposentadoria ou falecimento, ficaram abertas”, explicou.

Leia Também:  Prefeitos do Alto Acre participam de seminário promovido pelo TCE

“Essa Casa sempre foi uma casa de debates e resolutiva, não é uma atuação no sentido de mudar o interesse do executivo, mas de chamá-lo para refletir sobre seu papel, a demanda popular chega e nós fazemos as abordagens necessárias e aqui nesta audiência chegamos ao entendimento da necessidade de retificação do edital, ampliando as vagas para os diferentes segmentos da saúde neste concurso. Houve por parte do Governo esse entendimento, de fazer novos estudos, e a partir deles, ver como faz a retificação contemplando melhor as necessidades”, afirmou.

O secretário de Planejamento e Gestão, em exercício, Luiz Victor Diniz Bonecker, afirmou que atualmente o Estado está impedido de abrir mais vagas tendo em vista o limite está acima da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

“Eu entendo perfeitamente que a necessidade que o Estado tem é maior que isso, que a área da Saúde Púbica é primordial, mas a gente tem um impedimento legal hoje. A gente só pode convocar para substituição dentro das vacâncias”, acrescentou o secretário.

Leia Também:  Quase chorando em grupo de whatsapp, Gladson pede para aliados pararem de qualquer opinião sobre vice porque está lhe prejudicando

O procurador-geral do Estado, Marcos Motta, sugeriu a abertura de mais uma vaga no edital para contemplar as áreas que participam da audiência. “O mais importante nesse processo é que a gente abra, pelo menos, mais uma vaga nessas áreas que estão aqui pleiteando. Por que? Porque se houver vacância e se tiver feito o concurso e tiver cadastro de reserva, eu consigo fazer o provimento”.

O deputado Roberto Duarte (Republicanos) ponderou que é necessário haver ratificação no edital. “Recebi muitas reclamações de diversas outras categorias e acredito que sua fala contemple isso, e que haja pelo menos cadastro de reserva para essas categorias, onde não há vacância, mas no caso de odontologia, segundo um estudo feito pelo próprio Governo, há pelo menos 25 vacâncias e no edital consta apenas 4 vacâncias e 2 cadastro de reserva, e precisa estar no edital”, pontuou Duarte que reforçou que no caso dos téncnicos em enfermagem, há previsão de cerca de 800 servidores para se aposentar nos próximos anos, com isso, havendo cadastro de reserva no edital, eles poderiam ser chamados.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA