Política

Vereador Joelso Pontes entra com pedido de revogação, da medida cautelar, para ter o direito de sair de casa a noite

Publicados

Política

O vereador Joelso Pontes (PP), acusado de integrar uma organização criminosa que fraudou licitações e contratos administrativos da prefeitura de Brasileia, no período de março de 2013 a junho de 2016, na gestão do ex-prefeito Everaldo Gomes, entrou com pedido de revogação da medida cautelar que o obriga a recolher-se todos os dias, a partir das 19 horas, à sua residência. Esse pedido deve ser analisado pelo juiz Clóvis Lodi, da Vara Criminal do município, antes do recesso forense que começará no dia 20 de dezembro.

Pontes, único vereador de Brasileia preso no exercício do mandato até então, foi encarcerado, preventivamente por mais de 60 dias em Rio Branco. Quando ganhou a liberdade provisória, a justiça determinou que fosse imposta as medidas cautelares de comparecimento mensal em juízo para informar e justificar suas atividades; de proibição de frequentar bares e estabelecimentos similares; de recolhimento domiciliar a partir das 19h; de proibição de manter contato pessoalmente ou através de terceiros com os demais acusados e com as testemunhas; de proibição de ausentar-se do município por mais de 15 dias sem autorização judicial; e de suspensão da função de vereador, sem ônus para a Câmara de Vereadores.”

Leia Também:  Candidato à prefeito do Bujari, Padeiro, tem sua prestação de contas reprovada pela Câmara de Vereadores, o que pode lhe tornar inelegível

A época da prisão preventiva, a justiça afastou o vereador do mandato, por compreender que não era razoável permitir que ele continuasse a se utilizar do das prerrogativas da função enquanto se encontrava recolhido ao sistema prisional.

O caso

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), ofereceu denúncia contra dezesseis pessoas no município de Brasileia, dentre elas o vereador Joelso Pontes. Os denunciados são acusados de desvio de dinheiro público, fraude a licitação, corrupção ativa e passiva e organização criminosa.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Política

Fernanda Hassem teve o orçamento de quase 120 milhões aprovado na câmara, não fez nada até agora e vai receber mais R$ 6 mil de recurso federal

Publicados

em

Programa contribui para o processo de aprimoramento, implementação e integração sistêmica das atividades da assistência farmacêutica – Foto: Assessoria PMB

A prefeita do município de Brasileia, Fernanda Hassem, conseguiu a aprovação que tanto queria onde o orçamento anual chega a quase R$120.000.000,00 para serem aplicado nas mais diversas áreas do município, mas o que chama a atenção é que durante esse primeiro semestre não se viu estes milhões serem aplicados no município, muito pelo contrário, a população hoje enfrenta grandes problemas em virtude da falta de investimento.

A quem diga que, Brasileia hoje era para estar vivendo um dos melhores momentos de sua história, pois dinheiro tem o que falta é uma boa gestão. E em se tratando de dinheiro, mesmo com os quase R$120 milhões, a sua disposição e sem fazer nada, Brasileia está entre as Cidades que receberam do Governo Federal o valor de R$ 6.000,00 (seis mil reais).

As nove cidades do Acre receberam R$ 54 mil de recurso federal para monitoramento de 2022 do Programa Nacional de Qualificação da Assistência Farmacêutica. Segundo as diretrizes, o programa não só financia a aquisição e distribuição de medicamentos, como também ajuda no desenvolvimento do Sistema Nacional de Gestão da Assistência Farmacêutica, oferecendo cursos de capacitação de profissionais farmacêuticos.

Leia Também:  Prefeita Fernanda Hassem entrega cartão auxílio alimentação para servidores municipais

Tem então, por finalidade, contribuir para o processo de aprimoramento, implementação e integração sistêmica das atividades da assistência farmacêutica nas ações e nos serviços de saúde, visando a uma atenção contínua, integral, segura, responsável e humanizada.

A liberação do recurso foi divulgada na quarta-feira (3) no Diário Oficial da União. Vamos ver se agora, com a destinação do recursos para este fim, se quando a população procurar remédio na farmácia municipal, se encontrarão.

Cada cidade vai receber R$ 6 mil e são elas:

Acrelândia

Brasileia

Bujari

Mâncio Lima

Marechal Thaumaturgo

Porto Walter

Rio Branco

Rodrigues Alves

Xapuri

Nove cidades do Acre recebem R$ 54 mil de recurso federal para assistência farmacêutica – Foto: Ana Paula Xavier / Rede Amazônica Acre

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: A vereadora do município de Brasileia, Neiva Badotti, afirma que o mensalinho, agora na atual gestão o feito é praticado via pix, o que antes era mensalinho por meio de folhinha agora, na gestão de Fernanda Hassem foi informatizado, ou seja, modernizaram a possível prática de lavagem de dinheiro.

Leia Também:  Corre rumores em Brasileia de que Dr. Márcio Lopes poderia estar de olho em 2020, Márcio diz que não Sabe de absolutamente nada

Acompanhe nossas Redes Sociais

Veja-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na Página do Instagram 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Veja o Vídeo:

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA