Política

Vereadora Neiva Badotti poderá ser uma das alternativas de votos para a eleição de deputada por Brasiléia

Publicados

Política

“No Estado é preciso, mais do que nunca, uma maior participação feminina”, defende sobre ocupação de mulheres no Legislativo – Arte Alemão Monteiro

Com o PSB fora da Federação, a vereadora por Brasiléia, Neiva Badotti (PSB), confirmou a possibilidade de lançar seu nome como pré-candidata a deputada estadual nestas eleições. Badotti revela que o partido já sinalizou para que ela encare a disputa.  “Quando se impõe uma federação de cima para baixo, você não respeita o grupo político do seu município e do seu estado”, argumenta.

Em busca, especialmente, do eleitorado feminino, a vereadora Neiva fala dos números. “A luta por uma cadeira na ALEAC ocupada por uma mulher é muito forte. Hoje temos apenas três mulheres eleitas entre os 24 deputados estaduais. Na nossa Câmara, dos 11 vereadores, temos apenas três”, lembra.

E segue: “As mulheres estão muito mais conscientes e a figura feminina começou a fazer diferença nos Parlamentos. Por isso, no Estado é preciso, mais do que nunca, uma maior participação feminina”, pondera.

Neiva Badotti nos informou também que em 2020, três mulheres alcançaram o cargo de prefeita, nos municípios de Brasiléia, Senador Guiomard e Tarauacá. Outras quatro mulheres são vice-prefeitas, em Rio Branco, Mâncio Lima, Porto Acre e Xapuri. Quarenta e oito mulheres são vereadoras em todo o Estado. Dos vinte e dois municípios, três não tiveram mulheres eleitas, a saber, Cruzeiro do Sul, Acrelândia e Manuel Urbano. 

Leia Também:  Secretário de esporte agride verbalmente atleta de Assis Brasil

Neiva é a atual 2ª secretária na câmara de Brasiléia. Sobre 2022, acredita em uma campanha difícil. “Vejo (a campanha) como algo bastante complicado, especialmente por conta do cenário político nacional. Nosso país vive uma carência de líderes e por isso não se sobressai ante esta chamada polarização. Vivemos nesta briga entre direita e esquerda, e isso acaba também atingindo as campanhas nos Estados e municípios”, analisa.

Em pleitos anteriores, foi candidata a vereadora em 2016, mas não conseguiu se eleger. Em 2020, foi eleita à Câmara de Vereadores com 201 votos e acredita que pelo mandato participativo que faz em defesa da população de Brasiléia, seu nome está em potencial crescimento e poderá ser a diferença nestas eleições.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias – Acre 24 Horas

Veja o Vídeo Abaixo: A vereadora Neiva Badotti fez um pequeno desabafo a respeito do desgoverno de Gladson Cameli, os inúmeros descasos vão desde a saúde até a educação na região do Alto Acre. A princípio, a parlamentar falou a respeito da irresponsabilidade com o pagamento dos servidores terceirizados que até o momento não receberam nenhum pagamento em 2022, onde na ocasião a empresa joga a culpa para o governo e o governo joga a culpa para a empresa e quem fica prejudicado com reação a sua subsistência, sem alimentação, sem poder honrar os seus compromissos.

Leia Também:  Vereadora Neiva afirma que prefeitura está beneficiando blogueiro com serviço particular, veículos da obras não sai de lá

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página: Facebook 3 de Julho Notíci

Portal: 3dejulho.com.br Rio de Janeiro

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política

Os irmãos Hassem deram um chá de cadeira em Márcia Bittar e não compareceram em reunião na câmara de Brasileia

Publicados

em

A pré-candidata ao Senado, Márcia Bittar, esteve no município de Brasileia com o intuito de se reunir na Câmara de Brasileia, com os novos filiados do grupo do casal Bittar, os pré-candidatos Tadeu Hassem e Israel Milani, acompanhado da esposa, prefeita Fernanda Hassem, mas o problema é que na hora da reunião, os irmãos Hassem e o Primeiro Damo deram um chá de cadeira em Márcia e não apareceram.

Segundo informações repassadas a redação do site 3 de Julho Notícias com exclusividade, a reunião contou apenas com a presença de Márcia Bittar e poucos apoiadores, dentre eles a presidente da Câmara, Arlete Amaral; o ex-vereador Vagner Galli; Blandina; Zemar e outros. Já a turma dos irmãos Hassem não apareceu, comportamento este, tido com ingratidão, haja vista que, quando foi para Tadeu e Israel se filiarem aos partidos políticos sob comando de Márcio Bittar, o casal juntamente com um dos filhos se fizeram presentes no ato como forma de dar boas vindas.

Dentre as muitas especulações, a que apresenta mais força é de que o grupo não quer aparecer publicamente com os Bittar, pois isso colocaria os irmão Hassem em maus lenços pelo fato de estares iludindo outros políticos com o argumento de apoio.

Leia Também:  Everaldo Gomes e o atual Secretário de Educação de Epitaciolândia Foram condenados por improbidade

Atualmente, o Casal Bittar encontra-se em situações estreitas com o governador Gladson Cameli, precisamente ambos os grupos estão rompidos, por ventura tem políticos tirando proveito desta situação e fazendo jogo triplo. As relações entre os irmão Hassem estão cada vez mais comprometedora, isto porquê a prefeita de Brasileia, Fernanda Hassem e Cia, prometeu apoiar, o senador Petecão, grupo no qual a sogra está acomodada; prometeu apoiar o grupo do senador Márcio Bittar, onde o irmão Tadeu Hassem e o esposo Israel estão filiados e por último após fazer as pazes com o Governador Gladson prometeu apoio, inclusive, Fernanda já colocou boa parte da família e amidos mais próximos no governo com cargos de chefia e altas CECs.

Dentre os nomeados está a esposa de Tadeu, Higia, e uma sobrinha dos irmão Hassem esse seria um dos motivos para que os Hassem não apareçam na foto com os Bittar, para não correr o risco os altos cargos da família.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA